PETRÓPOLIS / Inscrições para “Câmara Mirim” de escolas particulares terminam dia 31

Podem participar alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental
                 

Escolas particulares têm até sexta-feira (31) para inscrever alunos que queiram participar do projeto “Câmara Mirim”. Criado em 2001 e incentivado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), o projeto será realizado em novembro. O objetivo é oferecer aos jovens estudantes (vereadores-mirins) a oportunidade de aprender na prática como funciona o legislativo municipal. “Este projeto ajuda os estudantes a entenderem desde cedo o papel de cada um dos poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e como eles funcionam na prática. Como “vereador mirim”, o estudante aprende como se desenvolvem as relações entre o poder público e a comunidade. Esta experiência permite que os jovens avaliem o papel do vereador e sua importância para a comunidade.”, explica Paulo Igor.

Em sua 20ª edição, o projeto, tradicionalmente realizado entre alunos da rede pública, será voltado para estudantes da rede privada.  Escolas particulares podem inscrever até três alunos. Participam do projeto estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental. Para isso cada aluno deve redigir uma redação tendo como tema os problemas da cidade, ou do bairro em que o mesmo more. As inscrições devem ser feitas pela direção da escola. Os textos podem ser enviados pelo endereço eletrônico projetosespeciais@cmp.rj.gov.br, ou  entregues no setor de Projetos Especiais da Câmara de Vereadores. Dúvidas podem ser esclarecidas pelos telefones: 2291-9282 ou 2291-9209. 

No projeto “Câmara Mirim” alunos recebem informações sobre as funções do vereador e o papel do poder legislativo na cidade. Durante dois dias eles conversam com vereadores e fazem debates de idéias em plenário. Os diplomados participam de sessão plenária, em que elegem a mesa diretora, apresentam seus projetos de Lei, defendem idéias e fazem a votação das matérias. Ao fim da sessão, os “vereadores mirins” são levados à sede da prefeitura, onde são recebidos pelo prefeito. Durante a audiência eles entregam em mãos as indicações ao executivo.

"Acredito que participando deste projeto os jovens desenvolvem uma leitura própria sobre a política. O  “Câmara Mirim” aproxima os alunos do legislativo e desperta neles a consciência política. Mais do que abrir espaço para que os alunos apresentem suas idéias, a intenção do projeto é formar cidadãos mais conscientes, capazes de desenvolver uma visão critica da política. A experiência de edições anteriores mostra que os estudantes saem daqui motivados a inovar e transformar politicamente a realidade. É um projeto que vem dando uma contribuição significativa na construção da cidadania dos jovens petropolitanos. É  muito importante que os jovens sejam motivados a participar", finaliza Paulo Igor.

Comentários