quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Centros comerciais e supermercados do estado destinarão cadeiras de rodas com cesto para pessoas com deficiência



Uma lei bem sucedida em Petrópolis vai ser levada para todo o estado beneficiando a pessoa portadora de deficiência com dificuldades de locomoção.  Centros comerciais, supermercados e casas de shows serão obrigados a colocar um cesto nas cadeiras de rodas para atender aos clientes que necessitam desse equipamento.  De autoria de Bernardo Rossi (PMDB) e Márcio Pacheco (PSC), a Lei 1.390-A/12 foi aprovada nesta quarta-feira (22.10) na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e agora segue à sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

Lei já vale em Petrópolis

Em Petrópolis, a Lei já é cumprida desde 2005 quando Bernardo Rossi era vereador na cidade. “A Lei vale para estabelecimentos de grande porte e foi aplicada com sucesso. Hoje, um cadeirante consegue autonomia para as compras dentro de um supermercado. Vale para pessoas com dificuldade de locomoção, ainda que não cadeirantes, mas que contam com este equipamento em lojas de grandes redes de supermercado. Estabelecimentos deste tipo com grande variedade de produtos obrigam o consumidor a andar bastante o que muitas vezes é inviável para uma pessoa com deficiência. Acoplar o cesto de compras é essencial, ainda que seja uma medida muito simples”, avalia Bernardo Rossi.
A nova legislação aprimora a Lei 2.650 em vigor desde dezembro de 1996 que já havia sofrido alterações em 2011 incluindo as casa de shows e espetáculos na obrigatoriedade de cessão de cadeiras de rodas aos clientes
   “É importante que a pessoa com deficiência tenha sua independência na hora de realizar suas compras e os cestos ajudam nesse sentido”, diz Marcio Pacheco. “Fora isso, o projeto é uma política pública que visa a integração social. A inclusão da pessoa com deficiência vai mais além do que a acessibilidade. É preciso mais condições para atividades do dia a dia para essas pessoas”, completa Bernardo Rossi.

Nenhum comentário: