sábado, 13 de setembro de 2014

Vereador condena a falta de diálogo do governo com profissionais da educação


ASCOM: Quando os governantes colocam a sua vaidade e interesses pessoais acima do interesse público, os prejuízos são inevitáveis e, infelizmente acabam recaindo sobre aqueles que mais precisam do serviço público. Quando o governo Municipal se recusa a dialogar com as professoras e demais profissionais de educação, quem sai perdendo são as crianças das classes trabalhadoras, as mais penalizadas, pois são elas que necessitam de creches e escolas públicas. 

O sindicato da categoria, nada mais deseja que o cumprimento dos acordos firmados anteriormente, em negociações anteriores  e que não estão sendo cumpridos. Ao se negar a receber a categoria, cortar o ponto dos grevistas e ameaçar com contratações temporárias, o governo municipal praticamente impõe uma greve longa e penosa para os petropolitanos, levando mais em conta a vaidade que o interesse público.  

O vereador Anderson Juliano, cumprindo o seu papel, encaminhou um pedido de CPI, que infelizmente só conta com três assinaturas até o presente momento.  A CPI da Educação, teria a oportunidade de investigar, não somente a questão dos profissionais da Educação como também, verificar a fundo o desvio de quase oito milhões de reais dos salários dos servidores, problemas na merenda e transporte escolar.  Para o vereador, a educação pública municipal é uma verdadeira caixa preta do governo e por esta razão, ele fará tudo para dificultar a sua investigação.

Nenhum comentário: