Agora é lei: fichas escolares trarão tipo sanguíneo e fator rh


A inclusão do tipo sanguíneo e do fator RH dos alunos das escolas públicas e particulares de Petrópolis deverão constar em suas fichas de matrícula e nas cadernetas escolares. De acordo com a Lei 7.216/2014, publicada no último dia 28 de agosto no Diário Oficial do Município, as instituições de ensino deverão exigir resultados de exames que comprovem essas informações.

Autor do texto, o vereador Maurinho Branco (SDD) defende que a lei poderá agilizar o atendimento a estudantes feridos. “Todos nós sabemos que ninguém está livre de acidentes, até mesmo em salas de aula, e tais informações podem ser vitais para um rápido atendimento de forma a salvar a vida do aluno ou evitar maiores sequelas em razão de um possível acidente”, explicou o vereador.

Mãe de dois estudantes na rede municipal, Valéria Magalhães, moradora de Itaipava, aprovou a iniciativa do vereador Maurinho Branco. “Achei muito boa essa iniciativa, pois o RH pode ser realmente importante para no caso de acontecer alguma coisa, se for preciso saber, a escola já estará com essa informação em mãos”, comentou.

Além do grupo sanguíneo e do fator RH, o projeto prevê também a inclusão de testes antialérgicos, de glicemia e outros que venham a ser necessários, a pedido da família. Os alunos já matriculados na respectiva instituição de ensino deverão apresentar os exames previstos na renovação de matrícula.

Via: ASCOM