Paulo Igor investe em acessibilidade e melhora recepção a pessoas com deficiência na Câmara



Primeiro órgão público a disponibilizar uma cadeira elevador que possibilitou o acesso de pessoas com deficiência a um prédio público tombado em Petrópolis, a Câmara de Vereadores inova mais uma vez adquirindo um equipamento mais moderno que o anterior, comprado há cinco anos. Além da nova cadeira, que começou a funcionar na sexta-feira (1º), o presidente da Câmara, Paulo Igor (PMDB) está buscando orientações junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para a instalação de uma rampa de acesso na área externa do Palácio Amarelo – prédio histórico tombado pelo órgão federal. Em consulta prévia feita pela Câmara, o Iphan sinalizou de forma positiva a iniciativa.

“Há cinco anos, o então presidente da Câmara, Bernardo Rossi (PMDB), disponibilizou o equipamento inovador que possibilitou o acesso das pessoas com deficiência ao prédio do legislativo. Nossa intenção adquirindo esta nova cadeira é modernizar e dar mais conforto a estas pessoas. Além disso, queremos ampliar o acesso, com a instalação de uma rampa. Sabemos que as características do prédio histórico precisam ser preservadas, por isso tudo será feito de acordo com as orientações do Iphan”, explica, Paulo Igor.

Paulo Igor,  frisa que a questão da acessibilidade é uma prioridade da mesa diretora. Atualmente em Petrópolis 62 mil pessoas têm de algum tipo de deficiência, 30% delas são cadeirantes.O presidente da Associação Pró Deficientes, Marcelo da Silveira, que testou a nova cadeira instalada na Câmara, frisou que mais do que garantir  acesso ao prédio histórico e ao trabalho dos vereadores, o equipamento preserva a dignidade da pessoa com deficiência.

 “Este elevador funciona de forma segura e é muito confortável. Se preferir, o cadeirante pode adaptar sua própria cadeira ao elevador, o que lhe dá mais independência. Outra questão importante é que este equipamento garante o acesso da pessoa com deficiência pela porta da frente do prédio”, considera Marcelo da Silveira, lembrando que a iniciativa do presidente da Câmara  mostra sensibilidade e respeito aos direitos da pessoa com deficiência. “Paulo Igor disse que os funcionários da casa serão treinados para que possam auxiliar os cadeirantes. Estas iniciativas mostram a responsabilidade da presidência da Câmara com as pessoas com deficiência”, completa Marcelo as Silveira.

Gilda Beatriz diz que mais uma vez Câmara está dando exemplo

A presidente da comissão da pessoa com deficiência da Câmara, vereadora Gilda Beatriz, considera importante que o legislativo invista em acessibilidade e sirva de exemplo para os demais órgãos públicos da cidade. “Recebemos na comissão muitas pessoas com deficiência. Além disso, a Câmara é o espaço em que as leis são criadas. É fundamental que possamos dar o exemplo, permitindo que as pessoas com deficiência tenham acesso ao prédio para assistir as sessões, acompanhar o nosso trabalho e contribuir trazendo também as suas reivindicações”, considera a vereadora Gilda Beatriz, lembrando que a casa está contratando também um estagiário que é cadeirante.  

O presidente do Projeto Eficientes, Rogério Correa, parabeniza a Câmara pela iniciativa e espera que os demais órgãos públicos sigam o exemplo do legislativo. “A Câmara mais uma vez cumpre seu papel, como casa do povo, de facilitar o acesso e manter as portas abertas para todos. Petrópolis é uma cidade em que a pessoa com deficiência enfrenta barreiras arquitetônicas, geográficas, enfim são muitos os desafios. É preciso que outros órgãos públicos invistam em acessibilidade. Iniciativas como esta da Câmara facilitam o acesso não só de pessoas com deficiência, mas também de idosos”, considera o presidente do Projeto Eficientes, Rogério Correa.

Tecnicamente chamado de Jolly escalador de escadas de esteira, o novo equipamento foi adquirido da empresa GF Labor Com. e Repres. Ltda, vencedora do processo de licitação, a um custo de R$ 18.300, O novo equipamento substitui a antiga cadeira elevador que precisava de reparos orçados em R$ 14.300,. O antigo equipamento será entregue a prefeitura de Petrópolis.  

Comentários