Mustrangi comemora três anos do PCCS da Educação


Ascom: Durante sua gestão a frente da prefeitura, o ex-prefeito e candidato a deputado estadual, Paulo Mustrangi, relembrou a data de implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da Educação, aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores e sancionado no dia 4 de agosto de 2011.

Neste mesmo ano, contrariando a realidade nacional, onde permanecia o impasse em torno da Lei do Piso Nacional do Magistério, que previa o pagamento de R$ 1.430,00 por cada 40 horas trabalhadas, o PCCS garantiu um piso de R$ 1.416,00 para cada 20 horas de serviço, para os professores que têm até cinco anos trabalhados na rede e possuem graduação superior.

Para Mustrangi, o reajuste salarial alcançado pelo PCCS garantiu um sistema de educação que é uma referência no Estado.

“Desde o início buscamos valorizar esses profissionais que merecem todo o respeito. Uma educação de qualidade garante um futuro promissor para os alunos e para o progresso da cidade. Com o PCCS, Petrópolis deu um passo à frente e se destacou no cenário nacional”, afirmou.

O documento era uma antiga reivindicação da categoria, atendida pelo então prefeito e hoje candidato a uma vaga na Alerj, Paulo Mustrangi. Foi elaborada de forma democrática, com a participação dos servidores e dos sindicatos de classe (Sisep e Sepe), sempre com base no diálogo e no entendimento em prol de um documento que fizesse jus a luta de toda a categoria.

“Foi um processo positivo e com certeza, uma das maiores conquistas que os profissionais da educação tiveram ao longo de suas carreiras. Cumpri o meu dever e hoje tenho a clareza que valeu a pena. Quero, agora, fazer muito mais, com um mandato de deputado estadual combativo e proativo em favor daqueles que empunham a bandeira da educação”, finalizou.