quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Juvenil Santos quer ser seu representante em Brasília

O Blog do Eduardo Ferreira abre espaço para todos os candidatos a deputado federal e estadual por Petrópolis, confira as regras aqui
Conheça o candidato a deputado federal pelo PR Juvenil  Santos:


ASCOM: Juvenil Reis dos Santos tem 64 anos, é casado e pai de quatro filhos. Empresário do ramo de comunicação e eventos. Já coordenou diversas campanhas políticas em todo o país e ainda atuou na área pública ocupando os cargos de Secretário de Governo, Segurança Pública, Cultura e Turismo, em Petrópolis, e também de Secretário de Comunicação na Prefeitura de Nova Iguaçu.

Juvenil vem de uma família muito pobre, de seis irmãos. Saiu da casa dos pais com sete anos de idade e foi criado pelo padrinho de batismo. Aos oito anos de idade vendia cocada nas portas das fábricas Aurora, Dona Isabel e Cometa, em Petrópolis. Aos 12 anos teve sua primeira oportunidade de emprego como faxineiro, operador de áudio, sonoplasta e técnico na Rádio Imperial. Aos 24 anos ingressou no mercado de propaganda como proprietário de uma empresa de jingles e trilhas. Atualmente é empresário na área de comunicação, publicidade, marketing, meio ambiente, comércio e indústria.

No Congresso Nacional, vai lutar para garantir os direitos e ainda melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência, que só no Estado do Rio de Janeiro somam uma população de mais de dois milhões de habitantes.

Confira algumas propostas: Isenção de impostos para a compra de medicamentos e equipamentos de uso para pessoas com deficiência ( cadeiras de rodas, muletas, próteses etc); Linguagem de libras (sinais) em todos os programas de TV; Obrigatoriedade de instalação de sinais de trânsito sonoros; Indicação legislativa de Ministério das pessoas com deficiência; A empregabilidade da pessoa com deficiência no esporte (Lei de Cotas); Lei de cotas no mercado de trabalho para pessoas com problemas crônicos de saúde; Lutar por programa permanente de governo para fiscalização das leias que apoiam o deficiente.

Nenhum comentário: