quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Dornelles defende volta de Petrópolis como residência oficial de veraneio da República e redução da carga tributária



Ascom/Estela Siqueira: A redução da carga tributária e a retomada de Petrópolis como residência oficial de veraneio da presidência da República foram assuntos debatidos nesta terça-feira (05.08) pelo senador Francisco Dornelles, candidato a vice na chapa do governador Luiz Fernando Pezão, que concorre à reeleição pela coligação “O Rio em Primeiro Lugar” (PMDB-PSDB - DEM-PPS-PTB-PSD-PHS-PP-PTN-PEN-PSL-PMN-PTC-PRP-PSDC-PRTB-SDD-PSC).  Dornelles visitou a cidade em apoio à candidatura do deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB), que concorre à reeleição.

Apesar do tempo chuvoso, Dornelles foi saudado no centro da cidade por populares antes de iniciar agenda política que incluiu a visita a duas empresas do setor de comunicação, os jornais Tribuna de Petrópolis e Diário de Petrópolis.

“Estar junto aos petropolitanos é sempre muito bom, renovador. É uma cidade que precisa estar no cenário político nacional pela sua importância histórica e cultural”, afirmou Dornelles, apontando o deputado estadual Bernardo Rossi como um dos mais atuantes parlamentares do Estado. “Não só Petrópolis, mas como toda a região, está bem representada na Alerj por Bernardo e esta parceria entre a população e este jovem deve continuar para trazer mais desenvolvimento”, defendeu Dornelles. O senador esteve acompanhado de lideranças do PP, como o vereador Thiago Damaceno, e do PSDB com a presença do presidente local do partido, Fred Procópio, e de Ramon Mello, candidato a deputado federal.

“É sempre uma honra receber Dornelles em nossa cidade pelo que ele representa na política nacional, por ser um ícone entre os homens públicos  e por ter enorme carinho por Petrópolis. O nosso governador Pezão não poderia ter um vice melhor do que Dornelles”, destacou Bernardo Rossi.
O senador falou ainda da importância de resgatar o título de residência oficial de veraneio da presidência da República, assunto debatido com o diretor do grupo Diário de Petrópolis, Paulo Antônio Carneiro Dias. “A tradição foi retomada em um breve momento em 93, no primeiro governo Fernando Henrique trazendo imensuráveis ganhos para a cidade, mas acabou sendo esquecida”, apontou. Dornelles, defendeu,  inclusive, que a prática seja adotada também pelo governador. “Reeleito, tenho a certeza que Luiz Fernando Pezão vai abraçar a ideia”, afirmou.

A alta carga tributária no país também foi assunto abordado na visita ao grupo Tribuna de Petrópolis. ”Os empresários de todos os setores querem mudanças. Elas são urgentes para que o país cresça não só economicamente, porque todas as áreas, inclusive as sociais, estão ligadas”, defendeu Francisco de Orleans e Bragança.  No Brasil, os cofres públicos recebem mais de um terço do PIB. “A redução da carga e o retorno dos impostos à população em serviços públicos precisam ser feitos, de imediato e simultaneamente”, apontou Dornelles, ressaltando o cenário favorável no Estado do Rio que o diferencia dos demais na captação de novos empreendimentos. Os investimentos, públicos e privados, anunciados para o período 2014-2016 superam os R$ 230 bilhões, de acordo com estudo da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan).   “A reeleição do governador Pezão é a garantia desse crescimento”, defendeu.

Nenhum comentário: