sábado, 12 de julho de 2014

Vereador Roni Medeiros quer mais qualidade no atendimento dos supermercados


Um projeto de lei apresentado pelo vereador Roni Medeiros (PTB) propõe melhorias no atendimento aos consumidores nos supermercados de Petrópolis. De acordo com a matéria em tramitação na Câmara, já aprovada em primeira discussão, o tempo de espera dos usuários nos caixas destes estabelecimentos não poderá ultrapassar 15 minutos. A proposta de Medeiros prevê algumas exceções. Em vésperas de feriado, feriados, sábados e domingos, o limite tolerado seria de 30 minutos, devido o aumento registrado nas vendas nestas datas. Se o dispositivo receber o sinal positivo do Legislativo também em segunda discussão, e a sanção do prefeito Rubens Bomtempo, os estabelecimentos terão 90 dias para se adaptar à normatização.

Para o vereador autor da proposta, o objetivo é criar mecanismos para aumentar a qualidade no atendimento nos supermercados, uma vez que é inaceitável o tempo que diversas pessoas têm que gastar em filas, perdendo horas do seu dia para fazer compras. O projeto prevê ainda que os clientes recebam uma senha de atendimento ao chegarem nas filas, onde constará data e horário, para a comprovação do tempo de espera.

“O descaso com os clientes dos supermercados está cada vez maior, tendo em vista que as grandes empresas aumentam os seus períodos de atendimento e reduzem o número de funcionários”, ressaltou o vereador, lembrando que com esta lei em vigor, os mercados deverão contar com um número maior de funcionários, permitindo assim que estes possam oferecer uma prestação de serviço mais qualificada.

A proposta tem como amparo a mesma legislação já existente em nosso município com relação às agências bancárias, sancionada pelo próprio prefeito Rubens Bomtempo em 2001.

Um comentário:

Diego Moraes disse...

E no inicio do mês quando as pessoas recebem seus salários e vão todos as compras, fazendo que aumente o número de pessoas nos estabelecimentos? Isso é mais uma lei de quem não tem o que fazer na câmara. Agora se houvesse uma ação coordenada com o Ministério do Trabalho, junto com Procon e Sindicatos, valeria mais a pena do que isso que mais uma lei para não ser cumprida, do mesmo modo a do tempo estimado nos bancos. Desculpa Vereador, os supermercados não contrata nem caixa suficiente, imagine contratar alguém para produzir provas contra si mesmo,dando comprovante da hora que entrou na fila e da hora que foi atendido.