segunda-feira, 16 de junho de 2014

ELEIÇÕES: PSOL oferece opção de esquerda com três nomes ligados a Petrópolis


Em convenção eleitoral estadual do Rio de Janeiro, o PSOL oficializou as candidaturas majoritárias e proporcionais do partido. Entre os principais nomes, estão o professor petropolitano Tarcísio Motta, candidato ao governo estadual, e o diretor do Sintuff, Pedro Rosa ao Senado Federal. Principal puxador de votos para a Assembleia Legislativa do Rio, o deputado estadual Marcelo Freixo anunciou sua candidatura à reeleição, defendendo uma campanha que dialogue com os insatisfeitos com os atuais governos, Abel de Paula confirmou seu nome na disputa por uma cadeira na Câmara Federal pelo PSOL de Petrópolis a dobradinha local será com Alex Dias que disputou o último pleito pelo partido como candidato a prefeito em 2012 e estará na briga por uma vaga na Alerj. 

Em discurso, o candidato Tarcísio Motta se apresentou como uma alternativa contrária aos outros candidatos ao governo que, na sua opinião, são todos "Cabrais", fazendo referência ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

Abel de Paula destacou a importância do voto útil para Região Serrana: 

— Petrópolis hoje vive um momento difícil, sem voz em Brasília nenhum governante terá condições e recursos para resolver os graves problemas da cidade, mas precisamos de representantes que não tenham medo de colocar os pés na água da enchente, que além de fiscalizar o governo federal e debater pautas nacionais mantenham uma relação próxima com seu reduto eleitoral e direcione para sua região os recursos que tanto precisa.

O PSOL hoje oferece a Petrópolis à possibilidade de pela primeira vez ter um petropolitano como governador do estado, e como representante em Brasília desta região que amo terei a coragem de lutar por mudanças e justiça social, mesmo que para isso, precise usar o mandato para estar entre a população e as oligarquias que ainda dominam a política petropolitana e à décadas sobrecarregam e engessam a máquina pública. 

Nenhum comentário: