terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Itaú oferece vagas para Jovem Aprendiz em Petrópolis, RJ



Buscando aprimorar o seu processo de seleção e desenvolvimento de talentos, o programa Jovem Aprendiz Itaú 2015 oferece a oportunidade do primeiro emprego para jovens de Petrópolis que precisam se capacitar para o mercado de trabalho.

Com duração de até dois anos, o programa tem jornada de trabalho de até seis horas diárias e mais de 600 horas de capacitação teórica (treinamentos com o intuito de capacitar jovens para atuação na área financeira). As vagas estão disponíveis para todo o Brasil nas mais de quatro mil agências do banco espalhadas pelo país.

O processo seletivo para o programa de Jovem Aprendiz 2015 contempla a análise dos currículos cadastrados no site, dinâmica em grupo ou entrevista coletiva, bem como entrevista individual ou coletiva com o gestor da área. Mais informações no site https://www.itau.com.br/carreira.

Diariamente, são contratados em média quatro jovens para o programa de aprendizagem em todo o Brasil, o que representa mais de mil novos jovens aprendizes por ano. “Estamos continuamente em busca de talentos, de jovens inquietos e curiosos. Torná-los parte do nosso time é oferecer condições de crescimento e de muito conhecimento”, explica Sergio Fajerman, diretor da área de Pessoas do Itaú Unibanco.
Leia mais...

UCP terá novo vestibular no sábado

Inscrições, com oportunidades para todos os cursos, podem ser realizadas até o dia 28



Ainda é possível ingressar na UCP neste semestre. Para oportunizar o ingresso de novos alunos, a Instituição abriu uma nova data para a realização do vestibular: a prova vai acontecer no sábado, dia 31 de janeiro. As inscrições podem ser realizadas até quarta-feira, 28, no site www.ucp.br.

Os candidatos poderão concorrer à vagas para quase todos os cursos de graduação da Universidade, sendo eles: Direito, Biomedicina, Fisioterapia, Educação Física, Psicologia, Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Marketing, Relações Internacionais, Arquitetura e Urbanismo, Filosofia, História, Letras e Pedagogia (nas modalidades presencial e à distância). As Engenharias Civil, Mecânica e de Produção abrem vagas somente para o turno manhã/tarde. 

A UCP é a maior universidade privada do interior do Estado do Rio de Janeiro. Fundada em maio de 1953, foi a primeira Instituição de ensino superior instalada em Petrópolis. Hoje, além de ofertar 23 cursos de graduação, possui quatro mestrados e um doutorado.
Leia mais...

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Petrópolis: Debate sobre aumento do número de vereadores gera polêmica



Entre as principais lideranças do PSOL em Petrópolis, Alex Dias, candidato a prefeito em 2012 e a deputado estadual em 2014, lançou nos principais grupos de debate do facebook uma polêmica sobre a possibilidade de aumento no número de cadeiras na Câmara Municipal, já para as eleições 2016. 

Ao final desta matéria você pode conferir o post na integra, mas para ajuda-los a refletir sobre o assunto pesquisei e selecionei um texto interessante sobre o tema e me abstenho nesta primeira publicação. 

1. O Princípio da anterioridade no Processo eleitoral
A nossa Carta Constitucional assim versa:

Art. 16. A lei que alterar o processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência. (Redação dada pela Emenda Constitucional n° 4, de 1993).
Da simples leitura do texto e das reiteradas decisões de nossa corte maior o STF conclui-se sem dificuldades que o mês de setembro se constitui no limite para alterações que guardem relação com o pleito de 2012 (eleições municipais) e no caso de nossas atenções os Vereadores.

2. A Emenda constitucional 58/2009 tão debatida estabeleceu os seguintes parâmetros:

2.1. Número de Vereadores (Limite de Vereadores por habitantes)

N° de Vereadores (máximo)
Faixa populacional habitantes
9 (nove)Até 15.000
11 (onze)Mais de 15.000 até 30.000
13 (treze)Mais de 30.000 até 50.000
15 (quinze)Mais de 50.000 até 80.000
17 (dezessete)Mais de 80.000 até 120.000
19 (dezenove)Mais de 120.000 até 160.000
21 (vinte e um)Mais de 160.000 até 300.000
23 (vinte e três)Mais de 300.000 até 450.000
25 (vinte e cinco)Mais de 450.000 até 600.000
27 (vinte e sete)Mais de 600.000 até 750.000
29 (vinte e nove)Mais de 750.000 até 900.000
31 (trinta e um)Mais de 900.000 até 1.050.000
33 (trinta e três)Mais de 1.50.000 até 1.200.000
35 (trinta e cinco)Mais de 1.200.000 a 1.350.000
37 (trinta e sete)Mais de 1.350.000 até 1.500.000
39 (trinta e nove)Mais 1.500.000 até 1.800.000
41 (quarenta e um)Mais de 1.800.000 até 2.400.000
43 (quarenta e três)Mais de 2.400.000 até 3.000.000
45 (quarenta e cinco)Mais de 3.000.000 até 4.000.000
47 (quarenta e sete)Mais de 4.0000 até 5.000.000
49 (quarenta e nove)Mais de 5.000.000 até 6.000.000
51 (cinqüenta e um)Mais de 6.000.000 até 7.000.000
53 (cinqüenta e três)Mais de 7.000.000 até 8.000.000
55 (cinqüenta e cinco)
Mais de 8.000.000

2.2. Percentual sobre a receita do município (duodécimos)

% sobre as receitas (repasses)População habitantes
7% (sete)Até 100.000
6 % (seis)Entre 100.000 e 300.000
5 % (cinco)Entre 300.001 e 500.000
4,5 (quatro e meio)Entre 500.001 e 3.000.000
4 (quatro)Entre 3.000.001 e 8.000.000
3,5 (três e meio)Acima de 8.000.001

3. Conclusões

FALÁCIAS

3.1  Constitui-se em falácia os argumentos de que o aumento no número de vereadores causará aumento de despesa pública. Ora, os repasses de recursos às Casas legislativas não estão atrelados ao número de edis e sim à população do município conforme demonstrado no item 2.2 acima;

3.2  Não se nos afigura razoável entender  Imoral o aumento das vagas de Vereadores, pois este fato já está consentido (previsto) em nossa Constituição Federal e a Carta Magna não prevê imoralidades;

VERDADES

3.3  O aumento no número de edis não é obrigatório e sim uma prerrogativa do Poder Legislativo Municipal, porém dentro dos parâmetros constitucionais;

3.4   O prazo para as mudanças do número de cadeiras nas Câmaras é improrrogável para a legislatura de 2017 a 2020;

3.5  Se os subsídios dos Vereadores já estiverem em seu conjunto alcançando o limite orçamentário, o limite dos 5% da receita municipal ou aquele dos 70% com folha de pagamento (limites previstos na Constituição Federal) ajustes terão que ser feitos, pois do contrário, problemas de natureza legal poderão atingir a gestão da Casa Legislativa Municipal ou submeter os Vereadores a subsídios em valores indesejados.

Crédito:
Will Ferreira Lacerda
Mestre em Gestão Pública
Técnico do TCE/PE
Professor de pós-gradução
Co-autor do livro Vereadores

Clique na imagem para ampliar




Leia mais...

domingo, 25 de janeiro de 2015

Cenário político para 2016 começa a ser desenhado em Petrópolis



Ao contrário do que muitos querem fazer parecer o jogo do poder não é tão complexo, o objetivo final é o mesmo, mas os interesses políticos e pessoais de cada um desses ‘personagens’ durante o processo pode mudar o curso das eleições 2016.
No último post comentei a possível participação de três figuras carimbadas da política local no próximo pleito, Leandro Sampaio, Paulo Mustrangi e Rubens Bomtempo. Para ler a matéria basta um clique aqui.

BERNARDO ROSSI

Para começar é impossível falar em Bernardo Rossi sem comentar a ascensão do PMDB petropolitano, hoje braço forte do PMDB que governa o estado desde os longínquos tempos da ‘tribo’ Garotinho, passando pelo clã Picciani e desaguando o poder nas mãos de Sérgio Cabral e Pezão.

Com três vereadores, sendo Paulo Igor Carelli pela terceira vez consecutiva presidente da Câmara Municipal e um deputado estadual reeleito com votação histórica que acaba de assumir a Secretaria de Estado de Habitação, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro desponta como principal adversário do prefeito Rubens Bomtempo (PSB) ou quem este indicar, na disputa pela manutenção do poder.

O grande enigma para os próximos meses é saber como se comportará o partido diante dos embates entre executivo e legislativo, o clima por enquanto é de ‘anuncio de guerra’. Caso o PMDB decida antecipar a disputa para causar ainda mais desgaste a torre de cartas do PSB local a disputa será ainda mais emocionante para quem acompanha os bastidores do poder.

MARCUS VINÍCIUS E CRISTIANE BRASIL

Partido que em minha opinião viabilizou a reeleição do peemedebista Paulo Igor no comando do legislativo, o PTB presidido nacionalmente pela deputada federal petropolitana Cristiane Brasil e no estado pelo deputado estadual Marcus Vinícius (Neskau) pode ser decisivo mais uma vez na disputa pelo poder em 2016. Com dois vereadores e um nome pronto para consolidar o projeto do partido no município – Marcus Von Seenhausen presidente municipal da sigla – o partido do poderoso ex-deputado Roberto Jefferson ainda não sinalizou se pretende entrar na disputa com um candidato próprio, mas caso a decisão seja por uma aliança, aposto um picolé de guabiroba como a decisão será tomada com um bom cálice de Vinho do Porto no mais famoso palácio da política estadual.

HUGO LEAL

Habilidoso em Brasília, o deputado federal Hugo Leal reeleito ano passado pelo PROS vem desde 2008 (Marcos Novaes e Ronaldo Medeiros) abraçando candidatos derrotados nas disputas municipais, também fica a expectativa se em 2016, um dos mais promissores políticos do estado colocará seu nome a disposição da população petropolitana.

Com uma boa imagem e muito querido principalmente entre os católicos, Hugo Leal será uma peça importante em qualquer arco de alianças.

FRED PROCÓPIO e RAMON MELLO

O PSDB de Petrópolis ressurge para disputa pelo poder em 2016 revigorado após a injeção de ânimo e de votos de Aécio Neves na cidade e com o garoto de ouro da tucanada, Fred Procópio atual presidente da sigla, considerado por muitos, umas das principais esperanças de renovação da política petropolitana.

Apadrinhado pelo experiente deputado estadual Luiz Paulo Corrêa – vice-governador na gestão Marcello Alencar (1995 e 1998) – Fred ao lado de Ramon Mello, candidato a deputado federal no último pleito e ex-presidente da sigla terá a missão de preparar o partido e principalmente uma nominata capaz de levar o PSDB novamente ao poder. Em entrevista ao nosso blog, Fred declarou em primeira mão que o PSDB petropolitano terá candidato próprio a prefeito em 2016.

De certo, apenas a já anunciada posição de lideranças tucanas que afastaram qualquer possibilidade de aliança do PSDB com o governo socialista em Petrópolis, o que mostra que além de renovado o partido segue com coerência a linha traçada nas eleições 2014 que levou a sigla a conquistar o voto de confiança de mais de 100 mil petropolitanos.


Continua na próxima semana... Fique ligado!
Leia mais...

Figuras conhecidas podem entrar na disputa pela prefeitura em 2016


Para a maior parcela da população mal acabou o período eleitoral, mas para quem vive e respira a política nos bastidores 2015 é o início de uma complexa partida de xadrez. Para esta primeira publicação escolhi comentar a movimentação de três figuras emblemáticas da política municipal, homens que juntos somam 20 anos de mandato a frente da Prefeitura de Petrópolis  e que direta ou indiretamente não deixaram o jogo do poder. 

Como cidadão, não é simples me despir de meus sentimentos e vaidades em relação à condução da cidade no período em que cada um esteve à frente da prefeitura, mas Leandro Sampaio, Paulo Mustrangi e Rubens Bomtempo (em ordem alfabética) ganham agora um espaço especial no melhor momento desta página desde sua criação em 2010. 

Leandro Sampaio pode entrar na 
disputa em 2016

Na última semana encontrei em Corrêas o ex-deputado Leandro Sampaio e na praça entre os jogadores de cartas e crianças brincando rapidamente começou a se formar um aglomerado de figuras conhecidas do seu reduto político, radialistas, jornalistas, líderes comunitários e claro, os bons e velhos cabos eleitorais do governo do seu maior desafeto político. 

Leandro passeou pelo mercado, cumprimentou algumas pessoas, mas nada muito expressivo, mas o detalhe interessante foi o mesmo comentário partindo de pessoas posicionadas em lados opostos da política, ‘o homem quer disputar as eleições 2016’. 

Verdade ou não, conhecendo o perfil do eleitor petropolitano onde ‘figurinha repetida completa álbum’ eu não duvido que este grande articulador político diante do desgaste do governo de seu principal rival decida participar do processo. Leandro Sampaio foi vice-prefeito de Petrópolis (1989-1992) no mandato de Paulo Monteiro Gratacós, deputado estadual (1996-1997 e 2003-2007) e prefeito de Petrópolis (1997-2000) tendo como vice-prefeito Ricardo Francisco (irmão do ex-deputado federal Roberto Jefferson). Em 2006, foi eleito deputado federal e peça fundamental em 2008 na eleição do ex-prefeito Paulo Mustrangi (PT) com quem governou por mais de três anos. Em 2010 foi candidato a deputado estadual novamente, mas desta vez não conseguiu se eleger.

E em outubro, será feita a corrida final para filiação nos partidos que cada pessoa desejar se lançar candidato. O prazo final é até um ano antes do pleito, ou seja, as trocas e as filiações partidárias podem acontecer até quatro de outubro.

Paulo Mustrangi deixa o PT e pode 
voltar ao cenário político

Para não perder o fio da meada em 1998, o sindicalista Paulo Mustrangi foi candidato a deputado estadual. Em 2000, começa uma aliança entre o PSB de Rubens Bomtempo e o seu partido, PT que indicou Márcio de Souza como vice. 

O partido elegeu dois vereadores e então Mustrangi tornou-se presidente da Câmara Municipal de Petrópolis. Em 2002, candidato a deputado estadual conseguiu a primeira suplência, mas assumiu por um curto período o mandato. Em 2004, pela primeira vez, candidato a prefeito ficou na terceira colocação, na mesma disputa Rubens Bomtempo foi reeleito e Leandro Sampaio amargou mais uma derrota na disputa pela prefeitura.

Em 2006, novamente candidato a deputado estadual, em meio aos escândalos nacionais que enfrentou o PT, Paulo Mustrangi conquistou 20 mil votos, Secretário durante o segundo mandato de Bomtempo, foi o impulso que faltava para ser eleito em 2008, com 110 mil votos. O ex-petista perdeu a reeleição com cerca de 45 mil votos e sua última participação foi na corrida por uma vaga na Alerj em 2014 quando deixou a disputa com os surpreendentes 12.203 votos. 

Na última quarta (14) o ex-prefeito me ligou para comunicar sua saída do PT e não esta descartada sua volta ao cenário político por outro partido ainda não definido.

Rubens Bomtempo é uma 
incógnita para 2016

Com a perda de Paulo Rattes, Rubens Bomtempo é em minha opinião o único político capaz de ensinar o ‘padre-nosso ao vigário’ – e isso não o torna invencível, – mas sim um adversário a ser respeitado. 

Filho do ex-prefeito e deputado estadual, Rubens Bomtempo. Iniciou a vida pública como diretor do antigo Pronto Socorro; foi vereador e primeiro secretário da Câmara. Conquistou dois mandatos como prefeito, governando Petrópolis de 2001 a 2008. Bomtempo deixou a prefeitura enfrentando duras críticas em seu segundo mandato e seguiu em direção às eleições 2010 desacreditado, mas conquistou os surpreendentes 35.957 votos na disputa para deputado estadual.

Sem muito alarde até o início da corrida eleitoral, o então ex-prefeito iniciou uma disputa considerada perdida onde enfrentou dois candidatos de partidos poderosos, PT que naquele momento governava a cidade e o país e PMDB que governava o estado. Em meio a um imbróglio que por pouco não mudou a disputa no segundo turno Bomtempo conquistou seu terceiro mandato. 

É impossível não dizer que Petrópolis vive uma crise, mas minha função aqui é pensar com a cabeça e não com o estômago, e sei que poucos homens conhecem e sabem usar a força da máquina pública como o atual prefeito, mas avalio também que seu empenho durante a corrida presidencial na coordenação da campanha dos candidatos de seu partido Eduardo Campos e depois Marina Silva tiveram um alto custo político. E por mais experiente que seja não é simples reorganizar uma cidade em apenas dois anos sem o apoio do governo federal e do governo estadual.

O PSB vai se organizar em torno de Rubens Bomtempo e uma (possível) nova candidatura à reeleição, mas vários fatores podem influenciar mesmo durante o período pré-eleitoral e mudar esses planos. No momento a única coisa que posso afirmar é que teremos pela frente a maior eleição de todos os tempos. 

Leia mais...

sábado, 24 de janeiro de 2015

Falta d'água vira uma triste rotina para muitas famílias petropolitanas



A falta de chuvas que servem para diminuir o calor e também normalizar os nossos mananciais de abastecimento de água transformou o verão em um grande drama para muitas famílias petropolitanas. O clima seco e a estiagem trouxe a tona novamente outro problema, a falta de água. Em alguns bairros da cidade, como no caso da Mosela, Nogueira – Águas Lindas e Vila Rica, residências que ficam em locais mais altos já sofrem com a falta de água. 

Segundo a concessionária Águas do Imperador, os dois sistemas de abastecimento de reforço, da Ponte de Ferro e Rio da Cidade, que aumentam em 30% o abastecimento, estão sendo utilizados devido a estiagem, no entanto eles afirma que estão conseguindo manter o abastecimento regular. Em nota, enviada pela assessoria de imprensa, eles ressaltam que “a falta de chuvas afeta a produção de água, pois as chuvas são consideradas a principal recarga dos mananciais da cidade, e que os sistemas complementares (Ponte de Ferro e Rio da Cidade) já deveriam estar fora de operação nesta época do ano”. 

Segundo nota enviada a imprensa, a empresa está enviando caminhões-pipa, que retiram água dos reservatórios, para os locais onde esteja ocorrendo falta de pressão, para que ocorra o abastecimento durante o dia, já que o elevado consumo nas partes baixas dos bairros despressuriza as partes altas. 

Somada a essas operações, continuam operando a interligação dos sistemas de abastecimento, deslocando água entre o Centro e os distritos, a fim de aumentar a vazão e disponibilizar mais água nos locais de maior necessidade. Os sistemas produtores e os níveis dos reservatórios são monitorados 24 horas por dia no Centro de Controle Operacional (CCO) da concessionária.

Hora de economizar

A nota pede ainda que os petropolitanos utilizem a água de forma consciente. A população deve ser alertada quanto à importância do uso racional da água, utilizando-a de forma adequada, pois a quantidade de água utilizada diariamente tende a aumentar em épocas de calor excessivo. 

Mais esclarecimentos sobre consumo e abastecimento podem ser obtidos através do telefone 115, no site da concessionária (www.aguasdoimperador.com.br), ou diretamente nas Centrais de Atendimento Comercial do Centro (Rua Irmãos D’Angelo, 52) e de Itaipava (Estrada União e Indústria, 10126, no Arcádia Mall).

Com informações do jornal Tribuna de Petrópolis

Leia mais...

PTB LANÇA MOVIMENTO TRABALHISTA LEONEL BRIZOLA DURANTE SOLENIDADE NA ALERJ



Na última quinta-feira (22/01), dia em que o ex-governador Leonel Brizola completaria 93 anos, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) lançou o Movimento Trabalhista Leonel Brizola, que será comandado pelo então amigo e braço-direito do político, Jecy Sarmento. A solenidade, realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio pelo presidente estadual do partido, deputado Marcus Vinícius, contou com a presença dos netos de Brizola, o deputado federal Carlos Brizola Neto (PDT-RJ) e Maria Inês Brizola, além de Luiz Francisco Corrêa Barbosa, representando a presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil, trabalhistas, brizolistas e correligionários. “Em uma data tão importante, lançar um movimento que traz de volta as raízes brizolistas para o partido onde Leonel começou sua história política é uma honra para o PTB. Acredito que entre tantas realizações, a maior delas foi na área educacional e é preciso resgatar o pensamento de Brizola de que apenas a educação muda a sociedade. O movimento é a base para a proposição e busca de ações concretas que sejam aplicadas em benefício de nosso País”, afirmou o deputado Marcus Vinícius.

Segundo a vice-presidente do movimento, Terezinha Sarmento, há 15 anos o projeto é idealizado e, a partir do seu lançamento, já conta com os nomes definidos para a sua composição, além de reuniões previstas para desenvolver trabalhos. "É fundamental olhar para os trabalhadores que hoje estão sem perspectivas, convivendo com greves. Ainda mais dentro de um partido trabalhista antigo. Acreditamos que o movimento será muito respeitado no Brasil", ressaltou. O presidente Jecy Sarmento, que durante o evento comunicou sua filiação ao PTB, acompanhou Leonel Brizola desde que o líder foi secretário de Obras no Rio Grande do Sul. "Queremos conquistar brizolistas em todo o território nacional, começando pelo Rio", garantiu. Neta do homenageado, Maria Inês Brizola destacou o significado da iniciativa para manter viva a memória de seu avô. "Precisamos levar as ideias de meu avô para frente, resgatá-las, reunindo os brizolistas perdidos pelo país. Ele tinha o foco voltado para a educação, que deve ser a base para que um país prospere. Como aluna de uma escola pública posso afirmar que se nada for feito em breve estaremos ainda piores. Precisamos investir na Educação e teremos o retorno positivo na sociedade", disse a jovem.

“Todos conhecem bem a importância de Leonel Brizola como figura política . Afinal, este homem que um dia foi lançado na vida pública por Getúlio Vargas, foi o único político eleito pelo povo para governar dois estados diferentes: o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. Foram muitas as realizações na história de Brizola, em especial no Rio, como a Universidade Estadual do Norte Fluminense, o início da construção da Via Expressa Presidente João Goulart (a Linha Vermelha) ou a construção de um espaço definitivo para os desfiles das escolas de samba com a construção da Passarela do Samba Darcy Ribeiro, conhecida em todo o mundo como o “Sambódromo”. Mas acredito que o maior legado de Brizola se deu com o projeto dos Centros Integrados de Educação Pública, os Cieps. Os “Brizolões”, como planejados, faziam parte de um projeto visionário de assistência em tempo integral a crianças, com atividades recreativas e culturais, em período integral, refeições completas, além de atendimento médico e odontológico. Muitos alunos poderiam estar amparados com qualidade. E é para resgatar esses ideais, e buscar ações concretas em benefício de nosso País que lançamos esse movimento”, explicou o parlamentar Marcus Vinícius.
Leia mais...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Petrópolis: Carro é roubado na Estrada das Arcas



Um carro modelo Gol da cor verde, placa  LAO - 2527 Rio de Janeiro, foi roubado nesta madrugada na Estrada das Arcas, na rua Alameda Aclimação. De acordo com a esposa do proprietário do veículo, Joseli Santos de 28 anos, o carro estava na garagem da casa. "Quando meu marido acordou por volta das 7h para trabalhar, viu que o carro não estava mais lá", relatou Joseli. Segundo ela, o vizinho possuí câmeras de segurança no local, e nas imagens, ele identificou dois suspeitos que saíram de um carro branco, invadiram a garagem e levaram o veículo. O caso está sendo registrado na 106ª Delegacia de Polícia, em Itaipava. 


Leia mais...

Decisão da justiça no‘Caso Bradesco’ não ganha destaque em Petrópolis



A matéria publicada ontem (22) neste blog sobre a decisão da justiça em relação ao ‘Caso Bradesco e a condenação do prefeito de Petrópolis Rubens Bomtempo’ que teve negados os recursos gerou grande repercussão nas mídias sociais, apenas nesta página foram mais de 9 mil visualizações sem contar twitter, g+, facebook – página, grupos, perfis etc. 

Acordar e ver que o caso que pode deixar de fora das eleições 2016 o mais importante e poderoso político da Cidade Imperial não ganhou destaque nos principais jornais impressos e portais de notícias locais não me surpreende, afinal o meu blog não é sério, o meu blog não é imparcial, o meu blog não tem respeito pelos leitores e não cumpre um dos principais preceitos do jornalismo, mas que não preciso escrever, que tipo de lição um blog sensacionalista pode dar a grande imprensa petropolitana? 

‘É melhor morrer de pé do que viver de joelhos’ – E.Z

Leia mais...

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Bomtempo tem recursos negados no ‘caso Bradesco’ e pode ficar fora das eleições 2016



EDUARDO FERREIRA e MAURÍCIO BORGES: Foram publicadas hoje (22/1/2015), no "Diário da Justiça", as decisões da Terceira Vice-Presidência do TJ-RJ que não admitiram os Recursos (Especial e Extraordinário) que o banco BRADESCO e prefeito de Petrópolis, RJ, RUBENS BOMTEMPO, ajuizaram contra a condenação de segunda instância no processo aberto pelo Ministério Público Estadual com base no relatório feito pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Rubens Bomtempo, foi condenado pela 1ª Câmara Cível por improbidade administrativa e dano ao erário (dinheiro) público. Ele é acusado de contratar o Banco Bradesco para fazer o pagamento dos servidores municipais sem a realização de processo licitatório e de não esclarecer onde foram investidos os R$ 5 milhões recebidos de contrapartida. Em entrevista coletiva quando divulgada a condenação, o prefeito afirmou que a cidade não teve prejuízo financeiro e que a verba foi aplicada na obra do Centro Histórico. Bomtempo decidiu recorrer da decisão.

O relatório feito pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) indica irregularidades na troca do Banco do Brasil, responsável pela folha de pagamento até 2006, pelo Bradesco. O problema seria a falta de um processo de concorrência pública, o que, segundo Bomtempo, não era necessário na época.

O MP não pediu a perda da função pública (já que na época, Bomtempo não exercia cargo público), ou seja, mesmo condenado e com os recursos negados, Bomtempo poderá cumprir seu mandato como prefeito. Se mantida a pena, ele ficará sete anos inelegível, entre outras penalidades. Agora, resta ao prefeito e ao Banco Bradesco o caminho mais árduo, o Agravo de Instrumento - recurso interposto, em regra, contra decisões interlocutórias - para o STJ e para o Supremo Tribunal Federal.

Para quem quiser acompanhar o caso, o número do processo (que teve origem na Ação Popular de autoria do ex-vereador PAULO PIRES) é: 0050510-37.2010.8.19.0042. Vale lembrar o ocorrido durante a campanha eleitoral, onde o atual prefeito concorreu com uma liminar aguardando julgamento de outro processo do não recolhimento do INSS de funcionários da COMDEP. O Tribunal Regional Eleitoral cassou o registro da candidatura a prefeito de Petrópolis de Rubens Bomtempo, do PSB, por cinco votos a zero. 

Leia a matéria do blog: AQUI
Publicação: processo AQUI

À conta de tais fundamentos, DEIXO DE ADMITIR ambos os Recursos Especiais, eis que a pretensão de simples reexame de prova não enseja recurso especial nos termos da Súmula 7-STJ, bem como, sob o fundamento de que inexistiu ofensa ao art. 535, II, do CPC, eis que o Tribunal se pronunciou de forma clara e suficiente sobre a questão posta nos autos, estando o decisum devidamente fundamentado, e ainda, ante a falta de comprovação do alegado dissídio jurisprudencial, e DEIXO DE ADMITIR o Recurso Extraordinário, ante a impossibilidade de violação oblíqua a Constituição Federal.

Publique-se.

Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2015.
Desembargadora NILZA BITAR
Terceira Vice-Presidente


Leia mais...

Câmara Municipal de Petrópolis define Comissões Permanentes para 2015/2016



No total são 15 comissões permanentes que terão mandato de dois anos

As lideranças partidárias da Câmara Municipal de Petrópolis se reuniram na tarde desta terça-feira (21/01), e cumprindo dispositivo regimental, definiram os membros das comissões permanentes para o biênio 2015/2016. Os membros das comissões se reuniram e definiram presidentes, vices e vogais.

As Comissões Permanentes têm por objetivo apreciar os assuntos ou proposições submetidas ao seu exame e sobre eles emitir parecer ou opinar, assim como exercer o acompanhamento dos planos e programas de governo e fiscalização orçamentária do Município, no âmbito dos respectivos campos temáticos e áreas de atuação.

Cabe ainda, às comissões, de acordo com o Regimento Interno da Casa Legislativa, discutir e votar as proposições que lhe forem distribuídas; realizar audiências públicas com entidades da sociedade civil; convocar Secretário do Município ou Diretor de Órgão da Administração indireta ou fundacional para prestar, pessoalmente, informações sobre assunto previamente determinado; entre outras. A Câmara Municipal conta atualmente com 15 comissões que ficaram assim constituídas:

Comissão de Justiça e Redação
Presidente: Ronaldo Ramos
Vice-Presidente: Silmar Fortes
Vogal: Osvaldo do Vale – Vadinho

Comissão de Finanças e Orçamento
Presidente: Marcos Montanha
Vice-Presidente: Thiago Damaceno
Vogal: Anderson Juliano

Comissão de Desenvolvimento Econômico e Obras
Presidente: Ronaldão
Vice-Presidente: Osvaldo do Vale - Vadinho
Vogal: Marcos Montanha

Comissão de Serviços Públicos, Servidores Públicos e Segurança Pública
Presidente: Meirelles
Vice-Presidente: Luizinho Sorriso
Vogal: Pastor Sebastião

Comissão de Cultura, Esporte, Turismo, Lazer, Títulos e Honrarias
Presidente: Jorge Martins – Jorginho Banerge
Vice-Presidente: Maurinho Branco
Vogal: Luizinho Sorriso

Comissão de Defesa dos Direitos Humanos
Presidente: Pastor Sebastião
Vice-Presidente: Anderson Juliano
Vogal: Silmar Fortes

Comissão de Assuntos Comunitários e Defesa do Consumidor
Presidente: Thiago Damaceno
Vice-Presidente: Meirelles
Vogal: Maurinho Branco

Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente
Presidente: Luizinho Sorriso
Vice-Presidente: Ronaldão
Vogal: Jorge Martins – Jorginho Banerge

Comissão de Defesa da Educação
Presidente: Anderson Juliano
Vice-Presidente: Gilda Beatriz
Vogal: Luzinho Sorriso

Comissão de Defesa da Saúde
Presidente: Silmar Fortes
Vice-Presidente: Gilda Beatriz
Vogal: Ronaldo Ramos

Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso
Presidente: Gilda Beatriz
Vice-Presidente: Luizinho Sorriso
Vogal: Roni Medeiros

Comissão de Transporte Público e Mobilidade Urbana
Presidente: Maurinho Branco
Vice-Presidente: Jorge Martins – Jorginho Banerge
Vogal: Roni Medeiros

Comissão de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável
Presidente: Osvaldo do Vale - Vadinho
Vice-Presidente: Pastor Sebastião
Vogal: Silmar Fortes

Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Política Agrícola, Política Urbanística e Habitação
Presidente: Roni Medeiros
Vice-Presidente: Osvaldo do Vale - Vadinho
Vogal: Luizinho Sorriso
Leia mais...

Lewandowski mantém corte de ponto de professores grevistas de Petrópolis, RJ.



O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, negou pedido de liminar do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro (Sepe/RJ) contra decisão que declarou abusiva a greve promovida por professores da rede pública de Petrópolis (RJ) em 2014. O Tribunal de Justiça do estado autorizou o corte do ponto dos professores que participaram do movimento.

Lewandowski avaliou que o corte de ponto, determinado com base na Lei de Greve, não contraria o entendimento do STF no sentido de garantir aos servidores públicos o exercício do direito de greve, estabelecido na Constituição da República.

A paralisação ocorreu 4 de setembro e 1º de outubro de 2014 e foi interrompida por determinação do TJ-RJ, para que fossem iniciadas novas rodadas de negociações. O sindicato alegava, entre outros aspectos, que o corte afronta decisões do STF nos Mandados de Injunção (MIs) 670, 708 e 712, nos quais o Supremo reconheceu o direito de greve dos servidores. A entidade pedia a suspensão da decisão do Tribunal de Justiça carioca e a devolução do dinheiro retido — através de folha suplementar de pagamento.

O ministro (foto) negou a liminar por não ter constatado, em exame preliminar, “a necessária plausibilidade jurídica do pedido”. Ele observou que a Reclamação não parece enquadrar-se em nenhuma das hipóteses previstas para esse tipo de ação – preservar a competência do STF e garantir a autoridade de suas decisões.

Lewandowski assinalou que, nos Mandados de Injunção mencionados pelo sindicato, o Supremo determinou a aplicação da Lei de Greve a todos os conflitos e ações judiciais que tratem do exercício do direito de greve pelos servidores públicos, até que haja lei específica aprovada pelo Legislativo.

Recurso incompetente
No caso, porém, entendeu que a decisão de cortar o ponto não parece ter afastado a possibilidade do exercício do direito de greve. “O Tribunal de Justiça fluminense procedeu, em juízo cautelar, ao exame da legitimidade do movimento paredista à luz dos requisitos e limites estabelecidos na Lei de Greve”, explicou.

Na avaliação do ministro, a reclamação parece refletir o inconformismo do sindicato com a interpretação dada pelo TJ-RJ à Lei de Greve (Lei 7.783/1989). “Todavia, essa discordância deve ser deduzida na instância recursal competente”, destacou. Lewandowski lembrou, ainda, que o Plenário do STF já assentou a inviabilidade da utilização da Reclamação para discutir especificamente o corte de ponto. Com informações da assessoria de imprensa do STF.

RCL 19511

fonte: ConJur
Leia mais...

Vereadores querem que reajuste de passagens seja votado



Com o objetivo de ampliar o debate sobre o aumento das passagens e dar transparência ao processo utilizado para o cálculo do percentual  a ser aplicado , a Câmara de Vereadores está propondo  uma emenda a Lei Orgânica do Município para que o aumento na tarifa de transportes passe a ser feito por meio de projeto de lei. Com isso o percentual de reajuste, atualmente aplicado por meio de decreto do Executivo, terá de ser aprovado pelos parlamentares, passando por votação em plenário.  O projeto que tem o apoio do presidente da Casa Paulo Igor (PMDB), foi apresentado pelo vereador Anderson Juliano (PT).

“A intenção da Câmara com esta emenda é ampliar o debate sobre o aumento das passagens. A emenda propõe que o Executivo envie à Câmara não somente  as planilhas de custos, como acontece hoje, mas também todos os documentos que mostrem a base cálculo utilizada para elaborar a planilha e todos os elementos que foram usados nesta composição.  O reajuste da passagem causa um grande impacto na vida das famílias e em toda economia da cidade. É importante que haja transparência neste processo e a garantia de que o assunto seja amplamente debatido antes que o aumento entre em vigor. Desta forma evitaremos  que a população seja pega de surpresa, como aconteceu recentemente ”, explica Paulo Igor, lembrando que a transparência no processo contribuirá para um reajuste justo. Durante sua fala, o presidente Paulo Igor  lembrou que hoje a Câmara espera conseguir por meio de recurso  judicial reverter o aumento de 14,29%, que elevou, por meio de um decreto do prefeito Rubens Bomtempo, o preço das passagens de R$ 2,80 para R$ 3,20.

A proposta de emenda, apresentada na primeira sessão plenária após o recesso, recebeu o apoio do presidente da Comissão de Transportes, Maurinho Branco (SDD), que agendou para a próxima quarta-feira (28) uma audiência pública para debater a emenda à LOM.

 “A emenda determina que toda documentação seja enviada à Câmara. A Casa terá um prazo de 15 dias para convocar uma audiência pública. Entendemos que esta discussão deve começar desde já, com a população e todos os envolvidos sendo ouvidos também sobre a proposta de emenda”, pontua o vereador  Anderson Juliano.  

“Vamos convidar o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Gilmar de Oliveira; os membros do Conselho Municipal de Transito e Transportes (Comutran), o Sindicato das Empresas de Transporte de Petrópolis (Setranspetro) e os empresários. Esperamos também que a população compareça para acompanhar este debate”, completa o vereador Maurinho Branco.    

 A audiência pública será realizada na próxima  dia 28 às 19h no plenário da Câmara de Vereadores. “É importante que paralelo a ação Judicial que a Casa está movendo para tentar reverter, por meio de recurso o aumento das passagens concedido no fim do ano, a Câmara adote medidas para impedir que situações como esta se repitam. esta emenda a LOM tem este objetivo”, explica Paulo Igor. O presidente lembrou que a Câmara de Vereadores aguarda o parecer dos desembargadores do Tribunal de Justiça sobre o agravo de instrumento, impetrado na sexta-feira (16)  com o objetivo de suspender a sentença que derrubou a liminar judicial que impediu por uma semana o aumento da tarifa.
Leia mais...

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Câmara tenta derrubar decisão da justiça que permitiu aumento da passagem

Câmara Municipal inicia hoje o ano legislativo e aumento das passagens é o assunto principal



O aumento de 14,29% nas passagens de ônibus deverá ser o principal assunto debatido na sessão de reabertura dos trabalhos da Câmara, hoje às 16:00.

A Câmara de Vereadores está recorrendo ao Tribunal de Justiça, no Rio de Janeiro, com o objetivo de revogar a decisão da 4ª Vara Cível de Petrópolis que suspendeu a liminar que impediu durante uma semana o aumento de 14,29% no preço das passagens. A suspensão da liminar foi deferida na segunda-feira (12.01)  e permitiu que a tarifa aumentasse para R$ 3,20 na quarta-feira (14). O agravo de instrumento foi encaminhado ao TJ na noite de sexta-feira e pode ser analisado pelos desembargadores ainda esta semana. 

“Como dia 20 é feriado no Rio e hoje é ponto facultativo, o recurso deverá ser distribuído na quarta-feira (21) para o desembargador-relator. Somente então saberemos que Câmara Cível  vai analisar o agravo. Nossa expectativa é de que toda decisão seja revista. Apesar de respeitar o juiz da 4ª Vara Cível de Petrópolis, que suspendeu a liminar que obtivemos, entendemos que existem questões apontadas por nossos técnicos que precisam ser consideradas. Entre elas o reajuste de 170% no salário dos diretores das empresas de transportes e que onera a tarifa em R$ 0,07”, explica o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB).

No recurso, a Câmara de Vereadores pede que a decisão do juiz Jorge Martins  seja suspensa uma vez que a mesma impõe aos usuários de transporte público no Município de Petrópolis o pagamento de tarifa decretada pelo Poder Executivo Municipal sem que fossem cumpridas  integralmente as determinações constantes no artigo 173 da Lei Orgânica Municipal inviabilizando obrigações próprias do Poder Legislativo de fiscalização, análise e ampla divulgação dos meios utilizados para a aferição da mesma. O documento frisa ainda a impossibilidade de reparação de possíveis, e até previsíveis, danos à população caso os indícios de irregularidade já apontados pelos técnicos da Casa se confirmem. 

“Apesar de respeitarmos a decisão do judiciário, a Câmara mantém o entendimento de que a legislação não foi respeitada e que diante dos pontos questionáveis na planilha, os vereadores nada mais fizeram do que exercer a sua função fiscalizadora do Executivo, defendendo os interesses da população. Por isso estamos pedindo que toda decisão seja revista”, explica Paulo Igor. 

Além da questão dos prazos determinados na LOM e dos pontos questionáveis nas planilhas de custo que nortearam o aumento, a Câmara argui também a aplicação de dois reajustes em oito meses, o que significa um aumento acumulado de 20,75% no preço das passagens. 

“O Executivo alega que em abril não houve aumento, mas a ata do Conselho Municipal de Trânsito, de março de 2014, mostra que o reajuste foi discutido. Além disso, apesar de no decreto do dia 29 de dezembro o prefeito Rubens Bomtempo considerar que a tarifa não sofre aumento deste 2012 existe um decreto de abril em que consta que a tarifa passaria de R$ 2,65 para R$ 2,80, por conta de um reajuste com base no índice do INPC de 2013. No entendimento da Câmara, isso mostra que houve dois aumentos”, pontua Paulo Igor.

O presidente da Câmara lembra que todos os argumentos técnicos foram apresentados ao Tribunal e diz que confia em uma decisão favorável à população. “Apresentamos nossos argumentos e toda documentação necessária para esclarecer os fatos. A decisão pelo questionamento judicial foi tomada com o apoio de todos os vereadores desta Casa. Estamos confiantes em uma decisão favorável do Tribunal", considera o presidente da Câmara, lembrando que a Câmara defende que a população pague um preço justo pela passagem. "Este reajuste de R$ 0,40 impacta não só a economia das famílias, mas também dos empregadores da cidade", pontua.

com informações do jornal Diário de Petrópolis
Leia mais...

População vai às ruas novamente contra o aumento da passagem de ônibus



Na próxima sexta-feira (23), os grupos União da Juventude Comunista (UJC) e Aliança Revolucionário Proletária Jovem (ARPJ) voltam a se manifestar contra o aumento da passagem de ônibus em Petrópolis que foi de R$2,80 para R3,20.

A concentração será na Praça Da Inconfidência, às 17h. 

Na ocasião, serão levantadas as seguintes bandeiras:
  • Transporte de qualidade;
  • Horários pontuais;
  • Acabar com a superlotação nos ônibus;
  • Fim da dupla função;
  • Que revoguem imediatamente o aumento das tarifas de ônibus.


Para mais informações, veja o evento criado no Facebook, aqui.

Leia mais...

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

PETRÓPOLIS: Rodoviários começam movimento por aumento salarial

OPINIÃO: Depois de aumentar a passagem de ônibus de R$2,80 para R$3,20 será difícil à categoria aceitar menos do que esta sendo pedido, mas o interessante é que o governo em breve terá sua primeira desculpa para o próximo reajuste. 



O Sindicato dos Rodoviários vão se reunir amanhã (21) para iniciar as tratativas para a reivindicação do aumento salarial da categoria. A data-base para o reajuste é o mês de março e a intenção é que isso aconteça na época certa, sem o atraso que ocorreu no ano passado. O pedido é de 14% de acréscimo nos vencimentos dos profissionais.

A justificativa para a reivindicação é o reajuste do preço das passagens de ônibus, que ficou em 14,29%. Após a reunião, a classe vai mandar a proposta para as empresas de transporte público da cidade.

– Nós vamos negociar, vamos fazer essa primeira reunião. Estamos abrindo a discussão. Ano passado as empresas ficaram enrolando. Queremos que o aumento comece já em março. Temos o mês de fevereiro inteiro para que possa discutir – anunciou o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Antônio Maciel Filho.

Vale lembrar que, no ano passado, a categoria fez greve em abril. O pedido inicial era de 15%, enquanto a primeira proposta do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis (Setranspetro) foi de 2%. No final das tratativas, um mês depois, a classe aceitou 7% de reajuste, com os vencimentos indo para R$1.793,51 (motoristas), R$ 987,66 (cobradores) e R$ 1.226,40 (fiscais).
Com a proposta de agora, os salários iriam para R$ 2.044,61, R$ 1.125,93 e R$ 1.398,10, respectivamente.

NÚMEROS
Proposta de 14%

Motorista
Atual: R$1.793,51
Reajuste: R$ 2.044,61

Cobrador
Atual: R$ 987,66
Reajuste: R$ 1.125,93

Fiscal
Atual: R$ 1.226,40
Reajuste: R$ 1.398,10

fonte: Diário de Petrópolis / Rômulo Barroso
Leia mais...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Petrópolis: Pontos turísticos abrem no feriado de São Sebastião



Todos os pontos turísticos estarão abertos neste feriado de São Sebastião, na cidade do Rio de Janeiro. Veja a programação dos atrativos:                    
                                                                                                                                                 
CATEDRAL DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA - Rua São Pedro de Alcântara, 60 – Centro 
Tel.: (24)2242-4300
19 e 20 de janeiro – 8h às 18h
Entrada Franca

CASA CLÁUDIO DE SOUZA - Praça da Liberdade, 247 – Centro 
Tel.: (24)2231-5156 / (24)2231-4722 
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 11h às 18h
Entrada Franca

CASA DA IPIRANGA - Av. Ipiranga, 716 – Centro Histórico
Tel.: (24)2231-8718 / Cel.: (24)9 9249-3319
19 e 20 de janeiro – 13h às 18h
Ingresso: R$10,00

CASA STEFAN ZWEIG – Rua Gonçalves Dias, 34 – Valparaíso 
Tel.: (24)2245-4316 
19 e 20 de janeiro - fechado
Entrada Franca

CENTRO CULTURAL ALCEU AMOROSO LIMA PARA A LIBERDADE
Tel.: (24)2242-6433
Endereço: Rua Mosela, 289 – Mosela
19 e 20 de janeiro – 9h30 às 18h30
Entrada Franca

CASA DE CULTURA COCCO BARÇANTE - Museu do Artesanato – Rua Cel. Veiga, 1.734 – Centro
Tel.: (24)3111-4944 / (24) 9 8168-4956
19 e 20 de janeiro – 11h às 17h
17 de janeiro – Abertura da Exposição: “Brincar de Esconder” – às 19h. Máscaras de Carnaval produzidas pelos artistas plásticos Ricardo Torres e Kátia Angeloff. A exposição permanecerá no local até o dia 22 de janeiro, com visitação aos sábados e domingos de 11h as 17h. 
Entrada Franca

CENTRO DE CULTURA RAUL DE LEONI - Praça Visconde de Mauá, 305 - Centro 
Tel.: (24)2233-1200
19 e 20 de janeiro – 09h às 18h30

Exposições: 
Galeria Van Dick
Emídio Montenegro – Múltiplas Visões
Visitação: terça-feira a sábado, 13h às 18h; 
Classificação: Livre

Galeria Djanira
 “Djanira 100 Anos”
Visitação: Terça a sábado, 13h às 18h; 
Entrada Franca 
Classificação: Livre

CENTRO CULTURAL ESTAÇÃO NOGUEIRA – Av. Leopoldina, 317 – Nogueira
Tel.: (24)2237-3860
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 9h às 17h
Exposições: “Inspirações” – Trabalhos em pintura que retratam paisagens do Rio de Janeiro, além de figuras marinhas, são alguns dos temas presentes nos quadros de Eugênio Fernandes, artista plástico petropolitano.
Entrada Franca

CHOCOLATES PATRONE – Rua Coronel Veiga, 1.321
Tel.: (24) 2242-3741
19 e 20 de janeiro – 8h40 às 18h
Entrada Franca

FAZENDA DA SAMAMBAIA – Estrada da Samambaia, 138 – Samambaia
Tel.: (24)2242-3478 / (24)2280-5668 
19 e 20 de janeiro – fechada para reformas
Visitação: R$ 10,00
Piscina: R$25,00 (adulto) / R$15,00 (criança)
Almoço R$35,00 (adulto) e R$15,00 (criança)

GALLERY 275 – Vintage Motorcycle Museum – Rua Cândido Portinari, 275 – Mosela
Tel.: (24)2235-8512
19 e 20 de janeiro - fechado

IGREJA MATRIZ SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS - Rua Montecaseros, 346 – Centro
Tel.: (24)2242-6915
19 e 20 de janeiro - Visitação: 7h às 19h 
Entrada Franca

IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO – Praça da Inconfidência, s/nº - Centro
Tel.: (24) 2242-1073
19 e 20 de janeiro - Visitação: 6h30 às 17h; quinta-feira, 6h30 às 16h.
Entrada Franca
    
MOSTEIRO DA VIRGEM - Av. Ipiranga, 555 – Centro Histórico
Tel.: (24)2242-2394 
19 e 20 de janeiro – 7h às 17h
Venda de biscoitos "Bricelet” e chocolates e missa às 7h.
Entrada Franca
    
MUSEU CASA DE SANTOS DUMONT - Rua do Encanto, 22 – Centro Histórico
Tel.: (24)2247-5222 
19 de janeiro - fechado
20 de janeiro – 9h às 17h (bilheteria) – 17h30 (visitação)
Ingresso: R$5,00/meia R$2,50    

MUSEU CASA DO COLONO - Rua Cristóvão Colombo, 1.034 – Castelânea
Tel.: (24)2247-3715
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 8h30 às 16h 
Entrada Franca

MUSEU DE CERA DE PETRÓPOLIS – Rua Barão de Amazonas, 35 – Centro 
Tel.: (24) 2249-1595
19 e 20 de janeiro – 10h às 16h
Ingresso: R$24,00 / meia R$12,00 

MUSEU DA FEB - Av. Koeler, 255 – Centro Histórico
Tel.: (24)9 9996-2709
19 e 20 de janeiro - fechado
Entrada Franca

MUSEU IMPERIAL - Rua da Imperatriz, 220 – Centro Histórico
Tel.: (24)2233-0300 / (24)2233-0368
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 11h às 17h30 (bilheteria) 18h (visitação)
Ingresso: R$10,00 / meia R$5,00

ORQUIDÁRIO BINOT - Rua Fernandes Vieira, 390 – Retiro 
Tel.: (24)2248-5665 
19 e 20 de janeiro – 7h às 17h
Entrada Franca

PALÁCIO AMARELO – CÂMARA MUNICIPAL – Praça Visconde de Mauá, 90 – Centro Histórico 
Tel.: (24)2291-9200
19 e 20 de janeiro – 10h às 17h
Entrada Franca

PALÁCIO DE CRISTAL - Rua Alfredo Pachá, s/nº - Centro Histórico
Tel.: (24)2247-3721
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 9h às 18h
Entrada Franca

PALÁCIO ITABORAÍ – Rua Visconde de Itaboraí, 188 – Valparaíso 
Tel.: (24)2231-3137 / (24)2246- 1430 
Visitação interna: segunda a sexta 9h às 16h. Visitação externa: segunda a sábado 9h às 17h.
Exposição: “Memória da Aéropostale”. Petrópolis está inserida no contexto, já que entre os pilotos da companhia estava o autor do Best-seller mundial “O Pequeno Príncipe”, Antoine de Saint-Exupéry, que aqui vinha descansar na propriedade do amigo piloto Marcel Reine, com o intuito de celebrar a memória dos grandes pioneiros da aviação mundial e lançar no Brasil o projeto de tombamento da rota da antiga Aéropostale pela Unesco.
Entrada Franca

PALÁCIO RIO NEGRO – Av. Koeler, 255 – Centro Histórico
Tel.: (24)2246-2423      
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 10h às 17h
Entrada Franca

PALÁCIO QUITANDINHA - SESC QUITANDINHA - Rua Joaquim Rolla, 2 – Quitandinha
Tel.: (24)2245-2020 
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 10h às 17h
Visitação livre: gratuita
(visitação livre, guiada e áudio guiada) / Boliche 11h às 22h
Ingresso: R$10,00 (visitação guiada e áudio guiada) R$ 5,00 (meia) – para professores, crianças e idosos e R$3,00 Associados SESC.

PARQUE CREMERIE - Estrada da Independência, s/nº - Independência
Tel.: (24) 2231-5834
19 de janeiro – fechado
20 de janeiro – 8h às 17h30
Entrada Franca

PARQUE MUNICIPAL PREFEITO PAULO RATTES - Estrada União e Indústria, 10.000 – Itaipava
Tel.: (24) 2222-1299
19 e 20 de janeiro – 7h às 20h 
Entrada Franca

PARQUE NACIONAL DA SERRA DOS ÓRGÃOS – PARNASO - Estrada do Bonfim, Açu - Corrêas
Tel.: (24) 2236-0475 / www.icmbio.gov.br/parnaso
Diariamente - 8h às 17h 
Trilha até o Véu da Noiva – morador de Petrópolis R$2,50 / morador do RJ R$12,50/ e Estrangeiro R$25,00
Ingresso: consultar na bilheteria
    
PARQUE NATURAL MUNICIPAL PADRE QUINHA –Av. Ipiranga, s/nº - Centro
Tel.: (24) 2247-7358
Diariamente de 7h às 17h. *Em caso de chuva, o Parque não abre para visitação.
Entrada Franca

THEATRO DOM PEDRO - Praça Expedicionários, s/nº - Centro
 Tel.: (24)2235-3833
19 e 20 de janeiro - fechado

TRONO DE FÁTIMA - Rua Bispo Dom José, s/nº - Acesso pela Rua Monsenhor Bacelar, 
Rua Visconde de Itaboraí, Ernesto Paixão. Para ônibus acesso pela Rua Padre Moreira - Valparaíso
Tel.: (24) 2242-0313
19 e 20 de janeiro – 8h às 18h
Entrada Franca

CERVEJARIAS

BEER TOUR – CERVEJARIA PETRÓPOLIS - ITAIPAVA
Visita monitorada gratuita às linhas de produção das cervejas do Grupo Petrópolis, em Itaipava, com degustação e lojas de produtos temáticos. Degustação: 25 minutos.
Visitação: mediante agendamento
19 de janeiro - fechado
20 de janeiro – 15h (mediante agendamento)
Agendamento e informações: (24) 2223-9000 ramal 302-8002
Entrada franca (não é permitido entrada de menor de 18 anos)
Rua Trajano de Paula Filho, 199 – Pedro do Rio
Rodovia BR 040 sentido Juiz de Fora – utilizar saída no km 51
Rodovia BR 040 sentido Rio de Janeiro – utilizar saída no km 05

CENTRO DE EXPERIÊNCIA CERVEJEIRA– BOHEMIA - Rua Alfredo Pachá, 166 – Centro

Quarenta discípulos do Mestre Cervejeiro recebem até 1.200 visitantes. Local com acessibilidade para deficientes físicos e todo o material informativo tem tradução para o inglês. Duas degustações durante a visita.

Dia    Tour    Restaurante    Bar    Empório
19 de janeiro    10h às 18h30    12h às 23h    12h às 00h    10h às 21h
20 de janeiro    10h às 18h30    12h às 16h     12h às 00h    10h às 21h
Ingresso: R$24,00 /Meia: R$12,00 (válida para estudantes, maiores de 60 anos e residentes em Petrópolis. Todos com documentação que comprove)
Menores de 18 anos: Entrada franca. Obs.: Menores só acompanhados de responsáveis.
Informações: comercial.bohemia@playcorp.com.br
     
CERVEJARIA CIDADE IMPERIAL - Rua Mosela, 1341- Mosela – Tel.: (24) 2220-4800
Fundada por um dos membros da Família Imperial Brasileira, desde 1997 a cervejaria desenvolve produtos especiais, com ingredientes selecionados, seguindo a Lei da Pureza em todas as etapas da produção.
Visitação: (mediante agendamento prévio pelo e-mail contato@imperialpremiumbeer.com.br) 
19 e 20 de janeiro – mediante agendamento prévio

LICORES E VINHOS MAIWORM - Rua José Maiworm, 139 - Quarteirão Brasileiro
A Família Maiworm, descendente de colonos alemães, continua fazendo vinhos, licores caseiros e cervejas artesanais.
Visitação: mediante agendamento
19 e 20 de janeiro – 9h às 18h
Tel.: (24) 2248-4150 – Pedro, Roberto ou Eloysa
Agendar: apmbetomayworm@oi.com.br ou (24) 2248-4150 – Pedro, Roberto ou Eloysa

POLOS DE COMPRAS

CENTRO HISTÓRICO
19 de janeiro – 14h às 19h
20 de janeiro – 9h às 19h

SUPERMERCADOS, MERCADOS E MINIMERCADOS
19 e 20 de janeiro – abrem normalmente

RUA TERESA 
19 de janeiro – 14h às 18h
20 de janeiro – 9h às 18h

SHOPPINGS DO CENTRO HISTÓRICO
19 e 20 de janeiro – abrem normalmente

BINGEN
19 de janeiro – facultativo
20 de janeiro – 8h às 16h

ITAIPAVA 
SHOPPINGS 
19 e 20 de janeiro – 10h às 19h

SUPERMERCADOS, MERCADOS E MINIMERCADOS
Itaipava
19 e 20 de janeiro – abrem normalmente

FEIRINHA DE ITAIPAVA
19 e 20 de janeiro – 10h às 19h

HORTOMERCADO MUNICIPAL JOSÉ CARNEIRO DIAS - Estrada União e Indústria, 9.980 - Itaipava
19 e 20 de janeiro - fechado

CENTRO COMERCIAL LUIZ SALVADOR – Estrada União e Indústria, 10.588 - Itaipava                                                                       
Horário de visitação da loja:
19 e 20 de janeiro – 10h às 19h
Agendamento – fábrica Cerâmica Luiz Salvador – (24)2222-6112 falar com Domingos – loja (24)2232-2500.
Leia mais...