quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Ministro do Turismo: “Vou cuidar de Petrópolis pessoalmente”, diz Beltrão



“Vou cuidar de Petrópolis pessoalmente”. A afirmação é do ministro do Turismo, Marx Beltrão, ao prefeito Bernardo Rossi, que esteve em Brasília nesta terça-feira (22.02) buscando recursos para a restauração do Palácio de Cristal e a realização de eventos culturais como a Bauernfest. 

O ministro anunciou visita a Petrópolis “para ver de perto este potencial no Turismo. “Temos total interesse em ajudar a cidade a aprimorar o setor, da melhor maneira, e vamos intervir na restauração do Palácio de Cristal”, afirmou o ministro Marx Beltrão.

Acompanhado de Marcelo Valente, que vai presidir a futura empresa de turismo – pasta que vai ser desmembrada da Cultura – Bernardo Rossi foi a Brasília pedir apoio em recursos federais para a restauração do Palácio de Cristal, além de apoio para a realização dos principais festivais da cidade, o Serra Serata e o Bunka Sai, que destacam a cultura italiana e japonesa, respectivamente, e do principal evento da Cidade Imperial, a Bauernfest – A Festa do Colono Alemão.  

“Petrópolis é uma jóia que precisa ser lapidada, pois tem potencial para o Turismo que é algo que impressiona. Somos naturalmente um dos cinco municípios indutores do estado e um dos principais destinos do país por toda sua história, riquezas culturais, pela excelente rede de serviços que oferecemos, na gastronomia, hotelaria e comércio. Mas, precisamos fazer parcerias para fomentar esse setor, que vem caminhando apenas com o empenho do empresariado há anos”, mostrou Bernardo Rossi ao ministro do Turismo.

O prefeito destaca que Petrópolis é uma ‘marca’ de cultura e turismo internacional e que precisa de apoio para receber os 1,5 milhão de visitantes que chegam anualmente à Cidade Imperial. “Temos de consolidar e divulgar nosso calendário de eventos, que já tem festivais tradicionais, e aprimorá-lo, além de cuidar dos nossos atrativos para ampliar a visitação e estimular a economia de nossa cidade calcada em boa parte no potencial deste setor”, afirma Bernardo Rossi.

No encontro, Marcelo Valente apresentou o projeto de revitalização do Palácio de Cristal, orçado em R$ 1,6 milhão, que prevê a reforma estrutural, dos banheiros e entorno do atrativo. O projeto será protocolado no órgão federal para captação de recursos para a reforma, a pedido do ministro, que se comprometeu a olhar com carinho para as demandas de Petrópolis.

Para Marcelo Valente, é importante ter o suporte do Ministério para o fomento do segmento, que é a vocação natural da Cidade Imperial.

“Foi muito positivo ser recebido pelo ministro que reconhece o que Petrópolis tem de melhor, que é o seu Turismo. Ficamos felizes de estreitar essa relação com apoio do órgão federal para melhorarmos nossa Petrópolis na sua estrutura, com a revitalização de atrativos que estão precisando de uma atenção especial, mas também nos eventos que oferecemos, que já são consolidados e atraem visitantes à cidade, como o Serra Serata, Bunka Sai e o nosso carro-chefe, a Bauernfest”, frisou Marcelo Valente.
Leia mais...

Descarte irregular de entulho em Cascatinha gera multa



Quatro veículos da Coordenadoria de Fiscalização da prefeitura, descaracterizados, estão percorrendo a cidade para coibir o depósito irregular de entulho nas ruas da cidade.  O descarte irregular de restos de uma obra particular em Cascatinha nesta quarta-feira (22.02) no final da tarde gerou autuação e multa para um zelador que fazia um “bico” em uma obra.  O caso aconteceu na Rua Francisco Framback e além do pagamento de R$ 800, ele também terá que fazer a retirada imediata do lixo, sob pena de ser multado novamente. A dona da casa, responsável pela obra, também foi notificada a apresentar o alvará para a intervenção. Não tendo a liberação oficial para a obra, receberá multa de R$ 1,6 mil e a construção será embargada.

O zelador já tinha sido alertado pela manhã pelos fiscais e, mesmo assim, continuou transportando o entulho da obra, em carrinhos de mão, até a esquina da rua, justamente embaixo de uma placa alertando sobre a proibição de despejo de lixo. À tarde, quando a fiscalização retornou ao local, aplicou a multa. 

Esta é a primeira multa aplicada em 2017 para quem despejou restos de obras, lixo verde, móveis e eletrodomésticos de maneira inadequada. A fiscalização foi bastante anunciada pela prefeitura, mas o descarte irregular de entulho não cessou. Assim, a Coordenadoria de Fiscalização passou a utilizar quatro carros à paisana para rodar em diferentes pontos da cidade e conseguiu o flagrante.

"Pela manhã, fizemos uma abordagem e orientamos a ligar para a Comdep para pedir informações sobre como deveria fazer descarte desse lixo. Um pouco mais tarde, constatamos que o mesmo homem continuava a depositar sacos com restos de obras embaixo de uma placa falando sobre o descarte irregular de entulho. Então fizemos a notificação para retirada imediata do entulho e aplicamos a multa", explicou o fiscal Carlos Alberto Barbosa.

Acúmulo de entulho gera 17.518 mil toneladas retiradas das ruas

Em 50 dias, entre 1º de janeiro e 19 de fevereiro, a Comdep e a Força Ambiental, responsável pela coleta de lixo na cidade, já retiraram das ruas 17.518 mil toneladas de entulho. Uma força-tarefa foi montada logo no início da nova gestão para regularizar a coleta de lixo doméstico e também retirar das ruas o entulho – restos de obras, móveis, eletrodomésticos – descartados pela população.

A falta de fiscalização, nos últimos anos, com a deficiência na coleta, abriu precedente para que irregularidade tivesse espaço. Mesmo com os mutirões de recolhimento de entulho, houve diversos relatos de despejo horas depois que os caminhões da autarquia passavam, como por exemplo, no Canto do Cemitério, no Valparaíso.

Essa situação levou à implementação de outras medidas. A Força Ambiental, contratada para a coleta do lixo domiciliar, passou a recolher também os detritos em volta das caçambas. E, após período de divulgação e orientação, a fiscalização ficou mais rigorosa.

"As pessoas estavam jogando o entulho na rua, o que é proibido e atrapalha o trabalho da Comdep. Passamos esses dois primeiros meses recolhendo lixo, inicialmente o domiciliar e, em seguida, o entulho. O Código de Posturas é bem claro quando diz que o gerador do lixo de obras é o responsável pelo descarte correto", comentou o presidente da Comdep, Wagner Silva.

O Código de Posturas do município prevê, no artigo 31, que os “entulhos de obras, construções e reformas são de responsabilidade da fonte geradora, cabendo à mesma o acondicionamento, o transporte e a sua destinação final, sem que comprometa a limpeza pública e o meio ambiente”, o que significa que esses detritos devem ser levados para o aterro sanitário de Pedro do Rio pelo responsável pela obra - o mesmo vale para quem se desfaz de móveis e eletrodomésticos ou gera lixo verde. O descumprimento é infração grave, o que pode render multa de R$ 200 a R$ 800.

"Demos vários avisos e o problema permaneceu. A partir de agora vamos aplicar multas e exigir a retirada do entulho das ruas imediatamente. Vamos atuar de maneira intensa para deixar a cidade limpa", disse o futuro secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi.
Leia mais...

CPTrans muda sinalização em trecho de Itaipava para desafogar o trânsito



A sinalização em Itaipava foi alterada na madrugada desta quinta-feira (23.02). Uma terceira faixa foi criada pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) para que os motoristas que desejam adentrar ao Colégio São Judas, na Estrada União e Indústria, não prejudiquem o trânsito. A medida deve ajudar na fluidez dos veículos naquele trecho. Técnicos da companhia chegaram a analisar pontos que apresentam o mesmo problema no distrito mas, em nenhum deles há possibilidade de aplicação da medida devido ao não cumprimento do afastamento de 15 metros do centro da via, exigida pela DNIT.

Com a criação de uma terceira via quem segue no sentido distrito continuará normalmente. Já quem precisa entrar na unidade de ensino pega a faixa da esquerda. A CPTrans também já está revitalizando o entorno das escolas com a pintura faixas de pedestres, pontos de embarque e desembarque e demais melhorias necessárias à cidade.

“O trânsito nos distritos sempre foi deixado em segundo plano. Estamos trabalhando para achar soluções viáveis, diante da realidade que a CPTrans vive atualmente, que poderá trazer melhorias para os moradores e visitantes de Itaipava. Sabemos que ainda há muito a ser feito, muito a melhorar, mas nossa equipe tem trabalhado com afinco para minimizar o impacto do alto número de veículos em Petrópolis”, destacou o diretor-presidente da Companhia, Maurinho Branco.

Petrópolis vem sofrendo intervenções em pontos críticos onde há fluxo intenso de veículos, como o Trevo de Bonsucesso, principal acesso ao distrito de Itaipava. O local está recebendo a atuação de agentes da CPTrans em horários de picos. Uma equipe fica no local orientando os veículos e pedestres, enquanto o semáforo fica intermitente. A atuação vem sendo elogiado pelos usuários da via.

Também em Itaipava, a CPTrans está revitalizando as faixas de pedestres e a sinalização horizontal e vertical das ruas do distrito. A Estrada das Arcas, por exemplo, já recebeu as melhorias. Sem revitalização há anos, o espaço agora conta com novas faixas de pedestres, linhas de meio de pisto, entre outras alterações. O serviço também será ampliado para outros pontos do município, principalmente próximo às unidades de educação.

No Centro, a CPTrans e Guarda Civil estão realizando testes para melhorar o trânsito no trecho da Avenida Ipiranga. A iniciativa começou a ser executada nesta quarta-feira (22.02) e já apresenta melhorias. No local, agentes ficam em horários de pico – entre 11h30 e 13h e 16h30 e 18h – orientando o trânsito de veículos e pedestres e impedindo manobras que atravanquem o fluxo. 

Leia mais...

Confira a lista dos locais que devem sofrer alteração no trânsito em Petrópolis devido ao Carnaval



A partir desta sexta-feira (24.02) o trânsito começa a sofrer alterações em algumas ruas da cidade devido ao Carnaval. Até a próxima terça (28.02), há previsão de mudanças em ruas do Centro e distritos para o desfile dos blocos e passagem dos foliões. Os ônibus também sofrerão alterações nos horários e itinerários: na segunda (27.02) e na terça o horário será o mesmo praticado no domingo e na quarta-feira (1º.02), manterá o horário de domingo até às 12h e, após esse horário, fará o mesmo horário que aos sábados.

Confira a lista dos locais que devem sofrer alteração no trânsito:

Sexta-feira (24.02)

19h – Bloco das Piranhas – Praça Luís Furtado da Rosa (Praça de Corrêas)
20h – Desfile da Academia Amigos do Samba – Rua Brigadeiro Castrioto

De sexta (24.02) a terça (28.02)

Carnaval do Alto da Serra – Rua dos Ferroviários (Praça Dr. Miguel Couto)
Carnaval na Praça Pasteur – Castelânea 
Carnaval na Francisco Scali – Rua Francisco Scali (Quissamã)
Carnaval da Associação dos Moradores e Amigos de Nogueira – Av. Leopoldina, 430 (Praça de Nogueira)
Carnaval de Pedro do Rio – Estrada União e Indústria, 19.574
Carnaval da Posse – Estrada União e Indústria, 33.805

Sábado (25.02)

Banho de Espuma - Rua Henrique João da Cruz, 519 – Boa Vista
14h – Bloco Vai Quem Quer – Rua do Imperador, 100
17h – Bloco Vai dar M. – Rua do Imperador 970 – Rua Dr. Nelson de Sá Earp (Antigo Fórum)

Sábado (25.02) e domingo (26.02)

Carnaval de Araras – Rua Bernardo Coutinho, s/n (em frente à quadra)

Sábado (25.02) e segunda-feira (27.02)

14h - Desfile do GRBC Guerreira da Vinte – 24 de Maio

De sábado (25.02) a segunda-feira (27.02)

14h – Carnaval da Praça da Mosela – Praça Frei Aniceto Kroker
Carnaval de Cascatinha na Praça Matriz - Rua Hyvio Naliato, 175

Domingo (26.02)

14h – Bloco Pipa Avoado – Rua Pedro Ivo, 600 – Morin
16h – Bloco Boi Babão – Rua das Perobas e Rua Bernardo Coutinho – Araras

Terça (28.02)

12h – Festa de Carnaval da Academia Amigos do Samba – Rua Brigadeiro Castrioto – Ponto final do Bairro Esperança
15h – Blocos Secos e Molhados - Rua Vigário Corrêa, 500, e Praça Luís Furtado Rosa (Praça de Corrêas)

Leia mais...

Morador de rua que dormia perto da Catedral de Petrópolis é esfaqueado



Um morador de rua de 23 anos foi esfaqueado na madrugada desta quinta-feira (23) enquanto dormia na Catedral de Petrópolis, na Região Serrana do Rio.  A agressão ocorreu por volta das 3h40 na Rua São Pedro de Alcântara, um importante ponto turístico da Cidade Imperial. 

O homem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro com cortes no pescoço e nas mãos. De acordo com informações da unidade, ele recebeu atendimento e teve alta em seguida.
A Polícia Militar esteve na UPA e informou que a vítima disse que foi atacada por duas pessoas, mas não soube descrever as características dos suspeitos.

Segundo a Secretaria de Saúde, o paciente possui cadastro no Centro de Referência Especializada para População em Situação de Rua (Centro Pop), mas não frequenta o local com regularidade.

O delegado Claudio Batista, da 105ª Delegacia de Polícia Civil, disse que o caso ainda não foi registrado mas será investigado.

fonte: G1
Leia mais...

Defesa Civil atenta à previsão de chuva durante o Carnaval



Toda equipe da Defesa Civil de Petrópolis vai estar de plantão durante o Carnaval. Durante uma reunião na sede da secretaria na tarde desta quarta-feira (22.02), o secretário Paulo Renato Vaz pediu que os agentes estivessem disponíveis para atuar nos dias de folia. A previsão do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec) é de chuva para toda a Região Serrana durante o período.

“É importante que nossa equipe esteja pronta para atuar, mesmo que a previsão ainda seja primária. A cidade como um todo se preocupa”, explica o secretário. Toda nossa equipe vai estar de plantão, 24 horas, durante os quatro dias de Carnaval”, afirmou.

Em fevereiro, até o momento, a Defesa Civil registrou 154 ocorrências, um número quase 10% maior que o ano passado. A maioria delas foram pedidos de vistorias preventivas. Apesar da pouca quantidade de chuva esse mês, o Secretário solicita à população prudência na hora de sair de casa, a fim de evitar situações de risco.

“É um período em que muitos petropolitanos viajam, então é importante termos o bom senso. Caso esteja chovendo muito, por exemplo, é melhor atrasar um pouco a saída de casa até que o tempo melhore”, pediu. “A prevenção é sempre a melhor receita. Não custa termos a prudência durante esse período”, disse.

No caso de qualquer ocorrência durante o Carnaval, o morador deve ligar para o telefone 199 da Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.
Leia mais...

Inativos do INPAS receberão palestra sobre a terceira idade



Aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (INPAS) poderão participar nesta quinta-feira (23.02), às 10h, da palestra “A terceira idade nos dias de hoje”, proferida pela vereadora Gilda Beatriz. O encontro vai abordar a importância da vida ativa após a aposentadoria e a palestra precede a confraternização dos servidores, quando será servido um café da manhã. A expectativa é que, pelo menos, 60 pessoas participem do evento.

A edição do “Café com Sabedoria” faz parte do Projeto Conviver do INPAS. O tema vai ao encontro às estatísticas alarmantes divulgadas em 2014 pelo Ministério da Saúde e o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE): 11,2 milhões de pessoas com 18 ou mais sofrem de depressão em todo o país. A incidência é mais comum entre os idosos e atinge a 11,1% da população com 60 anos ou mais, enquanto os jovens de 18 a 29 anos correspondem a 3,9%.

“Estes dados nos preocupam e, por isso, estamos buscando novas atividades e alternativas para os idosos dentro do espaço do INPAS. As palestras que ocorrem todos os meses são uma forma de trazê-los para cá. Atualmente, cerca de 60 servidores inativos participam das ações que propomos, em um universo de 2.810, ou seja, apenas 2,1%. Esse número é muito baixo. Oferecemos uma série de atividades aqui para melhorar a qualidade de vida de cada um deles”, destacou o diretor-presidente do INPAS, Fernando Fortes.

Entre as atividades estão aulas de pintura, dança de salão, oficina da memória, terapia floral, aula de biscuit, de tricô, massoterapia, drenagem linfática, alongamento, massagem e hidroginástica. Tudo isso a preços populares: as aulas de pintura, por exemplo, saem a R$ 30 quatro vezes ao mês; a massoterapia custa R$ 20 a sessão e as de dança de salão também custam R$ 30 mensais. Os valores, muito abaixo da tabela de mercado, são destinados, apenas, para arcar com os custos dos professores e são pagos diretamente a cada um deles. Ao INPAS cabe, apenas, firmar as parcerias.

“É muito pertinente este assunto. Após a aposentadoria os idosos devem continuar ativos, se exercitarem, participarem de atividades. Neste encontro vou destacar a importância da 3ª idade, com toda a sua sabedoria, buscar alternativas saudáveis para ter uma vida mais feliz. Esse aspecto emocional faz muita diferença”, antecipa Gilda Beatriz.

O encontro vai acontecer no Auditório do INPAS, localizado à Rua Alencar Lima, 35, sala 311 – Edifício Cinda. 
Leia mais...

Guarda Civil faz flagrante de furto a supermercado no Centro


Um homem e um jovem tentaram pegar R$ 110 em produtos, mas foram impedidos por guardas que faziam ronda no local

Um deles estava em regime de progressão de pena, descumpriu as regras e tinha mandado de prisão em aberto

A Guarda Civil realizou a prisão de um homem e a apreensão de outro adolescente que tentaram furtar um supermercado que fica na Rua Paulo Barbosa, no Centro. O flagrante, que ocorreu durante uma ronda no local, foi feito quando os dois levavam pacotes de leite em pó e frascos de desodorantes, que totalizavam quase R$ 110. O rapaz de 19 anos tinha um mandado de prisão em aberto, enquanto o jovem de 14 anos já teve outras passagens pela polícia. Ambos foram levados para a 105ª Delegacia de Polícia, no Retiro.

O flagrante aconteceu por volta de 9h. Eles tentaram fugir com as mercadorias, mas os guardas conseguiram impedir a saída dos dois. O objetivo era tentar revender os produtos por preços menores que os oferecidos pelo supermercado.

O rapaz mais velho já havia sido preso pelo mesmo crime, mas estava em regime de progressão de pena. No entanto, como descumpriu as regras determinadas pela justiça, teve novo mandado de prisão expedido. Ele será levado para o complexo penitenciário de Bangu, no Rio. Já o adolescente, que também já havia sido encaminhado para a delegacia em outras oportunidades,  foi encaminhado para a Vara da Infância e da Juventude.

“Com a presença da Guarda Civil de volta às ruas, conseguimos ajudar a manter nossa cidade mais segura”, comentou o chefe da Guarda Civil, Jeferson Calomeni. 
Leia mais...

Saúde perdeu mais de R$ 4 milhões em 2016 por falta de credenciamento de UTIs



A falta de credenciamento de leitos junto ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado de Saúde para custeio de internações de pacientes na rede pública causou prejuízos ao município no ano passado. Somente com 10 leitos de UTI do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Éarp não contratualizados, a perda anual foi de R$ 2,2 milhões. O montante alcança R$ 4,1 milhões, se somados os R$ 1,8 milhões que o município poderia ter recebido em 2016 para custeio de UTIs neonatal instaladas no Hospital Alcides Carneiro. Dos 1.218 leitos em funcionamento na cidade atualmente, 75 não foram contratualizados pela gestão anterior e são mantidos com recursos próprios da Secretaria de Saúde.

“O levantamento feito pela Secretaria confirmou o que vínhamos apontando desde o período da transição: uma grave falha na gestão dos recursos públicos na área de Saúde. Estamos trabalhando para solucionar esta questão. Ainda em janeiro conseguimos credenciar os oito leitos de UTI neonatal do HAC. A equipe do secretário Silmar Fortes trabalha agora para regularizar todos os demais”, pontua o prefeito Bernardo Rossi.

Sem o credenciamento que viabiliza o custeio com repasses estaduais e federais, os 75 leitos são mantidos pelo município – recursos próprios que poderiam ser investidos na melhoria dos serviços de Saúde.

“O credenciamento dos leitos de UTI Neonatal do HAC sanou parte desta sangria, o que permitirá que a partir de agora os recursos empregados ali sejam direcionados para outras demandas da área. Outros 17 leitos estão dependendo apenas do aval da Vigilância Sanitária para concluir o processo. Nossa meta, no entanto, é regularizar o credenciamento de todos os 75 leitos”, afirma o secretário Silmar Fortes.

Destes 17 leitos que estão em fase final de credenciamento, sete são UTIs, sendo duas no Hospital Alcides Carneiro (HAC) e outras cinco no Hospital Clínico de Correas (HCC); outros 10 leitos de Unidade de cuidados Intermediários estão no Hospital Alcides Carneiro.

“Organizando a casa e captando os repasses a que temos direito junto ao Estado e a governo federal, o município poderá redirecionar os recursos que hoje custeiam a manutenção destes 75 leitos e assim suprir as demandas hoje existentes na rede e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população”, considera o secretário Silmar Fortes.  



Leia mais...

CPTrans e Guarda Civil realizam testes para diminuir trânsito na Avenida Ipiranga



Dez profissionais entre agentes de trânsito, controladores viários e guardas civis foram destacados para dar início aos testes que visam diminuir o impacto do trânsito na Avenida Ipiranga. Utilizando objetos de demarcação, eles ficaram no local entre 11h30 e 13h e 16h30 e 18h, horário de pico, orientando motoristas e pedestres na via. A Avenida Ipiranga é um dos pontos do município onde há maior tráfego de veículos devido às unidades de educação que funcionam ao longo de seu um quilômetro.

No primeiro horário da intervenção já foi possível sentir a melhoria. Com a atuação das equipes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) e da Guarda Civil Municipal, responsáveis por alunos foram impedidos de fazer filas duplas e realizaram o retorno no final da via, quando necessário, diminuindo o tempo das manobras e aumentando a fluidez do tráfego. Os controladores atuaram nas faixas de pedestres, garantindo a segurança dos transeuntes.

“Estamos realizando os testes no local para saber qual a melhor alternativa para diminuir o trânsito nesta área. Há relatos de pessoas que demoram até 15 minutos para atravessar esse trecho no horário de rush. Sem dúvidas melhorando o fluxo de veículos nesta área, vamos ver os reflexos da fluidez em outros pontos do Centro. A mobilidade é muito comprometida aqui. O trabalhador, que quer voltar para sua casa após um dia inteiro no serviço, não pode ser penalizado. Estamos realizando melhorias pontuais em toda a cidade para garantir um trânsito melhor para todos”, destacou o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

À tarde, dois guardas civis foram destacados para atuar, também, na 13 de Maio, com o objetivo de melhorar o fluxo em direção aos distritos e à área do Bingen. “Estamos analisando o que é melhor, o que é pode ser feito. Nesse primeiro dia percebemos que funcionou a atuação conjunta. Mesmo assim, vamos testar outras opções, ver o que é melhor e corrigir as falhas”, destacou o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

A ação dos agentes de trânsito segue o modelo do que vem sendo desenvolvido no Trevo de Bonsucesso, com a atuação dos profissionais da Companhia. No local, o resultado da intervenção vem sendo elogiado pela população, já que o trânsito não fica travado. 

Leia mais...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Dono de lava-jato é autuado no Morin



Fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente notificaram o dono de um lava-jato na Avenida General Marciano Magalhães, no Morin, na terça-feira (21.02). O estabelecimento não tem alvará de localização e nem a licença ambiental obrigatória para este tipo de atividade. O responsável precisa apresentar os documentos em um prazo de 90 dias, caso contrário, ele será multado. Os agentes chegaram até o local por intermédio de denúncias de moradores, que estavam preocupados com o descarte de água dentro da nascente de um rio.

“Não podemos permitir esse tipo de infração. Além da falta dos documentos necessários para o funcionamento correto do negócio, o proprietário não teve o cuidado de efetuar o descarte deste material altamente poluente de forma correta. É importante dizer que a licença ambiental é obrigatória para este tipo de atividade. O dono foi notificado e precisa apresentar os documentos em um prazo de 90 dias. Caso contrário, será multado”, explicou o fiscal da Secretaria de Meio Ambiente, Miguel Fausto.

A equipe da Secretaria autuou também o dono de um terreno na Rua General Marcelo Magalhães, no bairro Fazenda Inglesa, por dano ao meio ambiente. Houve movimentação de terra e o corte de árvores sem prévia autorização. Os fiscais flagraram também a extração do talude.

“Não existe nenhum tipo de permissão para nada do que foi feito aqui. Ele será autuado por dano ambiental”, disse o biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Ives Jaensch. “Nos dois casos, chegamos ao local graças à denúncia dos moradores. Essa parceria com a população é fundamental para o nosso trabalho”, afirmou.
Leia mais...

Motociclista morre em acidente na Barão do Rio Branco



Uma mulher ainda não identificada morreu na manhã desta quarta-feira (22), em um grave acidente que envolveu um carro e uma moto, na Avenida Barão do Rio Branco, próximo à entrada do bairro Atílio Marotti. Segundo as primeiras informações a motociclista teria derrapado e caído com sua moto sendo atropelada por um veículo que não conseguiu frear a tempo. O acidente aconteceu por volta das 8h e deixou o trânsito completamente congestionado na pista sentido Centro. Em breve mais informações.

Foto: Grupo Águias Notícias
Fonte: Diário de Petrópolis
Leia mais...

Gilda Beatriz pede a troca de pneus de ônibus escolares em Petrópolis, RJ



Para garantir a segurança dos alunos da rede municipal de Petrópolis, RJ, Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, solicitou a Secretaria de Educação que seja feita a revisão e a troca de pneus de ônibus escolares que atendem no município. Segundo a vereadora, a manutenção foi um compromisso assumido pelo secretário Anderson Juliano.

“Estive pessoalmente com o secretário e apresentei algumas situações que considero preocupantes. Infelizmente, como demonstrei durante minhas fiscalizações no governo passado, a situação de alguns veículos é crítica. Na época, cheguei a acionar o Ministério Público que instaurou um inquérito civil. Fiquei feliz com o compromisso assumido pelo secretário Anderson de trocar os pneus e já protocolei a Indicação. Essa medida visa garantir a integridade de nossos alunos”, frisa Gilda Beatriz, lembrando que os ônibus escolares utilizados na cidade foram doados pelo governo do estado e obtidos também através do Programa Caminho da Escola, criado para garantir a segurança e qualidade ao transporte dos estudantes. 

“A iniciativa deve garantir um transporte escolar mais seguro para nossas crianças”, completa. 
Leia mais...

Prefeitura paga dívida de R$ 3 milhões com a UCP: Pagamento mantém 450 alunos fazendo curso superior



Prefeitura e Universidade Católica de Petrópolis (UCP) formalizaram um acordo para quitar sem juros R$ 3 milhões em dívidas acumuladas pelo município entre abril e dezembro do ano passado. O acordo prevê que o montante, parcelado em 23 vezes, seja quitado junto com o pagamento corrente (mensal) das bolsas que custeiam hoje os estudos de 450 alunos oriundos da rede pública.

“Desta forma conseguiremos quitar as pendências deixadas e ao mesmo tempo garantir o benefício aos alunos que dependem das bolsas para concluir a formação”, pontua o prefeito Bernardo Rossi que aponta o caráter social da quitação da dívida e, ao mesmo tempo, de impulsionar a economia. “O mercado precisa de profissionais bem qualificados em universidades como a UCP, reconhecida nacionalmente”.

Além de negociar a dívida sem o pagamento de juros, a Secretaria de Fazenda garantiu a manutenção dos valores a preços de 2016, o que representará uma economia de R$ 616 mil.

Além da dívida acumulada, a gestão passada não previu no orçamento de 2017 os recursos necessários para um novo vestibular social. “Isso tirou este ano, a oportunidadede mais 100 pessoas começarem um curso superior na UCP. Estamos quitando as dívidas do ano passado e trabalhando para viabilizar um novo vestibular social no fim do ano”, antecipa o prefeito.

Com o acordo, o custo mensal médio para o município será de R$ 432 mil em 2017 e R$ 490 mil no ano que vem. “Assim como fizemos com outras despesas não pagas deixadas pelos antigos gestores, buscamos equacionar e garantir a quitação mensal das bolsas, de forma a adequar o valor ao orçamento do município”, explica o secretário de Fazenda Heitor Luiz Maciel Pereira.

A medida garantirá a continuidade do custeio das bolsas a 450 alunos, matriculados em cursos na instituição. O convênio entre município e universidade foi criado há nove anos. As bolsas são destinadas a estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas nas redes municipal ou estadual.
Leia mais...

Itaipava terá base fixa da Guarda Civil a partir de março

Durante reunião do Conselho Comunitário de Segurança, chefe da corporação anunciou a novidade

Grupo de 10 homens vai ficar sediado no Parque de Itaipava, mas contará com três veículos para fazer rondas de patrulhamento na região

A partir de março, Itaipava passará a ter uma base fixa da Guarda Civil. Serão 10 homens que usarão o Parque Municipal como ponto de referência, mas vão utilizar dois carros e uma moto para realizar rondas de patrulhamento na região. A medida, uma determinação do prefeito Bernardo Rossi, foi anunciada pelo chefe da corporação, Jeferson Calomeni, durante a reunião do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), ocorrida no Parque na última segunda-feira (20.02).

Esse é mais um passo para expandir a atuação da Guarda Civil. Ao longo dos dois primeiros meses de 2017, diversas ações foram implementadas na cidade para aumentar a segurança da população, algo que teve grande reconhecimento na reunião do CCS.  Pela primeira vez participando da reunião do Conselho Comunitário de Segurança, a Guarda Civil quer se estabelecer com ações em todo o território, inclusive os distritos.

“Petrópolis é uma só. É preciso governar para a cidade toda e não apenas no primeiro distrito. E a Guarda tem sido um diferencial nesta nossa gestão com uma série de projetos abandonados que retomamos”, analisa o prefeito Bernardo Rossi.

“Pela primeira vez participando do Conselho, ficamos feliz com o reconhecimento do trabalho que já fizemos e a oportunidade de interagir com a comunidade e mostrar quais os nosso objetivos para os distritos”,  comenta o chefe da Guarda, Jeferson  Calomeni, que foi questionado sobre o choque de ordem, ronda escolar, câmeras de monitoramento, entre outros pontos.

O anúncio da base em Itaipava veio diante de questionamento sobre o aumento do efetivo da Guarda na região. Segundo ele, dois carros estão em fase final de revisão mecânica e ganharão jogo de pneus novos para entrar em operação já no início do mês que vem. Com isso, será possível fazer o patrulhamento no Hortomercardo Municipal e nos terminais de Itaipava e Corrêas, principalmente em horários de pico. Além disso, o terceiro carro da ronda de escolar que ainda será entregue após voltar da oficina também será deslocado para Itaipava, atendendo mais um pedido dos moradores.

Guarda Civil pela primeira vez no CCS

Além de anunciar a base fixa e o deslocamento de um carro da ronda escolar para Itaipava, o chefe da Guarda também ouviu pedidos para que o choque de ordem, que tem acontecido em ruas do Centro, também seja realizado em bairros como Corrêas. Ele garantiu que o serviço será ampliado e levado para os distritos.

Sobre as câmeras de segurança, Calomeni informou o trabalho do prefeito Bernardo Rossi para recuperar uma verba de R$ 500 mil de uma emenda da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para montagem de uma central com 100 máquinas. Os participantes da reunião aproveitaram e pediram que algumas dessas câmeras façam o monitoramento da região, o que será estudado, confirmou o chefe da Guarda.

O Conselho Comunitário de Segurança Pública existe desde 2009, mas nunca teve a presença da Guarda Civil nesses oito anos. Calomeni garante que essa proximidade ajudará no trabalho a ser desenvolvido por lá.

“Essa parceria entre todos os participantes do Conselho e a Guarda é fundamental para fazer a coisa funcionar. Fiz questão de ir como comandante da corporação porque sei que a comunidade é quem mais entende as necessidades locais. O trabalho integrado com outros órgãos tem rendido muitos resultados em outras ações e não será diferente agora com o Conselho”, disse o chefe da Guarda.

O coordenador de Segurança, Maurício Borges, também esteve no encontro do CCS. A reunião contou ainda com a presença de representantes do 26º Batalhão da Polícia Militar, 105ª e 106ª Delegacia de Polícia (Retiro e Itaipava), Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) e da sociedade civil.


Leia mais...

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeitura apoia projeto para centro de convenções em Itaipava: Área nos fundos da Feirinha terá capacidade para 4 mil pessoas



Importante instrumento para alavancar o turismo da cidade, potencializando o movimento nos 114 meios de hospedagem, que disponibilizam 6.436 leitos, a construção de um centro de convenções em Itaipava recebeu sinal verde do prefeito Bernardo Rossi para sair do papel. O prédio, que deverá ser construído junto à Feirinha de Itaipava terá capacidade para receber mais de quatro mil pessoas.   O projeto foi apresentado ao prefeito na sexta-feira (17.02) pelo diretor administrativo da Feirinha, Álvaro Monteiro Dias.

“A construção de um Centro de Convenções viabilizará o desenvolvimento do turismo de negócios, uma atividade que vai impulsionar não só o setor hoteleiro, mas toda economia, aumentando o movimento no comércio e no setor de serviços. É uma demanda antiga dos empresários da cidade, que terá todo apoio da prefeitura”, anuncia o prefeito Bernardo Rossi. Por ano o setor de turismo em Petrópolis movimenta R$ 11 bilhões, o que corresponde a 6% do PIB da cidade.

O empreendimento prevê a construção de um salão com quatro mil metros quadrados, mais seis salas de apoio com 120 metros quadrados cada, sala de imprensa, praça de alimentação, área para carga e descarga para até quatro caminhões, e estacionamento para mais de 700 carros.

O diretor da feirinha explica que o projeto está em fase final de elaboração. A previsão é de que até o início de abril ele seja oficialmente protocolado na prefeitura. ‘Os arquitetos estão fazendo ajustes na maquete eletrônica. Em pouco mais de 30 dias ele será protocolado na prefeitura para a avaliação técnica das secretarias de Obras, Planejamento e Meio Ambiente”, explica o diretor da Feirinha.

A construção do centro de convenções irá refletir diretamente sobre o movimento da Feirinha de Itaipava, que conta com 394 estandes para venda de roupas, sapatos, presentes e acessórios, além de 10 quiosques para alimentação. Por mês, cerca de 20 mil consumidores passam pela Feirinha.

“Nossa expectativa é de triplicar o movimento que temos hoje. Em média recebemos quatro mil pessoas aos sábados e domingos, mas o número dobra quando temos feriados e os fins de semana são prolongados. O Centro de Convenções certamente trará resultados muito positivos para os empresários da feirinha”, diz o diretor administrativo Álvaro Monteiro.

“Todas as iniciativas que impulsionem a economia da cidade são benvindas, e a construção de um centro de convenções certamente trará muitos benefícios para a cidade”, pontua o prefeito Bernardo Rossi.
Leia mais...

Petrópolis vai receber mais R$ 3,1 milhões em verbas federais



Petrópolis vai receber mais R$ 3.138,314,00 em recursos federais destinados pela deputada federal Cristiane Brasil. O recurso vai beneficiar as áreas de Esporte, Saúde e Infraestrutura.

            A medida acontece graças à relação do prefeito Bernardo Rossi com o legislativo federal, que, em menos de dois meses, já conquistou mais de R$ 8,3 milhões por meio de emendas parlamentares. Em menos de 60 dias, o prefeito também garantiu R$ 10,4 milhões em recursos da união que estavam sendo perdidos por falta de projetos da prefeitura ou por má de gestão. 

            No caso das verbas destinadas por Cristiane Brasil, na área da saúde serão investidos R$ 1,3 milhão. Parte deste montante, R$ 700 mil, será usado na Atenção Especializada e R$ 638 mil vai para Atenção Básica. Para o Esporte serão R$ 800 mil aplicados na construção de dois equipamentos urbanos públicos ou na construção de quadras. Há, ainda, R$ 1 milhão, destinado pelo Ministério das Cidades, para infraestrutura urbana, obras, calçamentos, melhorias de via, conforme necessidade do município.

      “Sem dúvida contar com o apoio dos deputados é fundamental para construir uma cidade melhor. Independentemente de partido, o que eu quero é conseguir recursos para ajudar a nossa cidade a crescer. Petrópolis tem um histórico de governantes que não se empenharam para garantir os recursos destinados por deputados, seja por orgulho ou má vontade, e considero isso um absurdo sem tamanho. Só com o que estava para ser perdido, garantimos mais de R$ 18,7 milhões. E essa gestão vai continuar atrás de recursos”, enfatizou o prefeito Bernardo Rossi.

            Cristiane Brasil destacou o compromisso do prefeito com o município. “Eu nasci e me criei em Petrópolis. Também tenho uma ótima relação com o Bernardo e confio totalmente no trabalho dele frente à prefeitura. Essa é uma forma de mostrar o meu apoio a sua gestão. O que eu puder fazer para ajudar a cidade, eu farei”, declarou.

            Na última sexta-feira (17.02), o deputado federal Hugo Leal anunciou a destinação de R$ 1 milhão em recursos federais para a área de Saúde. A maior parte deste montante, R$ 550 mil, será para aquisição de um mamógrafo digital para o Hospital Alcides Carneiro.  “Todos os recursos são bem-vindos independente de bandeiras partidárias”, completa o prefeito.

Bernardo conseguiu garantir, através de recursos do deputado Leonardo Picciani, R$ 2,4 milhões para o primeiro Centro de Iniciação Esportiva de Petrópolis, no Caxambu. Também foram resgatadas verbas de emendas parlamentares do deputado federal no valor de R$ 975 mil, para a recuperação de quadras poliesportivas nos bairros Mosela e Morin – intervenções que estavam paralisadas desde o ano passado, além de contenção de encostas na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo – via que fica na parte de trás do Parque de Exposições de Itaipava - emenda do deputado federal Julio Lopes no valor de R$ 385 mil.

A Segurança Pública também receberá um reforço de R$ 500 mil, que foram destinados por Cristiane Brasil. O montante que será investido em uma central de monitoramento que ampliará de 28 para 100 as câmeras de vigilância na cidade.

Recuperação de verbas já chega a R$ 18,7 milhões

Além dos R$ 8,3 milhões em emendas parlamentares, Bernardo Rossi garantiu recursos federais que estavam sendo perdidos por falta de contrapartida do município.  São R$ 10,4 milhões que agora, de fato, chegarão ao município.

A Saúde receberá R$ 3,5 milhões do governo federal, verbas para as redes de urgência e emergência e para o Programa “Melhor em Casa”, que vai levar médicos à casa dos pacientes com necessidade de reabilitação motora, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção.

Bernardo garantiu ainda R$ 7,9 milhões para a retomada de obras que estavam paralisadas, entre as quais o aterramento da fiação aérea da Rua do Imperador - iniciada há 8 anos e não concluída. O aterramento, que já foi iniciado, será custeado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento através do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).
Leia mais...

Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar realizam nova operação choque de ordem em Petrópolis



Ação integrada entre Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar teve apenas oito multas por estacionamento e documentação irregular

Terceira edição aconteceu no sábado (18.02) na 13 de Maio, Nelson de Sá Earp, Rua do Imperador e Roberto Silveira

A terceira ação para restabelecer a normalidade em ruas do Centro terminou com ainda menos ocorrências que as duas anteriores. O choque de ordem realizado no sábado (18.02) teve apenas quatro multas por estacionamento irregular, enquanto na primeira edição foram 55 ocorrências e na segunda, 13. Dessa vez, o número de ruas subiu: além da 13 de Maio e da Nelson de Sá Earp, as equipes da Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar também passaram pela Rua do Imperador e Roberto Silveira.

Para o chefe da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, os frequentadores de bares desses locais estão compreendendo o trabalho que vem sendo desenvolvido e ficando mais atentos às questões de estacionamento, oferta de bebida alcoólica para menores de 18 anos, música em volume alto, entre outros problemas que os moradores desses locais vinham enfrentando.

“A falta de fiscalização ocasionou excessos nesses locais. Estamos trabalhando para que essas situações não voltem a ocorrer e atrapalhem quem mora ou passa por esses lugares, nem quem está ali para se divertir. Esse foi o terceiro final de semana que fizemos o choque de ordem, dessa vez em mais ruas, e o número segue caindo. As pessoas estão entendendo o nosso papel”, destaca Calomeni.

Um carro e três motos foram rebocados para o pátio que fica no Morin e podem ser retirados após o pagamento das taxas de diária e de remoção. O automóvel estava estacionado em ponto de ônibus na 13 de Maio. Todas as motos (duas na 13 de Maio e uma na Roberto Silveira) estavam sem habilitação ou documentação do veículo. Outros quatro veículos (dois na 13 de Maio e dois na Roberto Silveira) foram multados por estacionamento em vaga destinada para pessoas com deficiência ou em frente à garagem.
Leia mais...

Bernardo Rossi garante apoio do Iphan para restauração de bens históricos de Petrópolis



A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, visitou Petrópolis nesta segunda-feira (20.02), desdobramento da reunião com o prefeito Bernardo Rossi em Brasília há 15 dias. Bogéa, acompanhada da superintendente do Iphan no Rio, Mônica Costa e Fernanda Zucolotto, responsável pelo escritório do órgão no município visitaram equipamentos turísticos. O órgão de preservação em esfera nacional vai intervir pelo restauro do Palácio de Cristal e pelo painel de Djanira, no Liceu Municipal. O pleito do prefeito Bernardo Rossi vai ter o aval e a interferência da presidente do Iphan. Bogéa, ciceroneada pelo prefeito e pelo bispo Dom Gregório Paixão, esteve ainda na Catedral e Casa da Princesa Isabel, recepcionada por Francisco de Orleans e Bragança.

Para o prefeito Bernardo Rossi é importante abrir um canal de relacionamento com o Iphan e demais órgãos de preservação. “Precisamos pensar, todos juntos, nas frentes de trabalho que têm duas vertentes na cultura e arquitetura: preservação e desenvolvimento. Por isso, o Iphan precisa ser nosso parceiro, necessário estarmos lado a lado debatendo, construindo juntos”, ressalta.

“Petrópolis é uma joia de valor inestimável”, disse Bogéa adiantando que estará ao lado da cidade em suas reivindicações de preservação dos seus bens culturais e arquitetônicos. “Vamos intervir junto ao governo federal para estas restaurações”, aponta.

A visita de Bogéa iniciou na Catedral São Pedro de Alcântara. O bispo Dom Gregório Paixão mostrou as ultimas intervenções preservacionistas na igreja um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e assinalou projetos apresentados ao BNDES para captação de recursos para continuidade das restaurações, que já estão em andamento na primeira fase do projeto. Orçado em R$ 1,7 milhão, a restauração inclui pintura e alguns reparos estruturais no prédio histórico. Na segunda e terceira fases do projeto, ainda sem orçamento previsto, serão feitas a implantação do museu valorizando todo o acervo da Catedral e a revitalização de todo o entorno da igreja.

Na Casa da Princesa Isabel, Kátia Bogéa, foi recebida por Francisco de Orleans e Bragança, da família imperial. No prédio, ele mostrou a arquitetura da Casa que voltou ao patrimônio da família imperial na década de 40 e lembrou momentos históricos como a última foto de D. Pedro II em Petrópolis feita nas escadas da residência.

“A cidade é linda e a Casa fica em um dos eixos mais importantes do Centro Histórico, que começa com a Catedral de um lado, temos diversas casas históricas, como essa, o Palácio Rio Negro, na outra ponta o Relógio das Flores e ao lado a Casa de Santos Dumont. É uma rua única, assim como é único no país todo este acervo histórico e cultural. Importante o envolvimento do Iphan com a cidade para preservar esta riqueza cultural”, destacou Francisco de Orleans e Bragança.

Em seguida, a presidente do Iphan visitou o Palácio de Cristal. Marcelo Valente, que vai presidir a futura empresa de Turismo da cidade, apresentou à Bogéa o projeto de restauração do prédio, orçado em R$ 1,6 milhão, que apresenta problemas estruturais, entre eles vazamento no telhado. A presidente ficou encantada com o potencial que o equipamento tem para eventos, garantindo a preservação do atrativo e podendo gerar receita para o município.

O fim da visita aconteceu no Liceu Cordolino Ambrósio, no Centro, onde está localizado o painel de 12 metros da artista Djanira. A obra, que foi doada pela própria artista em 1953, fica no auditório da escola, mas está deteriorada e sua restauração foi adiada pela gestão anterior. Durante a visita em Brasília e reafirmada nesta segunda, a presidente Kátia se disponibilizou a intervir na restauração da obra, que também tem valor inestimável para o Turismo da cidade. Leonardo Randolfo, presidente da Fundação de Cultura e Turismo, destacou a importância do painel. “O valor é inestimável, um patrimônio que não podemos perder e que deve estar disponível para que petropolitanos e turistas o conheçam”.

“A certeza que tenho é que Petrópolis é um deslumbre e que a cada esquina tem uma jóia. Nesse encontro viemos olhar todo o potencial turístico da cidade, conhecer os projetos de restauração do Palácio de Cristal, da obra de Djanira, que após ser restaurada deve entrar no circuito turístico do município, e avaliar de qual forma, qual o melhor caminho vamos conseguir os recursos para a restauração desses patrimônios”, afirmou a presidente do Iphan, Kátia Bogéa.  

A visita da presidente do Iphan foi acompanhada ainda pelo secretário de Educação, Anderson Juliano, pelo vice-prefeito, Baninho e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor.
Leia mais...

Aberto procedimento para contratação da empresa para obra na ponte do Rocio



A Secretaria de Obras iniciou nesta segunda-feira (20.02) o procedimento para contratar uma empresa para reconstruir a ponte que liga o Rocio à Fazenda Inglesa. O resultado sairá após o Carnaval com previsão da intervenção ser iniciada na segunda quinzena de março. A conclusão acontece em 60 dias. Essa ponte cedeu após uma chuva em janeiro, o que impede a passagem veículos maiores e do ônibus escolar. A recuperação dessa ponte está orçada em R$ 87 mil.

“Essa é uma obra importante para os moradores daquele local. Sabemos das dificuldades que os moradores estão enfrentando por causa desse problema e estamos trabalhando o mais rápido que podemos para dar novamente o conforto para essa comunidade”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

A obra inclui remoção do que restou da estrutura em pavimentação e sustentação da ponte e execução de nova composição da passagem. O secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, explicou que o trâmite burocrático foi superado e a expectativa de entrega da obra. “A intervenção até é rápida, mas depois é necessário esperar o concreto secar, e isso é o mais demorado”, esclareceu o secretário.
Leia mais...