quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Prefeitura paga dívida de R$ 3 milhões com a UCP: Pagamento mantém 450 alunos fazendo curso superior



Prefeitura e Universidade Católica de Petrópolis (UCP) formalizaram um acordo para quitar sem juros R$ 3 milhões em dívidas acumuladas pelo município entre abril e dezembro do ano passado. O acordo prevê que o montante, parcelado em 23 vezes, seja quitado junto com o pagamento corrente (mensal) das bolsas que custeiam hoje os estudos de 450 alunos oriundos da rede pública.

“Desta forma conseguiremos quitar as pendências deixadas e ao mesmo tempo garantir o benefício aos alunos que dependem das bolsas para concluir a formação”, pontua o prefeito Bernardo Rossi que aponta o caráter social da quitação da dívida e, ao mesmo tempo, de impulsionar a economia. “O mercado precisa de profissionais bem qualificados em universidades como a UCP, reconhecida nacionalmente”.

Além de negociar a dívida sem o pagamento de juros, a Secretaria de Fazenda garantiu a manutenção dos valores a preços de 2016, o que representará uma economia de R$ 616 mil.

Além da dívida acumulada, a gestão passada não previu no orçamento de 2017 os recursos necessários para um novo vestibular social. “Isso tirou este ano, a oportunidadede mais 100 pessoas começarem um curso superior na UCP. Estamos quitando as dívidas do ano passado e trabalhando para viabilizar um novo vestibular social no fim do ano”, antecipa o prefeito.

Com o acordo, o custo mensal médio para o município será de R$ 432 mil em 2017 e R$ 490 mil no ano que vem. “Assim como fizemos com outras despesas não pagas deixadas pelos antigos gestores, buscamos equacionar e garantir a quitação mensal das bolsas, de forma a adequar o valor ao orçamento do município”, explica o secretário de Fazenda Heitor Luiz Maciel Pereira.

A medida garantirá a continuidade do custeio das bolsas a 450 alunos, matriculados em cursos na instituição. O convênio entre município e universidade foi criado há nove anos. As bolsas são destinadas a estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas nas redes municipal ou estadual.
Leia mais...

Itaipava terá base fixa da Guarda Civil a partir de março

Durante reunião do Conselho Comunitário de Segurança, chefe da corporação anunciou a novidade

Grupo de 10 homens vai ficar sediado no Parque de Itaipava, mas contará com três veículos para fazer rondas de patrulhamento na região

A partir de março, Itaipava passará a ter uma base fixa da Guarda Civil. Serão 10 homens que usarão o Parque Municipal como ponto de referência, mas vão utilizar dois carros e uma moto para realizar rondas de patrulhamento na região. A medida, uma determinação do prefeito Bernardo Rossi, foi anunciada pelo chefe da corporação, Jeferson Calomeni, durante a reunião do Conselho Comunitário de Segurança (CCS), ocorrida no Parque na última segunda-feira (20.02).

Esse é mais um passo para expandir a atuação da Guarda Civil. Ao longo dos dois primeiros meses de 2017, diversas ações foram implementadas na cidade para aumentar a segurança da população, algo que teve grande reconhecimento na reunião do CCS.  Pela primeira vez participando da reunião do Conselho Comunitário de Segurança, a Guarda Civil quer se estabelecer com ações em todo o território, inclusive os distritos.

“Petrópolis é uma só. É preciso governar para a cidade toda e não apenas no primeiro distrito. E a Guarda tem sido um diferencial nesta nossa gestão com uma série de projetos abandonados que retomamos”, analisa o prefeito Bernardo Rossi.

“Pela primeira vez participando do Conselho, ficamos feliz com o reconhecimento do trabalho que já fizemos e a oportunidade de interagir com a comunidade e mostrar quais os nosso objetivos para os distritos”,  comenta o chefe da Guarda, Jeferson  Calomeni, que foi questionado sobre o choque de ordem, ronda escolar, câmeras de monitoramento, entre outros pontos.

O anúncio da base em Itaipava veio diante de questionamento sobre o aumento do efetivo da Guarda na região. Segundo ele, dois carros estão em fase final de revisão mecânica e ganharão jogo de pneus novos para entrar em operação já no início do mês que vem. Com isso, será possível fazer o patrulhamento no Hortomercardo Municipal e nos terminais de Itaipava e Corrêas, principalmente em horários de pico. Além disso, o terceiro carro da ronda de escolar que ainda será entregue após voltar da oficina também será deslocado para Itaipava, atendendo mais um pedido dos moradores.

Guarda Civil pela primeira vez no CCS

Além de anunciar a base fixa e o deslocamento de um carro da ronda escolar para Itaipava, o chefe da Guarda também ouviu pedidos para que o choque de ordem, que tem acontecido em ruas do Centro, também seja realizado em bairros como Corrêas. Ele garantiu que o serviço será ampliado e levado para os distritos.

Sobre as câmeras de segurança, Calomeni informou o trabalho do prefeito Bernardo Rossi para recuperar uma verba de R$ 500 mil de uma emenda da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) para montagem de uma central com 100 máquinas. Os participantes da reunião aproveitaram e pediram que algumas dessas câmeras façam o monitoramento da região, o que será estudado, confirmou o chefe da Guarda.

O Conselho Comunitário de Segurança Pública existe desde 2009, mas nunca teve a presença da Guarda Civil nesses oito anos. Calomeni garante que essa proximidade ajudará no trabalho a ser desenvolvido por lá.

“Essa parceria entre todos os participantes do Conselho e a Guarda é fundamental para fazer a coisa funcionar. Fiz questão de ir como comandante da corporação porque sei que a comunidade é quem mais entende as necessidades locais. O trabalho integrado com outros órgãos tem rendido muitos resultados em outras ações e não será diferente agora com o Conselho”, disse o chefe da Guarda.

O coordenador de Segurança, Maurício Borges, também esteve no encontro do CCS. A reunião contou ainda com a presença de representantes do 26º Batalhão da Polícia Militar, 105ª e 106ª Delegacia de Polícia (Retiro e Itaipava), Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) e da sociedade civil.


Leia mais...

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeitura apoia projeto para centro de convenções em Itaipava: Área nos fundos da Feirinha terá capacidade para 4 mil pessoas



Importante instrumento para alavancar o turismo da cidade, potencializando o movimento nos 114 meios de hospedagem, que disponibilizam 6.436 leitos, a construção de um centro de convenções em Itaipava recebeu sinal verde do prefeito Bernardo Rossi para sair do papel. O prédio, que deverá ser construído junto à Feirinha de Itaipava terá capacidade para receber mais de quatro mil pessoas.   O projeto foi apresentado ao prefeito na sexta-feira (17.02) pelo diretor administrativo da Feirinha, Álvaro Monteiro Dias.

“A construção de um Centro de Convenções viabilizará o desenvolvimento do turismo de negócios, uma atividade que vai impulsionar não só o setor hoteleiro, mas toda economia, aumentando o movimento no comércio e no setor de serviços. É uma demanda antiga dos empresários da cidade, que terá todo apoio da prefeitura”, anuncia o prefeito Bernardo Rossi. Por ano o setor de turismo em Petrópolis movimenta R$ 11 bilhões, o que corresponde a 6% do PIB da cidade.

O empreendimento prevê a construção de um salão com quatro mil metros quadrados, mais seis salas de apoio com 120 metros quadrados cada, sala de imprensa, praça de alimentação, área para carga e descarga para até quatro caminhões, e estacionamento para mais de 700 carros.

O diretor da feirinha explica que o projeto está em fase final de elaboração. A previsão é de que até o início de abril ele seja oficialmente protocolado na prefeitura. ‘Os arquitetos estão fazendo ajustes na maquete eletrônica. Em pouco mais de 30 dias ele será protocolado na prefeitura para a avaliação técnica das secretarias de Obras, Planejamento e Meio Ambiente”, explica o diretor da Feirinha.

A construção do centro de convenções irá refletir diretamente sobre o movimento da Feirinha de Itaipava, que conta com 394 estandes para venda de roupas, sapatos, presentes e acessórios, além de 10 quiosques para alimentação. Por mês, cerca de 20 mil consumidores passam pela Feirinha.

“Nossa expectativa é de triplicar o movimento que temos hoje. Em média recebemos quatro mil pessoas aos sábados e domingos, mas o número dobra quando temos feriados e os fins de semana são prolongados. O Centro de Convenções certamente trará resultados muito positivos para os empresários da feirinha”, diz o diretor administrativo Álvaro Monteiro.

“Todas as iniciativas que impulsionem a economia da cidade são benvindas, e a construção de um centro de convenções certamente trará muitos benefícios para a cidade”, pontua o prefeito Bernardo Rossi.
Leia mais...

Petrópolis vai receber mais R$ 3,1 milhões em verbas federais



Petrópolis vai receber mais R$ 3.138,314,00 em recursos federais destinados pela deputada federal Cristiane Brasil. O recurso vai beneficiar as áreas de Esporte, Saúde e Infraestrutura.

            A medida acontece graças à relação do prefeito Bernardo Rossi com o legislativo federal, que, em menos de dois meses, já conquistou mais de R$ 8,3 milhões por meio de emendas parlamentares. Em menos de 60 dias, o prefeito também garantiu R$ 10,4 milhões em recursos da união que estavam sendo perdidos por falta de projetos da prefeitura ou por má de gestão. 

            No caso das verbas destinadas por Cristiane Brasil, na área da saúde serão investidos R$ 1,3 milhão. Parte deste montante, R$ 700 mil, será usado na Atenção Especializada e R$ 638 mil vai para Atenção Básica. Para o Esporte serão R$ 800 mil aplicados na construção de dois equipamentos urbanos públicos ou na construção de quadras. Há, ainda, R$ 1 milhão, destinado pelo Ministério das Cidades, para infraestrutura urbana, obras, calçamentos, melhorias de via, conforme necessidade do município.

      “Sem dúvida contar com o apoio dos deputados é fundamental para construir uma cidade melhor. Independentemente de partido, o que eu quero é conseguir recursos para ajudar a nossa cidade a crescer. Petrópolis tem um histórico de governantes que não se empenharam para garantir os recursos destinados por deputados, seja por orgulho ou má vontade, e considero isso um absurdo sem tamanho. Só com o que estava para ser perdido, garantimos mais de R$ 18,7 milhões. E essa gestão vai continuar atrás de recursos”, enfatizou o prefeito Bernardo Rossi.

            Cristiane Brasil destacou o compromisso do prefeito com o município. “Eu nasci e me criei em Petrópolis. Também tenho uma ótima relação com o Bernardo e confio totalmente no trabalho dele frente à prefeitura. Essa é uma forma de mostrar o meu apoio a sua gestão. O que eu puder fazer para ajudar a cidade, eu farei”, declarou.

            Na última sexta-feira (17.02), o deputado federal Hugo Leal anunciou a destinação de R$ 1 milhão em recursos federais para a área de Saúde. A maior parte deste montante, R$ 550 mil, será para aquisição de um mamógrafo digital para o Hospital Alcides Carneiro.  “Todos os recursos são bem-vindos independente de bandeiras partidárias”, completa o prefeito.

Bernardo conseguiu garantir, através de recursos do deputado Leonardo Picciani, R$ 2,4 milhões para o primeiro Centro de Iniciação Esportiva de Petrópolis, no Caxambu. Também foram resgatadas verbas de emendas parlamentares do deputado federal no valor de R$ 975 mil, para a recuperação de quadras poliesportivas nos bairros Mosela e Morin – intervenções que estavam paralisadas desde o ano passado, além de contenção de encostas na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo – via que fica na parte de trás do Parque de Exposições de Itaipava - emenda do deputado federal Julio Lopes no valor de R$ 385 mil.

A Segurança Pública também receberá um reforço de R$ 500 mil, que foram destinados por Cristiane Brasil. O montante que será investido em uma central de monitoramento que ampliará de 28 para 100 as câmeras de vigilância na cidade.

Recuperação de verbas já chega a R$ 18,7 milhões

Além dos R$ 8,3 milhões em emendas parlamentares, Bernardo Rossi garantiu recursos federais que estavam sendo perdidos por falta de contrapartida do município.  São R$ 10,4 milhões que agora, de fato, chegarão ao município.

A Saúde receberá R$ 3,5 milhões do governo federal, verbas para as redes de urgência e emergência e para o Programa “Melhor em Casa”, que vai levar médicos à casa dos pacientes com necessidade de reabilitação motora, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção.

Bernardo garantiu ainda R$ 7,9 milhões para a retomada de obras que estavam paralisadas, entre as quais o aterramento da fiação aérea da Rua do Imperador - iniciada há 8 anos e não concluída. O aterramento, que já foi iniciado, será custeado com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento através do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).
Leia mais...

Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar realizam nova operação choque de ordem em Petrópolis



Ação integrada entre Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar teve apenas oito multas por estacionamento e documentação irregular

Terceira edição aconteceu no sábado (18.02) na 13 de Maio, Nelson de Sá Earp, Rua do Imperador e Roberto Silveira

A terceira ação para restabelecer a normalidade em ruas do Centro terminou com ainda menos ocorrências que as duas anteriores. O choque de ordem realizado no sábado (18.02) teve apenas quatro multas por estacionamento irregular, enquanto na primeira edição foram 55 ocorrências e na segunda, 13. Dessa vez, o número de ruas subiu: além da 13 de Maio e da Nelson de Sá Earp, as equipes da Guarda Civil, PM, CPTrans, Fiscalização e Conselho Tutelar também passaram pela Rua do Imperador e Roberto Silveira.

Para o chefe da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, os frequentadores de bares desses locais estão compreendendo o trabalho que vem sendo desenvolvido e ficando mais atentos às questões de estacionamento, oferta de bebida alcoólica para menores de 18 anos, música em volume alto, entre outros problemas que os moradores desses locais vinham enfrentando.

“A falta de fiscalização ocasionou excessos nesses locais. Estamos trabalhando para que essas situações não voltem a ocorrer e atrapalhem quem mora ou passa por esses lugares, nem quem está ali para se divertir. Esse foi o terceiro final de semana que fizemos o choque de ordem, dessa vez em mais ruas, e o número segue caindo. As pessoas estão entendendo o nosso papel”, destaca Calomeni.

Um carro e três motos foram rebocados para o pátio que fica no Morin e podem ser retirados após o pagamento das taxas de diária e de remoção. O automóvel estava estacionado em ponto de ônibus na 13 de Maio. Todas as motos (duas na 13 de Maio e uma na Roberto Silveira) estavam sem habilitação ou documentação do veículo. Outros quatro veículos (dois na 13 de Maio e dois na Roberto Silveira) foram multados por estacionamento em vaga destinada para pessoas com deficiência ou em frente à garagem.
Leia mais...

Bernardo Rossi garante apoio do Iphan para restauração de bens históricos de Petrópolis



A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, visitou Petrópolis nesta segunda-feira (20.02), desdobramento da reunião com o prefeito Bernardo Rossi em Brasília há 15 dias. Bogéa, acompanhada da superintendente do Iphan no Rio, Mônica Costa e Fernanda Zucolotto, responsável pelo escritório do órgão no município visitaram equipamentos turísticos. O órgão de preservação em esfera nacional vai intervir pelo restauro do Palácio de Cristal e pelo painel de Djanira, no Liceu Municipal. O pleito do prefeito Bernardo Rossi vai ter o aval e a interferência da presidente do Iphan. Bogéa, ciceroneada pelo prefeito e pelo bispo Dom Gregório Paixão, esteve ainda na Catedral e Casa da Princesa Isabel, recepcionada por Francisco de Orleans e Bragança.

Para o prefeito Bernardo Rossi é importante abrir um canal de relacionamento com o Iphan e demais órgãos de preservação. “Precisamos pensar, todos juntos, nas frentes de trabalho que têm duas vertentes na cultura e arquitetura: preservação e desenvolvimento. Por isso, o Iphan precisa ser nosso parceiro, necessário estarmos lado a lado debatendo, construindo juntos”, ressalta.

“Petrópolis é uma joia de valor inestimável”, disse Bogéa adiantando que estará ao lado da cidade em suas reivindicações de preservação dos seus bens culturais e arquitetônicos. “Vamos intervir junto ao governo federal para estas restaurações”, aponta.

A visita de Bogéa iniciou na Catedral São Pedro de Alcântara. O bispo Dom Gregório Paixão mostrou as ultimas intervenções preservacionistas na igreja um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e assinalou projetos apresentados ao BNDES para captação de recursos para continuidade das restaurações, que já estão em andamento na primeira fase do projeto. Orçado em R$ 1,7 milhão, a restauração inclui pintura e alguns reparos estruturais no prédio histórico. Na segunda e terceira fases do projeto, ainda sem orçamento previsto, serão feitas a implantação do museu valorizando todo o acervo da Catedral e a revitalização de todo o entorno da igreja.

Na Casa da Princesa Isabel, Kátia Bogéa, foi recebida por Francisco de Orleans e Bragança, da família imperial. No prédio, ele mostrou a arquitetura da Casa que voltou ao patrimônio da família imperial na década de 40 e lembrou momentos históricos como a última foto de D. Pedro II em Petrópolis feita nas escadas da residência.

“A cidade é linda e a Casa fica em um dos eixos mais importantes do Centro Histórico, que começa com a Catedral de um lado, temos diversas casas históricas, como essa, o Palácio Rio Negro, na outra ponta o Relógio das Flores e ao lado a Casa de Santos Dumont. É uma rua única, assim como é único no país todo este acervo histórico e cultural. Importante o envolvimento do Iphan com a cidade para preservar esta riqueza cultural”, destacou Francisco de Orleans e Bragança.

Em seguida, a presidente do Iphan visitou o Palácio de Cristal. Marcelo Valente, que vai presidir a futura empresa de Turismo da cidade, apresentou à Bogéa o projeto de restauração do prédio, orçado em R$ 1,6 milhão, que apresenta problemas estruturais, entre eles vazamento no telhado. A presidente ficou encantada com o potencial que o equipamento tem para eventos, garantindo a preservação do atrativo e podendo gerar receita para o município.

O fim da visita aconteceu no Liceu Cordolino Ambrósio, no Centro, onde está localizado o painel de 12 metros da artista Djanira. A obra, que foi doada pela própria artista em 1953, fica no auditório da escola, mas está deteriorada e sua restauração foi adiada pela gestão anterior. Durante a visita em Brasília e reafirmada nesta segunda, a presidente Kátia se disponibilizou a intervir na restauração da obra, que também tem valor inestimável para o Turismo da cidade. Leonardo Randolfo, presidente da Fundação de Cultura e Turismo, destacou a importância do painel. “O valor é inestimável, um patrimônio que não podemos perder e que deve estar disponível para que petropolitanos e turistas o conheçam”.

“A certeza que tenho é que Petrópolis é um deslumbre e que a cada esquina tem uma jóia. Nesse encontro viemos olhar todo o potencial turístico da cidade, conhecer os projetos de restauração do Palácio de Cristal, da obra de Djanira, que após ser restaurada deve entrar no circuito turístico do município, e avaliar de qual forma, qual o melhor caminho vamos conseguir os recursos para a restauração desses patrimônios”, afirmou a presidente do Iphan, Kátia Bogéa.  

A visita da presidente do Iphan foi acompanhada ainda pelo secretário de Educação, Anderson Juliano, pelo vice-prefeito, Baninho e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor.
Leia mais...

Aberto procedimento para contratação da empresa para obra na ponte do Rocio



A Secretaria de Obras iniciou nesta segunda-feira (20.02) o procedimento para contratar uma empresa para reconstruir a ponte que liga o Rocio à Fazenda Inglesa. O resultado sairá após o Carnaval com previsão da intervenção ser iniciada na segunda quinzena de março. A conclusão acontece em 60 dias. Essa ponte cedeu após uma chuva em janeiro, o que impede a passagem veículos maiores e do ônibus escolar. A recuperação dessa ponte está orçada em R$ 87 mil.

“Essa é uma obra importante para os moradores daquele local. Sabemos das dificuldades que os moradores estão enfrentando por causa desse problema e estamos trabalhando o mais rápido que podemos para dar novamente o conforto para essa comunidade”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

A obra inclui remoção do que restou da estrutura em pavimentação e sustentação da ponte e execução de nova composição da passagem. O secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, explicou que o trâmite burocrático foi superado e a expectativa de entrega da obra. “A intervenção até é rápida, mas depois é necessário esperar o concreto secar, e isso é o mais demorado”, esclareceu o secretário.
Leia mais...

PMP quita R$ 4,4 milhões em dívidas de consignados e zera débitos com Sisep e Caixa



Em pouco mais de 45 dias de governo, a Secretaria de Fazenda quitou R$ 4,4 milhões referentes a parcelas de consignados que foram descontados nos contracheques dos servidores e não repassados à Caixa Econômica, ao Banco do Brasil, e ao Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais (Sisep) pela antiga administração da prefeitura. Em alguns casos, como o Cartão Sisep, apesar dos descontos nos salários, os repasses deixaram de ser feitos em setembro.

 “Os servidores prestam um serviço fundamental para a cidade e precisam ser respeitados. Todas as secretarias estão enxugando gastos. Estamos fechando as torneiras do desperdício e tendo respeito com a gestão dos recursos públicos, pois o único caminho para se administrar bem uma cidade é com responsabilidade e austeridade”, afirma o prefeito Bernardo Rossi, destacando que a Secretaria de Fazenda vem trabalhando duro para honrar os compromissos do dia a dia e quitar as dívidas deixadas pela gestão passada. “Estamos priorizando questões como os consignados que, em atraso, prejudicaram muito a vida dos servidores. Em alguns casos os servidores chegaram a ter o nome incluído em serviços de restrição ao crédito, como SPC e Serasa,o que é um total absurdo. Hoje esta situação está regularizada” pontua o prefeito.

Nesta quinta-feira (16.02) - com o pagamento de R$ 640 mil ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais- a Secretaria de Fazenda zerou o débito de R$ 1,3 milhão referente ao cartão de compras Sisep. A primeira parcela, no valor de R$ 673 mil, foi paga em 27 de janeiro. O montante é referente a compras feitas pelos servidores, cujos valores foram descontados dos salários, e não repassados ao Sindicato pela antiga gestão da prefeitura.

Relatório encaminhado à Secretaria de Fazenda pelo Sisep aponta que valores, descontados dos servidores referentes a compras com o cartão Sisep não foram repassados nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. A falta do pagamento prejudicou servidores da prefeitura, das Secretarias de Saúde e Educação, além de servidores ativos e inativos do Inpas, Fundação de Cultura e Turismo, Companhia de Desenvolvimento (Comdep), e Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

A Secretaria de Fazenda também zerou esta semana o total de R$ 2,2 milhões em débitos referentes a parcelas de empréstimos consignados igualmente descontados dos salários dos servidores e não repassados à Caixa Econômica ao fim de 2016. O repasse de R$ 559 mil, que regularizou a situação com a Caixa, foi feito na terça-feira (14.02).

Para garantir que servidores não continuassem a ser prejudicados, em janeiro o município firmou um acordo com a Caixa para que os nomes dos servidores que tiveram os valores descontados nos contracheques, e não repassados no ano passado, não fossem incluídos em serviços de proteção ao crédito. O acordo permite, ainda, que servidores contratem novos empréstimos consignados junto à CEF, obedecendo aos parâmetros normalmente estabelecidos pela instituição bancária, que prevê entre outras coisas, limite de crédito compatível à renda do servidor.

Ainda esta semana a Secretaria de Fazenda efetuou o pagamento de R$ 674 mil em consignados pendentes junto ao Banco do Brasil, reduzindo a R$ 300 mil o montante de dívidas acumulado em R$ 1,6 milhão deixado pelos antigos gestores.

“Com isso quitamos mais de R$ 80% das dívidas de consignados pendentes com o Banco do Brasil” pontua o secretário de Fazenda Heitor Luiz Maciel Pereira, lembrando que o valor restante será quitado dentro do prazo estabelecido na renegociação formalizada com o Banco do Brasil.

Leia mais...

Parceria entre a Setrac e o CIEE encaminhará jovens para o mercado de trabalho em Petrópolis



Com o objetivo de auxiliar os jovens na busca pelo primeiro emprego, a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) firmou uma parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Com o convênio, a Setrac atende a uma necessidade pontuada pela Vara da Infância e da Juventude do Município que é de ressocializar os adolescentes, incentivar a busca pelo primeiro emprego e fortalecer os vínculos familiares, através da implantação do projeto Jovem Alerta. A Setrac possui 80 assistidos, entre 14 a 18 anos, nos projetos e programas da pasta.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, revelou que nesta fase inicial o objetivo é oferecer uma capacitação para o jovem para que ele crie perspectiva de um futuro profissional.
“O curso tem como objetivo preparar o jovem para sua vida profissional. Instruções sobre como proceder no mercado de trabalho, cidadania e sexualidade serão alguns dos temas abordados. Após a conclusão, em dois meses, os alunos serão encaminhados para seleção do Programa Jovem Aprendiz”, destaca.

Em reunião realizada junto aos promotores de Justiça da Infância e Juventude do município, Odilon Lisboa Medeiros e Vicente de Paula Mauro Júnior, na última sexta-feira (17.02), Denise Quintella explicou que a fase inicial será destinada aos jovens assistidos pela Setrac, posteriormente ela pretende ampliar para as comunidades com o apoio dos Centros de Referências da Assistência Social (CRAS).

O promotor Odilon Lisboa Medeiros comentou que esta é uma necessidade já solicitada à Setrac em governos anteriores e que nunca foi cumprida.

“Isso é exatamente o que a gente quer. Quando aplicamos uma medida socioeducativa esperamos que o jovem a cumpra em um ambiente em que ele possa ter perspectiva de futuro. Esse projeto atende as nossas expectativas, ainda mais por fortalecer os vínculos familiares”, afirma o promotor.

O Projeto Jovem Alerta tem previsão para início em março e para participar é necessário ter entre 14 e 24 anos e estar cursando o ensino fundamental ou médio, ou ter concluído o ensino médio.  A capacitação acontecerá no auditório do centro de integração.

“Oferecemos 20 temas de palestras para a Setrac montar o módulo do curso. Após a capacitação os jovens podem ser encaminhados atrês programas desenvolvidos pelo CIEE: Jovem Aprendiz, Estágio e Programa de Desenvolvimento Pessoal (PDP)”, explica a assistente social do CIEE, Carla Maria Diniz Fernandes.

Participaram da reunião o vice-prefeito Baninho, o procurador geral do município, Sebastião Médici e a promotora do Ministério Público Federal, Vanessa Seguezzi.
Leia mais...

Comdep faz corte de palmeira na Praça Osvaldo Cruz e podas de árvores



A Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) fez a retirada de uma palmeira de 22 metros da Praça Osvaldo Cruz, na Montecaseros, na manhã desse domingo (19.02). A equipe realizou também a poda de galhos na Praça Alcindo Sodré (esquina das ruas do Imperador e Paulo Barbosa) e na Monsenhor Bacelar, no Valparaíso. Esse trabalho foi feito para melhorar as condições dos motoristas, já que algumas placas de trânsito estavam ficando escondidas pelo crescimento dos galhos.

A retirada da palmeira envolveu sete funcionários, um caminhão com braço hidráulico e durou cerca de 1h30. A árvore já estava morta e com risco de queda, principalmente da parte mais alta. Além do laudo produzido pela Secretaria de Meio Ambiente (emitido no dia 18 de janeiro), a remoção da árvore também teve autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), já que a praça é tombada pelo órgão. A permissão foi dada dia 06, com a recomendação de que seja replantada outra no lugar em até 30 dias e que a nova planta seja maior que 1,70m.

Nesse ano, a Comdep já fez nove remoções de árvores e 38 podas, todas com laudo técnico da Secretaria de Meio Ambiente. O trabalho é feito preferencialmente aos domingos para não atrapalhar o trânsito.

“Todos os cortes e podas de árvores são realizadas pela Comdep após autorização da Secretaria de Meio Ambiente. Fora deste contexto, nós fazemos a limpeza das ervas de passarinho, que é uma forma de fazer a prevenção para queda dos galhos”, explica o presidente da Comdep, Wagner Silva.

Dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente mostram que, por dia, acontecem pelo menos dois novos pedidos de corte ou poda de árvores. “Buscamos atender prioritariamente os casos de emergência, como foi o caso na Praça Oswaldo Cruz, em que a árvore estava com o risco claro de desabar”, disse o biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Ives Jaensch.

“Através do telefone 2233-8177, é possível solicitar a vistoria. É importante estar atento aos troncos das árvores, se apresentam algum tipo de alteração ou rachadura, para informar a nossa equipe”, explicou.


Leia mais...

Prefeito decreta e integração plena será retomada a partir desta segunda-feira em toda Nova Friburgo



A partir desta próxima segunda-feira, 20, os usuários dos ônibus urbanos em Nova Friburgo já poderão desfrutar da integração plena de ponta a ponta no município. A decisão foi tomada pelo prefeito Renato Bravo em decreto assinado e publicado em Diário Oficial. 

O chefe do Executivo municipal mantém sua posição com o argumento de que a mudança será altamente benéfica para a população friburguense, além de tratar-se de um compromisso firmado com os eleitores durante sua campanha para prefeito.

“Nós faremos com que a integração volte a ser plena, de ponta a ponta nesta cidade, atendendo a quem realmente necessita desse serviço. Este foi um dos meus mais importantes compromissos de campanha e que agora tenho enorme satisfação em poder cumprir, pois só desta forma vou garantir integração sadia, justa e, acima de tudo, com qualidade de vida para toda a população”, declarou o prefeito Renato Bravo.

Retorno da integração plena era compromisso de campanha do prefeito

Desde que assumiu o cargo de prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo e sua equipe têm trabalhado incansavelmente para cumprir a retomada da integração plena na cidade. Já no início de janeiro foram realizados diversos debates e reuniões técnicas junto à concessionária Faol, responsável pelo transporte público na cidade.

No segundo dia de governo, em 2 de janeiro, o prefeito Renato Bravo publicou em diário oficial uma série de portarias norteando as principais metas e estabelecendo medidas prioritárias para a viabilização dos objetivos da administração municipal. Entre as quais, criando a Comissão Reguladora de Implantação de Integração Plena do Transporte Coletivo Municipal, em observância e atendimento ao pleito dos próprios cidadãos e objetivando ajustar o evidente desequilíbrio quanto à logística necessidade-economicidade, até então arcada somente pela população.

A referida comissão, criada no âmbito da Secretaria Municipal de Governo e coordenada pelo titular da pasta, Bruno Villas Boas, iniciou imediatamente um profundo estudo sobre o tema, a fim de proporcionar a cada usuário do transporte público amplo deslocamento, mobilidade e segurança, mediante a oferta do serviço adequado.

O que é a integração plena?

A volta da integração plena garante aos usuários do transporte público a possibilidade de fazer a integração (pagando apenas uma passagem) a partir de qualquer ponto de ônibus da cidade.

Um passageiro que saia de Olaria com destino ao Parque Maria Tereza, por exemplo, não precisará necessariamente fazer a integração no centro da cidade. Caso esse passageiro embarque numa linha Olaria x Conselheiro, pode desembarcar em qualquer ponto no trajeto e fazer a integração para a linha Maria Tereza pagando apenas uma passagem. O tempo para realizar a integração segue o mesmo: duas horas a partir do momento em que o usuário passa o cartão no coletivo.
Leia mais...

Protetores, Guarda Civil e Vereadora trabalham juntos para resgatar cavalo no Atílio Marotti



A causa animal se tornou um dos principais assuntos nas redes sociais em Petrópolis, RJ. No último fim de semana, acionada por protetores dos animais em sua página no facebook, Gilda Beatriz, vereadora que abraçou a causa no município, acionou a Guarda Civil para resgatar um cavalo no bairro Atílio Marotti.

“Recebi um pedido de ajuda para o resgate de um cavalo magro e, possivelmente machucado. Entrei em contato com Maurício Borges, Coordenador de Segurança, que prontamente, enviou a Guarda Civil para o resgate. Apesar do empenho e da procura, segundo informações, o animal foi escondido. Infelizmente este ainda é um problema que enfrentamos diariamente em diversas comunidades. Além da preocupação com o animal, temos que cuidar também da nossa segurança. Animais nas ruas podem sofrer e causar acidentes. Fica cada vez mais evidente a necessidade de políticas públicas para a causa como a criação do Conselho de Proteção Animal que será enviado à Câmara pelo executivo”, afirma.

Denúncias de maus tratos a animais podem ser feitas diretamente à Coordenadoria do Bem-Estar Animal, órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, pelo telefone 22338174 / Curral de Apreensões (para animais de grande porte): 2222-7560.  
Leia mais...

Rodovia BR-040 deve receber 320 mil veículos durante o Carnaval



Carretas e caminhões com mais de três eixos não poderão trafegar na pista de subida da Serra de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, na sexta (24)  e segunda-feira (27), das 16h às 22h, e, no sábado, das 8h às 14h. A medida faz parte de um  esquema especial de Carnaval montado pela Concer, concessionária que administra a rodovia BR-040. A estimativa é que cerca de 320 mil veículos utilizem a estrada federal nesse período. 

De acordo com a Concer, os horários de pico durante o fim de semana tendem a ocorrer a partir de sexta, entre 10h e meio-dia e de 16h às 19h, e na quarta, a partir de 14h. A concessionária pede que o usuário evite trafegar pelo trecho após o término da restrição do tráfego de carretas e caminhões, quando muitos veículos de carga sobem a serra ao mesmo tempo, causando lentidão ao tráfego.

Durante o feriado também haverá reforço do atendimento prestado pelo socorro mecânico em trechos de maior movimento da BR-040.  
Leia mais...

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Câmara aprova lei que visa maior fiscalização dos contratos da Prefeitura de Três Rios



De autoria do vereador Fabiano Oliveira, a Câmara de Vereadores de Três Rios aprovou projeto de lei que obriga o Executivo e o Saaetri imediata comunicação quando da abertura de processos licitatórios. A lei abrange todos os editais, pareceres de comissões, pregão eletrônico, chamada pública, dispensa de licitação, aditivos, etc.

Do ponto de vista prático a comunicação deverá ser feita em três dias utéis no protocolo da Câmara de Vereadores e, nos casos de contratação de serviço ou aquisição de produtos por decisão judicial, a forma e os prazos serão os mesmos.

“Entendi necessária a apresentação deste projeto em função das recentes operações protagonizadas pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal, com destaque oficial para a Operação Lava Jato, onde demonstraram que estes desvios de recursos públicos nas contratações de produtos e serviços são a principal fonte de manutenção da corrupção em nosso país. Quanto mais instrumentos de fiscalização, menor será a possibilidade de irregularidades e ilegalidades”, disse Fabiano.

A lei ainda prevê dispositivo que penaliza o não cumprimento ao Legislativo implicando em vício formal do processo que não for comunicado e ainda em crime de responsabilidade do agente político responsável, conforme o parágrafo primeiro do artigo 2° da lei.

Fabiano agradeceu seus pares pela aprovação do projeto, lembrando que a lei será uma ferramenta importante para o Legislativo ter acesso à totalidade das informações, reforçando a lei de licitações, o que em sua opinião, “fortalece o Executivo e a Câmara, tendo como objetivo final a tão desejada maximização dos recursos públicos”, finalizou o vereador.

Assessoria CVTR
Leia mais...

Guarda Civil encontra R$ 4,5 mil e devolve ao dono em Petrópolis


Há 20 anos na corporação, o guarda civil Elenias Albano Runs foi recebido pelo prefeito Bernardo Rossi na manhã desta sexta-feira (17.02). O prefeito fez questão de cumprimentar o agente de segurança que  encontrou uma carteira com R$ 4,5 mil perdida no Centro e devolveu o valor ao dono. A história aconteceu essa semana e a atitude de Elenias Albano Runs, foi reconhecida e elogiada por seus superiores e colegas. O dono da carteira, um empresário petropolitano, também já esteve com Elenias para agradecer.

“A Guarda Civil está sendo nosso orgulho.  Enquanto algumas cidades estão sofrendo na questão da segurança, aqui está sendo feito um trabalho bacana, com o choque de ordem, a presença maciça no patrulhamento da cidade e outras tantas ações. Elenias é um exemplo, uma honra tê-lo como servidor de nossa cidade”, destacou o prefeito.

Na última quarta (15.02), por volta de 14h, o guarda Runs fazia deslocamento à pé para orientar o trânsito na Rua Dr. Nelson de Sá Earp. Quando passou próximo à subida da Rua Teresa e percebeu que havia carteira embaixo de um carro. Ao pegar o objeto, constatou uma grande quantidade de dinheiro e avisou a corporação sobre a ocorrência. Ele contou ao prefeito como conseguiu identificar o dono da quantia, o empresário Oldemar de Jesus Almeida.

“Eu tirei uma foto do veículo, para ajudar na identificação do dono. Alguém avisou o rapaz, que procurou a Guarda informando que havia perdido a carteira e não tinha nem mais esperança de recuperar o dinheiro, queria apenas encontrar os documentos. Mas em nenhum momento passou pela minha cabeça fazer qualquer outra coisa que não fosse devolver esse dinheiro. Acho que todo ser humano deveria agir assim”, disse o guarda.

O dono do dinheiro iria fazer um depósito em um banco. Ao perceber que havia esquecido o cartão, voltou ao carro. Foi quando ele deixou a carteira cair e não percebeu. Ele foi alertado por um motoqueiro que um guarda tinha encontrado a carteira e se dirigiu ao Terminal do Centro, onde conseguiu recuperar o montante. O empresário agradeceu bastante a honestidade do guarda Runs e contou que já esteve em outro episódio semelhante há cerca de três anos.

“Graças a Deus foi ele que achou, porque se fosse outro, talvez nem os documentos eu teria recuperado. É uma coisa que é difícil hoje em dia. Mas tem pessoas boas ainda, nem todo mundo é igual. Isso também já aconteceu comigo, eu encontrei dinheiro e consegui entregar para o dono”, afirma o empresário.

O chefe da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, também se mostrou orgulhoso com a atitude de um integrante da corporação que comanda e ainda disse que o reconhecimento do prefeito Bernardo Rossi dá ainda mais ânimo para continuar trabalhando.

“Essa atitude mostra que além das qualidades profissionais, esses guardas possuem imensas qualidades pessoais. Eu me sinto orgulhoso de fazer parte dessa Guarda e tenho certeza que o Runs era a pessoa certa no lugar certo. E ser recebido pelo prefeito é um reconhecimento daquilo que já fazemos há anos e não era valorizado. Esses são os valores que a Guarda tem, esses são homens competentes, honestos e trabalhadores”, comentou Calomeni. 
Leia mais...

Aulas gratuitas de natação, basquete, vôlei e artes na Escola Monsenhor João de Deus Rodrigues

  

A Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, em Pedro do Rio, está com vagas abertas para as oficinas de basquete, vôlei e natação. Além destas aulas, a escola mantém aulas de música através da banda marcial E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues. As inscrições podem ser feitas por alunos e por moradores da localidade na secretaria da escola que fica na Rua Dr. Barros Franco, s/nº, em Pedro do Rio, das 8 às 20h.

            As aulas recomeçarão no dia 7 de março. O projeto de natação e hidroginástica da escola funciona há mais de 11 anos. Ao todo, 530 pessoas de todas as faixas etárias a partir dos oito anos participam das aulas. A escola conta com piscina aquecida, vestiários e uma equipe de professores formados em educação física. Além do público de Pedro do Rio, as aulas contam com alunos de Araras, Bonsucesso, Corrêas, Itaipava, Nogueira, Posse, Secretário, Vila Rica e Areal. Alunos de 20 escolas públicas, estaduais e particulares participam das aulas de natação.

            “Essa escola é uma referência na região. Não só os alunos, mas os pais e moradores da região podem se inscrever para as oficinas. Vale destacar que o polo educacional também oferece aulas de hidroginástica. O mais importante e que tudo é oferecido sem custo”, afirmou o secretário de Educação, Anderson Juliano.

            O diretor da escola, Ney Marcos de Paula Júnior, que coordena o projeto desde o início, destaca a importância da interação entre a escola e a comunidade.

            “Entendemos que a escola participativa deve ir além da introdução da comunidade em nossas decisões. Ela precisa estar diretamente envolvida na rotina da escola e principalmente participando das nossas atividades, afinal, esta interação é de suma importância para o desenvolvimento humano, social e educacional”, explicou.

            Além das aulas na piscina, a escola oferece oficinas de basquete. Sessenta crianças entre os 13 e 15 anos já estão cadastrados nas aulas que ocorrem as segundas e quartas-feiras, das 15h30 às 18h.

            As aulas de vôlei ocorrem às quartas-feiras, das 18 até às 21h, para um público de 13 a 15 anos. Quarenta já estão cadastrados. Quem gosta de música pode ser inscrever para participar da Banda Marcial Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues. A banda conta com a participação de ex-alunos. Para oferecer aulas de violão, canto coral e teatro, a escola fechou uma parceria com o Centro Cultural Celina de Oliveira. Os interessados devem fazer as inscrições na secretaria da escola.

            A Escola Monsenhor João de Deus Rodrigues tem 783 alunos do 2º ao 9º ano do ensino fundamental e ainda mantêm aulas do EJA (Educação de Jovens e Adultos) na parte da noite.
Leia mais...

Prefeitura inicia recadastramento do Cartão Imperial para os moradores do Castelo São Manoel e Caetitu



A Prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), inicia na segunda-feira (20.02), o processo de recadastramento do Cartão Compra Saudável (Cartão Imperial), para os beneficiários do programa que moram no Castelo São Manoel e Caetitu. A Setrac solicita que os 166 moradores cadastrados compareçam no CRAS Corrêas para realizar o registro.

Nesta sexta-feira (17.02), a secretaria encerrou a atualização para os moradores do Bairro da Glória e Estrada Mineira, porém, 72 pessoas não se atualizaram, por conta disso, a secretária Denise Quintella autorizou a convocação desses moradores para efetuar o recadastramento até o dia 10.03. A falta da confirmação dos dados implicará o corte do recebimento do benefício.

A secretária da pasta, Denise Quintella, explicou que o recadastramento ocorrerá por etapas no município e o objetivo é recadastrar todas as 5.630 famílias assistidas pelo programa que concede ajuda mensal de R$ 70.

“O recadastramento é uma ação anual da Setrac e este ano iniciamos pelos moradores assistidos pela nossa equipe do CRAS de Corrêas. Resolvemos convocar novamente os moradores do Bairro da Gloria e Estrada Mineira para que eles não percam o benefício.”, explicou.

O Cartão Compra Saudável atende a pessoas em situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e nutricional, e que estejam devidamente inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

A secretária da Setrac, Denise Quintela, destacou a importância do recadastramento e explicou que o próximo passo é iniciar a atualização do aluguel social.

“É importante que façamos a checagem dos dados, pois em um ano nós sempre temos que acrescentar novos beneficiados e a única maneira de se garantir justiça social e fazer com que os reais objetivos do Cartão Compra Saudável sejam cumpridos”, explicou.

A Setrac disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento original e cópia de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho e comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. As pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico. O CRAS Corrêas está localizado Rua Vigário Correa 443, no horário de 9 às 16h.
Leia mais...

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Hospital Santa Teresa retornará com as cirurgias de vesícula e hérnias, afirma Bernardo Rossi



Com acordo para pagamento de dívida de R$ 13 milhões com o Hospital Santa Teresa deixados pela gestão passada - atendimentos realizados entre fevereiro e dezembro de 2016 - a prefeitura conseguiu a retomada das  cirurgias eletivas de hérnia e vesícula para serem realizadas no hospital. O fluxo começa a operar já em março. A retomada dos procedimentos foi referendada pelo prefeito Bernardo Rossi e pelo secretário de Saúde, Silmar Fortes, nesta sexta-feira (17.02), em reunião de equipe com objetivo de agilizar as cirurgias. São mais de 400 pacientes que aguardam os procedimentos na cidade.

Bernardo Rossi aponta que o apoio do Hospital Santa Teresa é fundamental para o sistema único de saúde para ajudar a diminuir as filas dos procedimentos eletivos. 

“Com este parceiro iremos agilizar a fila de espera que é grande no município trazendo mais resolutividade e desempenho ao nosso sistema de saúde”, avalia. “Estamos colocando a casa em ordem, pagando dívidas, trazendo parceiros de volta para atuar conosco, recuperando verbas e oferecendo atendimento digno na área da Saúde”, completa.

O Hospital Santa Teresa é referência no município na realização dos procedimentos por videolaparoscopia, técnica por vídeo aplicada para retirada de pedra na vesícula, por exemplo, que garante menos risco de infecção, rápida recuperação e reduz o tempo de internação do paciente na unidade.

“O município faz um grande esforço para o pagamento da dívida, que foi parcelada e para deixarmos em dias todas as obrigações com o Santa Teresa e outros parceiros do setor de Saúde, que é prioridade neste governo”, considera Silmar Fortes.

O diretor executivo do Hospital Santa Teresa, Leonardo Menezes, destacou a parceria entre a unidade e o governo municipal. 

"O Hospital Santa Teresa, solidário às necessidades do município, se compromete em aumentar o número de cirurgias eletivas regulares, que já vínhamos realizando. Acreditamos que, dessa forma, podemos colaborar com a população petropolitana e a prefeitura na busca por melhores condições de saúde", afirmou Leonardo Menezes.
Leia mais...

Comdep retira mais de 100 pneus de rio em Araras



Mais de 100 pneus foram recolhidos do Rio Fagundes, em Araras, na tarde desta sexta-feira (17.02). O material lotou um caminhão e é resultado de descarte irregular por borracharias e da população.  Esta foi a primeira grande ação da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), que promete seguir realizando esse serviço. A empresa também vai aplicar multas em casos de flagrante irregular deste tipo de descarte. A coleta nas 30 borracharias da cidade é feita por dois caminhões, aos sábados. Estas empresas devem armazenar o material até o recolhimento ser feito ou descartar no aterro de Pedro do Rio em transporte próprio, porém com autorização da Comdep.

Os pneus foram retirados manualmente e colocados no caminhão por dois funcionários da autarquia. Depois disso, eles foram encaminhados para o aterro sanitário de Pedro do Rio, onde foi armazenado e será levado para São Paulo, a empresas de reciclagem.

“Esses pneus acabam sendo levados pela correnteza dos rios depois de dias de chuva. Há obstrução dos rios, alagamentos em função de lixo dispensado irregularmente. Vamos aumentar a fiscalização para que borracharias não façam o descarte irregular de pneus, o que causa um grave problema ambiental. Isso é crime”, afirmou o presidente da Comdep, Wagner Silva.
Leia mais...

CPTrans suspende autorização para Transpal atuar em Petrópolis: Turb assume as linhas



A Transportadora São Pedro de Alcântara (Transpal) está impedida de atuar em Petrópolis a partir desta sexta-feira (17.02). A empresa não vinha cumprindo as exigências da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) em garantir a qualidade do serviço aos usuários.  No lugar dela estão atuando os ônibus da Turb, com duas novas linhas Posse x Jurity e Posse x Albertos, atendendo a região do Brejal, no quinto distrito. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou pessoalmente o início das operações da empresa no Brejal na tarde desta sexta-feira, acompanhado do diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco e técnicos da companhia.

Em janeiro, quando a CPTrans realizou a fiscalização nas permissionárias, encontrou uma série de irregularidades nos dois ônibus que, à época, atendiam as linhas da Transpal. Em um deles foram encontrados sete problemas, que foram notificados. O outro sequer foi autorizado a circular, devido às péssimas condições do veículo. A empresa também vinha descumprindo outras obrigações, como a não garantia dos horários e colocando, inclusive, a vida dos usuários em risco.

“Desde que assumimos o governo temos olhado com carinho para as pessoas do Brejal. Ainda na época da campanha, eles me relatavam as péssimas condições dos ônibus que atendiam a área. Pedi à CPTrans que desse atenção especial a esse tema. Em um primeiro momento tentamos conversar, notificamos e pedidos a empresa que se adequasse, mas, como não foi possível, cancelamos a autorização de circulação dos veículos na cidade”, explicou o prefeito Bernardo Rossi.

Para a CPTrans, problemas causados pela Transpal no município culminaram dia 30 de janeiro quando um motorista foi flagrado pela Polícia Militar dirigindo um ônibus da empresa, na Posse, visivelmente embriagado. Na ocasião, as autoridades apreenderam o homem. Ele foi multado, teve a CNH recolhida e o ônibus também foi apreendido.

“Desde que assumimos a CPTrans estávamos negociando com as demais permissionárias do município para que uma delas assumisse as linhas, tão logo a Turb, que está em situação regular com o município, se prontificou a realizar o serviço, nós notificamos a Transpal para que parasse e circular na nossa cidade”, destacou Maurinho Branco.

O diretor da Turb, Jean Moraes, explica que a empresa assumiu em caráter de urgência a operação das linhas que atendem o Brejal para que a população não ficasse desassistida. O atendimento, que acontece em fase de testes, vai sofrer ajustes nos próximos dias. “Essa medida faz parte de um grande planejamento operacional focado na melhoria da mobilidade urbana para os moradores dos distritos”, finalizou. 

Leia mais...