domingo, 21 de dezembro de 2014

Câmara de Vereadores devolve R$ 350 mil em recursos à prefeitura



Às vésperas do fim do ano legislativo, a Câmara de Vereadores está devolvendo ao Executivo R$ 350 mil economizados do orçamento do ano de 2014. A devolução é o resultado de um modelo de gestão empresarial adotado pelo vereador Paulo Igor (PMDB) desde que assumiu a presidência da Casa. Além de enxugar gastos, a atual gestão vem investindo em modernização, infraestrutura e adotando uma política de valorização dos servidores, com o objetivo de melhorar o atendimento à população. 

 “Mantivemos a otimização de gastos e a redução de despesas, adotadas nos anos anteriores. Este ano, os servidores receberam um reajuste salarial de 10%. -  4,4% de ganho real (acima da inflação, que foi de 5,6%). Investimos também na modernização do departamento de informática, para melhorar as condições de trabalho. Sabemos que ainda há muito a fazer, mas acreditamos que estas medidas contribuem para melhorar o atendimento à população. Ficamos satisfeitos por fazer estes investimentos e ainda assim conseguir devolver um montante para a prefeitura”, explica Paulo Igor.

O presidente frisa que o empenho dos demais parlamentares vem sendo fundamental para que isto seja possível. “Hoje, a Câmara adota uma política de economia de combustível, de telefonia e outros gastos pontuais. Estruturalmente, temos uma equipe enxuta de servidores e na prestação de serviços. Este resultado é fruto do esforço de todos os parlamentares da Casa”, completa.  

Modernização

A modernização do departamento de informática inclui aquisição de equipamentos, softwares e internet. “Além de melhorar as condições de trabalho para os servidores, os investimentos em informática são fundamentais para agilizar o atendimento à população e o acesso às informações sobre a Casa e o trabalho dos vereadores”, pontua.

Paulo Igor lembra que investimentos também foram feitos em melhorias de acessibilidade ao Palácio Amarelo. Em agosto a Câmara adquiriu uma nova cadeira elevador para facilitar o acesso e dar mais conforto aos deficientes físicos e pessoas com dificuldade de mobilidade. “É uma medida aparentemente simples, mas muito importante para democratizar o acesso à Casa, permitindo que estas pessoas tenham melhores condições de trazer a esta casa as suas demandas e que possam participar mais ativamente do trabalho dos vereadores”, considera. A devolução dos R$ 350 mil será feita nesta segunda-feira (22). “A Câmara não pode direcionar onde serão investidos estes recursos, mas estamos certos que eles serão revertidos em benefício da população”, afirma Paulo Igor.  
Leia mais...

sábado, 20 de dezembro de 2014

Estado vai aplicar R$ 270 milhões do orçamento 2015 em emendas de deputados



A aplicação do estado em programas, obras e ações oriundas de emendas dos deputados ficou garantida no orçamento do estado para 2015. São R$ 270 milhões que a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) garantiu na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovada esta semana pelo parlamento. Com a lei, o governo fica obrigado a destinar 0,5% da receita correte líquida do exercício do próximo ano, que equivale ao valor, para as propostas feitas pelos parlamentares. Dos R$ 270 milhões, 50% devem ser destinados à educação e saúde, também obrigatoriamente. 

Autor de 1.525 emendas, parlamentar que mais apresentou propostas ao orçamento 2015, o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) também aponta que a reestimativa, feita pela Alerj, projetando uma maior a arrecadação do ICMS, será ganho direto para os municípios. No seu parecer, o colegiado reestimou a receita de ICMS, calculada em R$ 36,7 bilhões. Tomando como base dados da Secretaria de Estado de Fazenda, acrescidos da taxa de inflação (6,40% - IPCA 2015), da variação real do PIB (0,80%) e de um ganho de eficiência, chegou-se a um valor de 2,5% acima do estimado inicialmente, passando o montante para R$ 37,6 bilhões.

“São dois fortes momentos de expectativa de mais recursos para as cidades. As emendas que apresentei são direcionadas aos municípios da Região Serrana, em especial, Petrópolis. Garantindo que parte da receita líquida, estimada em R$ 52,9 bilhões, vai atender às emendas parlamentares, obrigatoriamente, é a garantia de mais verbas chegando aos municípios”, aponta, acrescentando ainda que a projeção maior do ICMS também beneficia as cidades: “O ICMS maior permite mais repasses para municípios, Fundeb e saúde, por exemplo”.

Mais investimentos

O orçamento líquido do estado para 2015 é de R$ 81,9 bilhões e deste montante, R$ 10,9 bilhões foram anunciados que serão aplicados em investimentos. “Com a garantia da aplicação de parte da receita líquida em atendimento às emendas parlamentares, mais recursos vão chegar diretamente às cidades. Os deputados estaduais fazem este papel de porta-voz junto ao governo sinalizando onde as cidades mais necessitam de recursos”, aponta Bernardo Rossi.

A expectativa do deputado é de boa parte das emendas para Petrópolis serem atendidas. As propostas de Bernardo foram focadas, principalmente, em Saúde, Economia e Educação e perfazem R$ 369,3 milhões. Assim como nos exercícios financeiros anteriores, busquei trazer para a cidade maior número de programas e verbas disponíveis. E a cidade, só em 2014, por exemplo, foi contemplada com a reserva de recursos por meio de emendas que garantiram o campus da UERJ, as 500 bolsas na UCP, ambulâncias, ônibus escolares, a regularização fundiária para quatro mil famílias e até mesmo o aluguel social para vítimas das chuvas”, aponta.
Leia mais...

CONCER COMEÇA A CONSTRUÇÃO DA PASSARELA NA ENTRADA DE ARARAS

Maurinho Branco, que foi o interlocutor entre a comunidade e os órgãos responsáveis, comemora o início dos trabalhos

A Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio (Concer) iniciou essa semana as obras de construção da passarela no Km.65 da Rodovia BR-040, na entrada de Araras. O início dos trabalhos foi comemorado pelo vereador Maurinho Branco (SDD), que vem, há cerca de um ano e meio, lutando junto às autoridades federais para que essa obra saísse do papel.

“Foram inúmeras reuniões com a comunidade, na própria Concer e até mesmo em Brasília, na sede da ANTT, onde fui duas vezes reforçar a necessidade dessa passarela. Foi uma tarefa árdua, pois o trecho não estava entre as prioridades da companhia, mas com muito trabalho nós conseguimos mobilizar as autoridades competentes”, disse o vereador.

O trecho da BR-040 é um dos mais perigosos da rodovia, onde no ano passado a jovem Jeanne Toledo Rezende foi atropelada e não resistiu aos ferimentos, vindo à óbito. Ela foi mais uma das inúmeras vítimas de acidentes automobilísticos e atropelamentos no local.

Desde então, moradores de Araras e da comunidade Vila do Sossego (antigo Buraco do Sapo), que fica do lado oposto da rodovia, se mobilizaram pela construção da passarela. Eles chegaram a promover manifestações, inclusive interditando a rodovia por algumas horas, no final do ano passado, e novamente este ano, nas vésperas da Semana Santa.

O vereador Maurinho Branco assumiu a interlocução entre a comunidade e a Concer, e com a ajuda do deputado federal Julio Lopes (PP-RJ), conseguiu trazer ao local o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, que sobrevoou o trecho e se mobilizou com o problema.

“Agora vamos acompanhar a obra e torcer para que ela fique pronta o mais rápido possível. As crianças e trabalhadores do Buraco do Sapo correm risco de vida todos os dias, ao atravessarem a rodovia em direção à escola ou ao seu trabalho”, lembrou o parlamentar, que classificou o início dos trabalhos pela Concer como um verdadeiro presente de Natal para ele e para as comunidades envolvidas.


Assessoria de Imprensa
Leia mais...

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Câmara Municipal realizou audiência para discutir o fechamento da Farmácia Popular



A vereadora Gilda Beatriz (PMDB), que preside a Comissão em Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara Municipal, presidiu na noite desta quarta-feira (17/12), uma audiência pública na Casa para analisar a questão do fechamento da Farmácia Popular na cidade. Por determinação do Governo do Estado, até o próximo dia 31 de dezembro, todas as 19 Farmácias Populares do estado do Rio de Janeiro serão desativadas. Em Petrópolis, a medida causou preocupação nos usuários e funcionários, que afirmam terem sido pegos de surpresa.

Gilda destacou que o objetivo principal da audiência foi o de reunir as propostas e soluções para o impasse criado com o anúncio do encerramento das atividades e encaminhá-las ao governador Luiz Fernando Pezão.

Durante a audiência, foi apresentado um vídeo com depoimentos dos usuários da Farmácia Popular, que além de se beneficiarem do projeto com a compra de fraldas geriátricas a preços mais acessíveis, participam dos projetos oferecidos no “Espaço da Convivência”, com tardes dançantes, aulas de alongamento, oficina de trabalhos manuais, entre outros.

Também convidada para a audiência, Roseane Borsato, coordenadora da Divisão de Farmácia da Secretaria de Saúde, sugeriu que o Espaço da Convivência possa ser transferido para um outro local, caso seja mesmo confirmado o encerramento das atividades da Farmácia Popular. Compuseram a mesa também, a farmacêutica da Secretaria de Saúde, Ana Paula Grazinoli, e a vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Gabriela Falconi.

“É um pena que um projeto como esse, que já existe há dez anos, acabe assim tão rapidamente, deixando muitas incertezas quanto ao futuro dessas pessoas que utilizam os serviços. Hoje são cerca de 43 mil idosos na cidade, representando algo em torno de 11% da população, e os direitos dessas pessoas precisam ser resguardados”, disse a vereadora Gilda Beatriz, lamentando ainda a ausência de um representante do Instituto Vital Brazil ao encontro, para que as dúvidas fossem sanadas.

As informações dão conta de que os beneficiários das 19 unidades da Farmácia Popular poderão comprar os medicamentos em 1.100 pontos de venda, com integração do serviço prestado pelo Estado ao serviço oferecido pelo Governo Federal. Esses beneficiários já estão recebendo um cartão denominado “Cuidados Especiais”, com o qual poderão comprar o produto pelo mesmo valor. A gestão desse cartão passará a ser, a partir de janeiro, da Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, que tem à frente o petropolitano Marcus von Seehausen.

O vereador Meirelles (PTB), disse que a questão precisa ser analisada com cautela, pois trata-se de uma diretriz política do governador que ele acredita ter o intuito de melhorar o serviço. Ele destacou, porém, que a Câmara precisa se reunir para tentar manter os serviços oferecidos pelo Espaço da Convivência.

Também presente à audiência, Silmar Fortes defendeu que “as pessoas que fazem uso desse serviço precisam de uma resposta, que deve ser rápida. Estamos aqui prontos a colaborar e buscar os motivos que fizeram o governo paralisar esse serviço”. Luizinho Sorriso (PROS), lamentou a notícia: “não entendo o porquê desse fechamento, já que é um serviço que existe há 10 anos e funciona bem. Se for necessário, podemos formar um comissão aqui da Casa e ir até o governador”, propôs.
Leia mais...

Consumidor vai pagar mais por energia elétrica a partir de janeiro



Da Agência Brasil Edição: Jorge WamburgA tarifa de energia elétrica deverá ficar mais cara para o consumidor no primeiro mês de 2015, anunciou ontem (18) o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Fonseca Leite. A medida faz parte do sistema de bandeiras tarifárias, que repassa mensalmente os custos das distribuidoras com o uso de termelétricas e que entra em vigor a partir de janeiro próximo.

"Nessa previsão, a bandeira já chega vermelha porque os reservatórios das hidrelétricas ainda estão em processo de enchimento", disse. A bandeira vermelha significa que os custos com geração de energia estão mais altos e que, por isso, haverá um acréscimo de R$ 3 para cada 100 killowats-hora consumidos. No entanto, o sistema não deverá resultar em custo extra para os consumidores, porque atualmente os gastos que as distribuidoras têm com a compra de energia de termelétricas já são incluídos nas tarifas de energia, só que isso é feito anualmente.

Fonseca disse ainda que as distribuidoras devem apresentar à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os pedidos de revisão extraordinária de tarifas na primeira semana de janeiro de 2015, por causa dos gastos extras que elas tiveram com a compra de energia de termelétricas em 2014. "Em reunião, a Aneel se comprometeu a analisar os pedidos de revisão [das empresas] já na primeira semana do ano que vem, e calcular os valores individualmente", concluiu.

A cobrança pelo sistema de bandeiras tarifárias  vai ser dividida por subsistemas, o que quer dizer que os consumidores de estados do Sul podem pagar um valor diferente daqueles que moram mais ao Norte do país. No entanto, a bandeira aplicada mensalmente será a mesma para todos os consumidores de um mesmo subsistema. Ou seja, ainda que uma pessoa de determinada região economize mais que as outras do mesmo subsistema, o valor cobrado será igual.

"Como vai ser avaliada a capacidade de produção daquele determinado subsistema, as bandeiras serão iguais para os moradores daquela região. Além disso, pode ser que no Sul do país a geração de energia hidrelétrica seja maior que no Norte, o que não resulta em uma mesma cobrança para todo o país naquele mês", esclareceu Fonseca. A medida, segundo ele, pode ser chamada de realismo tarifário, "porque permite ao consumidor um uso mais eficaz e consciente da energia, já que ele vai ter noção da situação dos reservatórios [de água]".
Leia mais...

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Treze dos quinze vereadores apoiam a reeleição de Paulo Igor à presidência da Câmara



Diálogo com todos os vereadores continua para formação da nova mesa diretora

Treze dos quinze parlamentares da Câmara de Vereadores de Petrópolis apoiam a reeleição do atual presidente Paulo Igor (PMDB), para continuar à frente da Casa no biênio 2015/2016. O mais recente apoio foi declarado pelo vereador Thiago Damaceno (PP), que entende que a união dos vereadores é importante para o fortalecimento do legislativo municipal. “Acredito que esse caminho de união em torno do nome do Paulo Igor é positivo porque quanto mais os vereadores estiverem unidos, mais forte será esta Casa e mais bem representada estará a cidade. Vou contribuir para que isso aconteça”, declarou Damaceno. A declaração de apoio foi anunciada antes da sessão plenária desta quarta-feira(17).

“Continuamos dialogando com todos os vereadores para definir a composição da mesa diretora”, complementa o atual presidente Paulo Igor. A eleição da mesa diretora, que ficará à frente da Câmara no biênio 2015/2016 acontece no dia 2 de janeiro e será o primeiro ato do legislativo no ano de 2015. Na ocasião serão eleitos também os 1º e 2º vice-presidentes e 1º e 2º secretários.

Em sessão na tarde de terça-feira (16) no plenário da Câmara de Vereadores, dirigente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) reafirmaram o apoio à reeleição do atual presidente, anunciada aos jornais da cidade no sábado (13).Eles disseram que a definição em torno do nome de Paulo Igor tem o objetivo de fortalecer o legislativo municipal em prol de benefícios para a cidade. “O PTB e o PMDB já caminham juntos em nível estadual. Antes da decisão ser tomada houve muita conversa internamente no partido e também com os demais vereadores da Casa. Entendemos que é importante para a cidade que o legislativo esteja fortalecido. Esta foi uma decisão em favor da cidade”, disse o vereador Roni Medeiros (PTB).

A deputada federal eleita Cristiane Brasil, que esteve na Câmara de Vereadores na terça-feira apresentando as idéias que pretende defender para a cidade, e o presidente municipal do PTB Marcus Von Seenhausen, na ocasião, falaram sobre a reeleição de Paulo Igor e destacaram a importância do fortalecimento e da independência do legislativo no atual momento político do país. Os lideres do PTB destacaram que a cidade será beneficiada com emendas parlamentares que poderão ser apresentadas pelos vereadores aos deputados dos dois partidos. Os lideres do partido trabalhista, foram homenageados, recebendo moção da Câmara de Vereadores.

“Fico grato pelo apoio das lideranças e dos vereadores, que com isso demonstram ter confiança no trabalho que venho fazendo na Câmara” disse Paulo Igor. O presidente destacou ainda a importância da atuação da bancada do PTB na Casa. “O vereador Meirelles, que faz parte da atual mesa diretora da Casa, é um parlamentar atuante, assim como Roni Medeiros. Desde que assumi a presidência da Câmara tenho trabalhado para dar transparência aos atos do legislativo, manter a independência da Casa e buscar um caminho de conciliação. A condução dos trabalhos é sempre no sentido de avaliarmos o que é melhor para a cidade”, disse.

Em reunião, semana passada, nove vereadores já haviam manifestado a intenção de apoiar a reeleição de Paulo Igor.Participaram da reunião naquele dia, os vereadores Silmar Forte e Gilda Beatriz (PMDB); Maurinho Branco e Marcus Montanha (SDD); Luizinho Sorriso (Pros), Anderson Juliano ( PT ), Ronaldão (PR), Pastor Sebastião (PSC) e Jorginho do Banerge (PSB).

via Ascom
Leia mais...

PETRÓPOLIS: Yuri Moura recebe apoio dos caciques do PT para entrar na disputa pelo poder



O mais jovem presidente do Partido dos Trabalhadores em Petrópolis mostrou mais uma vez que não entrou no jogo do poder para brincar e partiu em direção a Brasília para costurar sua pré-candidatura a prefeito da nossa querida e abandonada Petrópolis junto aos caciques nacionais do seu partido. 
Yuri Moura falou com exclusividade ao nosso – constantemente atacado, mas amplamente acessado blog – sobre seu encontro com senador Lindberg Farias, com o deputado federal Alessandro Molon e de sua participação em uma reunião da bancada do PT no Congresso.

“Temos pautas principais como habitação (ainda mais com os problemas do governo municipal com o Minha Casa, Minha Vida), transporte público (importar soluções e lutar para que esse jogo entre governo municipal e empresas pare de prejudicar os rodoviários e a população), mecanismos que potencializem o turismo e a luta pela criação do Centro de Memória, Verdade e Justiça na Casa da Morte. 

Na parte eleitoral, mais uma vez, recebi apoio total de nossas lideranças para a minha candidatura, tanto que até fevereiro farei com o vereador Anderson Juliano uma agenda pelos ministérios, buscando mais informações e projetos para Petrópolis. Também teremos a presença de muitas lideranças ano que vem em nossa cidade, para debater melhor o que o município precisa e buscar soluções. 

Todos percebem o momento delicado que vivemos em nossa cidade, queremos criar um projeto novo, coletivo e amplo. ”

Declarou o jovem pré-candidato.

Em breve novidades quentes sobre o PT de Petrópolis que entra em fase de definições para o projeto de voltar ao poder em 2016. 

Leia mais...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Governo atrasa repasses do SUS e unidades da cidade atrasam pagamentos de funcionários



Gabriela Haubrich: O Ministério da Saúde deixou de repassar mais de R$ 500 mil reais para as UPAs da cidade além de pagamento de hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) referente aos atendimentos realizados em novembro. O pagamento deveria ter sido feito dia 10, mas foi adiado e parcelado em duas vezes. Como consequência, funcionários da UPA, do Hospital Clínico de Corrêas e do Sanatório Oswaldo Cruz estão com os salários de dezembro atrasados; alguns não conseguiram receber sequer a segunda parcela do 13º salário. Para o administrador do Hospital Clínico, Alexandre Pessurno, não está descartado uma greve.

- Tem uma grande chance sim. A partir do momento em que o paciente entra no hospital ele é de responsabilidade nossa. E se só recebemos 70% dos recursos tenho que repensar algumas coisas. Talvez tenhamos que adaptar o número de leitos destinados ao SUS ao valor repassado. Até porque, se acontece alguma coisa nós é que somos responsabilizados por isso – explicou Alexandre, falando sobre o parcelamento proposto pelo governo federal.

Conforme ressaltou, o hospital conta com duas folhas de pagamento em dezembro, devido ao 13º salário dos funcionários, além dos custos para manter os 210 pacientes internados na unidade. A primeira parcela do benefício pode ser paga no dia 28 de novembro graças ao planejamento feito por ele. No dia 05 foi paga a segunda parte, e o salário do mês seria creditado dia 10 de dezembro, quando deveria ter caído o repasse do SUS.

Repasse parcelado em duas vezes

Em nota divulgada no site do Fundo Nacional de Saúde (FNS), o Ministério da Saúde anunciou o repasse de 70% do valor devido aos Blocos de Média e Alta Complexidade. A assessoria de Imprensa da instituição informou que o valor pago seria de R$ 2 bilhões para unidades da UPA, SAMU, hospitais vinculados e urgência e emergências de todo o país.

Não há números específicos para Petrópolis. Mas segundo a assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal, somente para as UPAs deveria ter sido feito um repasse de R$ 500 mil. Valor que é divido entre as duas unidades da cidade.

Quanto ao pagamento dos outros 30% há um desencontro de informações. Enquanto a assessoria do ministério afirma que o pagamento será feito nos próximos dias, no site do FNS a informação é de que o repasse será feito entre 02 e 05 de janeiro de 2015.

Pessimismo para 2015

A expectativa, no entanto, não é positiva para o administrador do Hospital Clínico de Corrêas. Ele acredita que esse atraso pode se repetir outras vezes em 2015, em consequência à crise financeira e os escândalos de corrupção relacionados ao Governo Federal.

- Brasília estourou os orçamentos. Pelos indicadores financeiros 2015 vai ser terrível para todos os setores. Você já vê por esse finzinho de ano. É a primeira vez na história do SUS que eles fazem essa contingência no repasse da saúde – ressaltou.

Alexandre lembrou também que desde 2008 o Ministério da Saúde não atualiza os valores da Tabela SUS, que indica o valor pago por cada tratamento. Segundo o administrador, o hospital recebe cerca de R$ 56 por dia por um paciente de clínica médica e R$ 73 por cuidados especiais. No entanto, nesse último caso o tratamento chega a custar de R$ 120 a R$ 130 por paciente, de acordo com levantamento feito pelo próprio.

- Por isso o Hospital Santa Teresa não quis mais atender pelo SUS. Só pega Alta Complexidade e Urgência e Emergência, que pagam um pouco melhor. Os hospitais estão falindo por aí, porque o SUS está falindo os hospitais! – exclamou.

fonte: Diário de Petrópolis
foto: Blog
Leia mais...

Alerj aprova emendas ao orçamento do estado



A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (16.12), em discussão única, o orçamento do estado para 2015. O texto será enviado à sanção do governador Luiz Fernando Pezão com 7.144 emendas propostas por deputados, dentre as quais, 1.525 indicadas por Bernardo Rossi (PMDB), parlamentar que mais propôs alterações ao orçamento.  As propostas de Bernardo beneficiam a região serrana com destaque para R$ 369,3 milhões a serem investidos em Petrópolis.

Economia, Saúde e Educação foram as áreas destacadas por Bernardo nas emendas ao orçamento estadual estimado em R$ 81,9 bilhões, dos quais R$ 10,9 bilhões são destinados a investimentos. “As emendas servem para mostrar ao estado onde as cidades esperam aplicação de recursos. Assim como nos exercícios financeiros anteriores, busquei trazer para a cidade maior número de programas e verbas disponíveis. E a cidade, só em 2014, por exemplo, foi contemplada com a reserva de recursos por meio de emendas que garantiram o campus da UERJ, as 500 bolsas na UCP, ambulâncias, ônibus escolares, a regularização fundiária para quatro mil famílias e até mesmo o aluguel social para vítimas das chuvas”, aponta.

Para Petrópolis, a Saúde recebeu maior número de emendas prevendo investimentos em novas estruturas e equipamentos em 2015: R$ 66,3 milhões para a construção de oito clínicas da família, um centro de recuperação de dependentes químicos, quatro ambulâncias, o hospital da mulher e um hemocentro.

Na Educação, Bernardo propôs ainda a reforma e reequipagem de escolas estaduais e a ampliação da unidade da  Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), mais bolsas de estudos na UCP e a consolidação do campus da UERJ, além da construção de quadras esportivas e praças da juventude, mais de R$ 30 milhões em recursos.

O deputado também reservou, por meio das emendas, verbas para a continuidade do programa de regularização fundiária, reforma de conjuntos habitacionais, além de projetos em prol da agricultura e reforma e manutenção de estradas visando o escoamento da produção.

Bernardo Rossi defendeu ainda por meio de emenda,s os investimentos na área de turismo, um dos pilares da economia da cidade, com projetos diretos e que beneficiem indiretamente as atividades desenvolvidas para recepcionar os mais de um milhão de visitantes que a cidade recebe anualmente.  Entre as emendas, está instalação de um Centro de Convenções (R$ 3 milhões) e de Centros de Atendimento ao Turista em Itaipava e Petrópolis (R$ 750 mil).

“Inclui emenda para garantir a urbanização do Polo de Moda do Bingen (R$ 6 milhões) e ainda verbas para a conclusão das obras do Centro Histórico, que já tem o compromisso do governo estadual de apoiar a prefeitura via Prodetur. No rol de emendas também constam R$ 12,5 milhões para reurbanização da Rua Teresa ainda que o empresariado não tenha se definido pela intervenção. A intenção é garantir todo o investimento que for possível para esta área fundamental para a economia da cidade”, defende Bernardo Rossi.

Para os distritos, especificamente, Bernardo listou uma série de ações que o Estado deve desenvolver tomando como recursos as emendas que apresentou ao orçamento 2015: Farmácia Popular de Itaipava (R$ 3 milhões), duplicação da ponte do Aranha-Ceú (duplicação da Ponte de Bonsucesso (R$ 2,1 milhões), duplicação da ponte de Manga Larga (R$ 2 milhões), UPA de Itaipava (R$ 3 milhões), revitalização urbana de Itaipava (R$ 4 milhões), recuperação e manutenção de estradas vicinais para escoamento da produção agrícola no Bonfim, Brejal e Posse (R$ 2,5 milhões) e preservação de microbacias e nascentes do Bonfim, Itaipava, Secretário, Taquaril (R$ 3,6 milhões).
Leia mais...

PETRÓPOLIS / Hoje, às 20h, tem Corrida do Noel. Vamos?



Como parte da programação de Natal, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer promove nesta quarta-feira (17/12), a III Corrida do Noel. A previsão é que 1.500 pessoas, de todas as idades, participem do evento, cujo percurso é de quase cinco quilômetros, passando pelas principais vias do Centro Histórico. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.noelrunners.com.br.

A largada será na Praça Visconde de Mauá, em frente ao Centro de Cultura Raul de Leoni, às 20h, seguindo pelas ruas Imperatriz, Tiradentes, Treze de Maio (passando pela ponte em frente à Casa Visconde de Mauá), Presidente Kennedy, Alfredo Pachá, Roberto da Silveira, Praça da Liberdade e Koeler (retornando em direção à Praça Visconde de Mauá). Para participar da corrida é preciso levar uma doação, podendo ser um quilo de alimento não perecível, material de higiene pessoal, roupas novas ou usadas em bom estado ou brinquedo. As doações serão entregues a três entidades: Casa de Benefícios Alcides de Castro, Sociedade Ademir Damaceno para a Infância e Adolescência, e a Creche São Charbel.

“Essa corrida é de confraternização, uma festa com espírito natalino, sem competição. Vamos todos correr juntos. Todos serão vencedores”, ressaltou o secretário de Esportes, Renato Freixiela.

O presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Gilmar de Oliveira explicou que apenas as imediações da Praça Visconde de Mauá ficarão fechadas ao trânsito. No restante do percurso, as vias ficarão em meia pista para que fluxo de veículos não seja totalmente interrompido. “Vamos dar todo o apoio para evitar transtornos”, ressaltou. No dia do evento, os participantes devem vestir camisa branca, em sinal de paz, além de usar gorrinho do Papai Noel ou alguma fantasia alusiva à data.
Leia mais...

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Petrópolis recebe R$ 511 mil em equipamentos de saúde do governo do estado



Estela Siqueira: Petrópolis recebeu nesta terça-feira (16.12), do governo do estado, 64 equipamentos hospitalares no valor de R$ 511.895,37.  Os itens vão ser usados nas unidades municipais de acordo com critérios da prefeitura. Ao todo, 2.900 equipamentos foram doados pelo governo a 30 cidades, investimento de R$ 13.830.597,23.

Este ano, Petrópolis recebeu duas vans no valor de R$ 98 mil cada uma para o transporte de pacientes que necessitam de atendimento especializado em outros municípios e ainda em anos anteriores oito leitos completos de UTI, cinco destinados ao Hospital Alcides Carneiro e três ao Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, além de três ambulâncias de suporte básico e uma unidade de suporte avançado, que é a UTI-Móvel.

“Os equipamentos são importantes para a cidade que também já recebeu R$ 6 milhões para a reforma do Hospital Alcides Carneiro, uma das ações mais contundentes pela saúde no município. Essas doações vêm ao encontro de indicações parlamentares e solicitações da própria prefeitura feitas à Secretaria estadual de Saúde”, aponta o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB), presente à solenidade realizada no Palácio Guanabara, sede do governo.

O governador Pezão destacou que o investimento faz parte do compromisso em melhor a assistência de saúde no interior. Para a elaboração da lista dos equipamentos doados e das cidades beneficiadas, foram levados em conta não só as solicitações feitas pelas prefeituras, mas também a análise da capacidade instalada de cada município e o perfil de suas redes de saúde. “A ampliação e modernização da rede pública é importante em um município de 300 mil habitantes e que chega a ter uma população flutuante de dois milhões de turistas por ano", aponta Bernardo Rossi.

Petrópolis recebeu  balança neopediátrica (2), cama de enfermaria (10), carrinhos de emergência de uso interno dos hospitais(2), máscara de Hudson (2), mesas redondas (3), monitor multiparamétrico (10), negatoscópio (5), raio-x fixo (1) e processador de raio x (1).
Leia mais...

DEPUTADO MARCUS VINÍCIUS É DIPLOMADO PARA SEU TERCEIRO MANDATO



Marcela Maciel: Eleito com cerca de 40 mil votos nas eleições de outubro, o deputado Marcus Vinícius foi diplomado durante solenidade comandada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Bernardo Garcez Neto, para a 11ª legislatura (2015 – 2019), nesta segunda, no plenário da Assembleia Legislativa do Rio. “Agradeço a cada um dos eleitores que confiaram seus votos em mim para mais um mandato na defesa do Rio de Janeiro. Com muita alegria e garra para representar a população fluminense, recebi meu diploma e quero convidar todos a participarem do mandato com sugestões, apontando as maiores necessidades dos municípios e os setores carentes de políticas. Obrigado a todos pela confiança e registro mais uma vez meu compromisso e trabalho pelo desenvolvimento de nosso estado e em defesa da terceira idade!”, reforçou o parlamentar, líder do PTB na Casa Legislativa.

Desde o seu primeiro mandato como suplente foram muitas as conquistas de Marcus Vinícius para o Estado, em especial para Petrópolis, com emendas orçamentárias, indicações legislativas, projetos, leis e também através de participação em algumas comissões permanentes e parlamentares de inquérito (CPIs). Entre algumas iniciativas a serem destacadas estão o incentivo às indústrias, o acesso dos jovens de baixa renda aos cursos técnicos e ao mercado de trabalho, assim como a inclusão profissional das pessoas com deficiência. “Em benefício de Petrópolis, fui autor de leis como a que concede tratamento tributário diferenciado para o distrito da Posse; a prorrogação da Lei da Moda, beneficiando mais de 100 mil pessoas empregadas direta e indiretamente no setor; e a inclusão da Bauernfest, que movimenta cerca de R$ 25 milhões, no calendário oficial do Estado. O Centro Vocacional Tecnológico (CVT), as UPAS, a construção do novo posto de vistoria do Detran, assim como o intermédio da faculdade pública trazida pelo governador também estiveram entre minhas indicações”, afirmou o parlamentar.

No entanto, a maior bandeira de atuação política de Marcus Vinícius é a melhoria da qualidade de vida dos idosos. Ele assumiu a segunda secretaria estadual do País criada exclusivamente para a terceira idade, durante a gestão de Sérgio Cabral. Durante a gestão da pasta, o então secretário foi o responsável pela implantação de projetos como as Academias da Terceira Idade (ATIs), com acompanhamento de profissionais capacitados; o Era Digital, Qualimóvel (com atendimento odontológico e oftalmológico, com doação de óculos); Movimenta 60+; Bailando na Melhor Idade, entre outros.

Na ocasião, todos os políticos eleitos, além de seus suplentes, receberam o documento que os habilita a exercer seus mandatos. Entre os diplomados, o governador eleito Luiz Fernando Pezão, que afirmou que esse era o diploma mais importante que recebia, já que representava o desejo de mais de quatro milhões de eleitores. “Já tenho dois: um de economia e um de administração. Mas este é dado pelo povo do Rio de Janeiro”, disse o governador. A cerimônia reuniu, aproximadamente, 500 pessoas no Palácio Tiradentes, entre deputados estaduais, federais e senadores.

Leia mais...

Bernardo Rossi é diplomado deputado estadual reafirmando compromisso com seus 56.806 eleitores



Estela Siqueira: O petropolitano Bernardo Rossi foi declarado oficialmente deputado estadual  para a 11ª legislatura que se inicia em 1º de fevereiro de 2015 nesta segunda-feira (15.12) em cerimônia realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) no Palácio Tiradentes, sede do parlamento.  

“Há quatro anos quando fui eleito deputado estadual com 43.607 votos, assumi o compromisso de ter uma excelente atuação para beneficiar minha cidade e meu estado. E cumpri essa missão. O sentimento de dever cumprido provém de ter recebido a confiança de 56.806 pessoas que foram às urnas este ano e aprovaram meu trabalho. E vou defender com honra e dignidade minha cidade, a região serrana e o estado. Juntos, conquistamos muitas metas e estamos cada vez mais juntos para alcançar ainda mais”, afirmou ao receber o diploma do presidente do TRE-RJ, desembargador Bernardo Garcez Neto.

A cerimônia, que reuniu mais de 500 pessoas no plenário e salões do Palácio Tiradentes, diplomou o governador Luiz Fernando Pezão, reeleito;  seu vice, Francisco Dornelles; os 70 deputados estaduais; 46 federais, um senador e seus suplentes.  Ao ser diplomado, Pezão falou sobre investimentos em segurança, saúde e habitação,  defendeu a desburocratização do estado e considerou fazer pactos para a redução da carga tributária.

Bernardo Rossi, reeleito aos 34 anos, destacou ainda a parceria com o governador Pezão: “já conseguimos trazer muitos programas e recursos para Petrópolis e para a região e o desafio é superar ainda mais esta atuação. Avançamos em Educação e em muitos setores econômicos do estado e que são fundamentais para a sustentação de nossa cidade, mas ainda há muito a ser feito.  Vamos nos empenhar para que Petrópolis e a região sejam beneficiadas pelo somatório de forças em incentivo fiscal e aplicação de recursos no interior, compromissos do governador Pezão”, enfatizou.

Deputado estadual mais votado da história da cidade este ano,  Bernardo em seu primeiro mandato presidiu a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Rio  (Alerj),  a mais importante do parlamento estadual e assumiu a liderança do PMDB na região serrana. Presidente do PMDB de Petrópolis,  Bernardo  levou à Alerj a experiência de dois mandatos como vereador, um deles como presidente da Câmara. “Não abro mão do contato direto com a população. Estar nas ruas, com as pessoas, é a certeza de que levo ao parlamento o real anseio do petropolitano”, afirma.

Bernardo destaca ainda a importância de ser um dos 15 parlamentares do PMDB no estado, a maior bancada da Alerj e ser um dos 39 -  das 70 cadeiras na Alerj - reeleito. “É essa aprovação nas urnas que me dá a força e a coragem de seguir adiante no caminho do bem.  Tenho orgulho de representar minha cidade, minha região no parlamento e farei um bom trabalho porque desejo que todos os petropolitanos se orgulhem do deputado que os representa”.


Leia mais...

PETRÓPOLIS / Prefeitura gasta mais de R$ 410 mil em combustível



O governo socialista comprou em Petrópolis 25 carros à R$ 37 mil cada e para ter a certeza de que não vai faltar ‘linha nessa pipa’ garantiu o fornecimento de combustível para um ano, falamos de mais de R$ 410 mil.

Como ainda sou do time dos ‘blogueiros pobrezinhos’ e não tenho carro, esse gasto parece alto, mas me diga você. Vamos encher o tanque do foguete e dar uma volta na lua? 


Leia mais...

R$ 806 milhões: Orçamento 2015 do município será votado hoje na Câmara de Vereadores

Emendas dos vereadores remanejam parte da receita de R$ 806 milhões



Com receita estimada em R$ 806.148.480,00, o orçamento para o ano de 2015 será votado em segunda discussão na sessão desta terça feira (16/12, às 16h, na Câmara de Vereadores. Na ocasião, serão avaliadas e votadas as 30 emendas apresentadas pelos parlamentares. Se aprovadas, as propostas podem movimentar quase R$ 40 milhões. Na semana passada, vereadores aprovaram em primeira votação o projeto de Lei Orçamentária Anual encaminhado pelo Executivo. A LOA estima receita e fixa despesas do município para o exercício financeiro do ano seguinte. As emendas parlamentares realocam recursos para as áreas de Saúde, Educação, Obras, Segurança Pública e Esportes, além de ações para melhorar o atendimento a deficientes, agricultores e o cuidado com os animais.

"As emendas foram elaboradas com base nas demandas que chegaram aos gabinetes dos vereadores. Este ano, por conta do envio de um substitutivo à LOA, encaminhado pelo Executivo no inicio de novembro, ampliamos o prazo para a apresentação de emendas. Isso permitiu que a população participasse mais, apontando outras áreas que precisam de investimento", explica o presidente da Câmara de Vereadores Paulo Igor (PMDB).

Entre as emendas que serão votadas está a destinação de R$ 18 milhões para a folha de pagamento dos funcionários da Saúde, R$ 3 milhões para viabilizar o reajuste salarial dos médicos da rede de atenção básica (PSFs), R$ 1,5 milhão para as despesas de enquadramento dos profissionais da educação, R$ 500 mil para a aquisição de equipamentos para os hospitais de emergência e R$ 200 mil para construção de novas gavetas nos cemitérios da cidade. As propostas também realocam recursos para a instalação da Central de Intérpretes de Libras (linguagem de sinais usada por deficientes auditivos), para a Coordenadoria de Bem Estar Animal, e para viabilizar convênios com clínicas veterinárias para o serviço de castração e prevenção de zoonoses em animais de rua, para investimentos em drenagem e dragagem de rios, em segurança pública e esportes.

Antes de serem colocadas em votação, as 30 propostas de emendas foram debatidas em audiência pública e analisadas pela Comissão de Finanças e Orçamento. "Mesmo agora que as emendas já foram apresentadas, é importante que a população acompanhe a votação da LOA, pois nela definimos em que áreas serão investidos os recursos do município", pontua Paulo Igor, lembrando que as sessões plenárias são transmitidas em tempo real, via Internet e podem ser acompanhadas também pelo canal 97 da Tach Cable.
Leia mais...