sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Agora sob o comando da Prefeitura, demora no atendimento da UPA Centro gera indignação



A demora no atendimento médico continua sendo um dos principais problemas enfrentados pelos petropolitanos. 

Ontem, quinta-feira (12), leitores e familiares de pacientes, que terão suas identidades preservadas, entraram em contato através de nossa fanpage para relatar atrasos e a superlotação da Unidade de Pronto Atendimento do Centro. 

“Eu vejo o esforço dos funcionários para tentar agilizar o atendimento, mas estamos cansados. Não existe lugar para tanta gente e muito menos pessoal para atender a todos. O jeito é pedir ajuda e reclamar, a culpa não é deles, mas os políticos deixam os servidores sozinhos nessa hora”, desabafou uma leitora. 

“Ficou claro que tudo foi jogado para a UPA do Centro, é uma falta de respeito com a população e com os funcionários que precisam dar conta do atendimento, pagamos impostos e o retorno é esse. Minha mãe passou mais de seis horas aqui”, conta um jovem funcionário da construção civil.

No dia 1º de fevereiro, a Prefeitura de Petrópolis assumiu formalmente as UPAs do Centro e Cascatinha, segundo o governo, as principais mudanças afetaram a UPA no Centro e o Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE). 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro recebeu a emergência clínica e odontologia do Hospital Municipal, no Centro, além da pediatria, que deixou de ser atendida no pronto-socorro do Alto da Serra.

Leia mais...

Vereadora recebe denúncia sobre irregularidade na coleta de lixo hospitalar de Clínicas Veterinárias



Clínicas Veterinárias de Petrópolis, RJ, estão encontrando dificuldades para conseguir o recolhimento de lixo hospitalar, serviço prestado pela Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), através de empresa terceirizada.

Segundo a vereadora Gilda Beatriz, coordenadora do grupo Eu apoio a causa animal, a empresa será notificada para que explique o motivo da irregularidade na coleta.

“Recebi de proprietários de clínicas veterinárias do município, que preferiram não ser identificados, a informação que a coleta não passa há três semanas.  Vale ressaltar inclusive,  que as clínicas pagam a  taxa de lixo em valores proporcionais ao serviço de coleta especializada, cobrada junto com o IPTU, mas o serviço não está funcionando. O que nos preocupa é que o descarte e a destinação de resíduos e rejeitos acumulados em pet shops, clínicas e hospitais veterinários, tem que ser feito por serviço de coleta especializada,  já que o descarte inadequado de alguns itens coloca em risco a saúde dos pets e da população em geral. Por isso, a existência de normas, como a  Resolução nº 1.015 de 2013 do Conselho Federal de Medicina Veterinária; da Lei nº 12.305/2010, Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS;  e da RDC 306/2004, da Anvisa. No site da empresa, consta que a Comdep tem a obrigação de realizar a coleta e o descarte correto dos resíduos oriundos de hospitais, clínicas, veterinárias, postos de saúde e outros do ramo de saúde. Estou oficiando a Comdep e  para que as informações quanto a regularização desse serviço sejam prestadas, pois as clínicas e hospitais veterinários pagam por ele;  e os riscos que o acúmulo de lixo hospitalar veterinário causam à saúde de  pets e de seres humanos é de muita gravidade e devem ser evitados. Além disso, questionarei, através de Requerimento de Informação os termos do contrato entre a Comdep e a empresa contratada para a prestação  desse serviço, para saber  o valor do contrato  e se os pagamentos estão em dia”,  finaliza a vereadora.
Leia mais...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Abertas as inscrições para o Pré-Vestibular Comunitário do PVNC – Núcleo Petrópolis



O PVNC – Núcleo Petrópolis é um Pré-Vestibular Comunitário no município de Petrópolis – RJ, sem fins lucrativos, com Professores e Colaboradores voluntários que participam do Grupo de Pesquisa “Física e Humanidades” do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF – MCTI). Não se trata de um movimento filantrópico; é, sim, um projeto acadêmico de pesquisa e de extensão, onde professores e estudantes protagonizam experiências e metodologias na linha Conhecimento – Educação – Sociedade.

Foi fundado em Agosto de 1994 e, ao longo dos anos, vem trabalhando com a missão de transformar sonhos em projetos de vida. O foco não é o adestramento para o ENEM ou para os vestibulares; a verdadeira missão do PVNC – Petrópolis é preparar jovens cidadãos para a vida profissional, compartilhando com eles saberes, apresentando-lhes direções e lhes mostrando que é através de uma percepção crítica do mundo natural e da realidade que se constrói a base para uma cidadania plena e para uma consciente integração na Sociedade do Conhecimento.

O Corpo Docente do PVNC – Petrópolis é formado por pesquisadores, professores universitários, mestrandos, doutorandos e profissionais fora do mundo acadêmico, mas altamente qualificados profissionalmente e sintonizados com a proposta de formação de nosso Núcleo.

Inscrições:
13 de fevereiro - das 9h às 12h
Local: Colégio Santa Catarina - R. Montecaseros, 278.
Telefone:(24)98876-8827

Para saber mais:
Facebook: Pvnc-preuniversitário

Leia mais...

Páginas no facebook que estimulam a violência contra animais geram revolta



Há hoje quase uma dezena de páginas no Facebook que pregam o ódio a cães e gatos. Algumas delas estão há meses no ar, já foram denunciadas por usuários da rede social, porém seguem ativas – algumas com mensagens deploráveis e que aprovam os maus-tratos contra os animais.

Até mesmo um abaixo-assinado foi criado na internet para que o Facebook retire essas páginas na rede social.

Uma outra página criada no Facebook pede que àquelas que pregam o ódio aos animais sejam banidas. De acordo com o Facebook, tais páginas “não violam os padrões da comunidade”.

Denúncias contra páginas que incitem ao ódio podem ser feitas no site da Polícia Federal e na SaferNet. Para outras instâncias, as orientações estão no site da ONG World Animal Protection.

Fonte: Cães Petrópolis

Assinem a petição:
Leia mais...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Prefeito de Três Rios nega reajuste solicitado de R$2,40 e mantem passagem a R$1,75



Após criteriosa análise do processo enviado pelas empresas Transa Transporte Coletivo e Viação Progresso, o Governo Municipal decidiu não acatar a solicitação de reajuste do valor da tarifa do transporte em todo o município.

O Executivo justifica a negativa diante do aumento do volume de passageiros, detectado nos últimos anos, já que as empresas, concessionárias do transporte municipal, foram diretamente beneficiadas com o real crescimento de Três Rios.

- Entendemos que existem os custos fixos das empresas, como salários, impostos, depreciação do capital, combustível, desgaste de peças, pneus e etc, mas por outro lado, nos últimos seis anos, a cidade viveu a chegada de 2.036 novas empresas e consequente abertura de 10.300 novos postos de trabalho, ocupados na grande maioria por usuários de transporte coletivo. E, neste momento, em que a economia brasileira necessita da contribuição de todos, o meu papel como gestor é manter uma política justa de preços para que o cidadão possa manter sua garantia de empregabilidade e possibilidade de locomoção. Muitas empresas, inclusive, utilizam a tarifa de ônibus como critério ao definirem sua instalação no município, já que o valor incide diretamente na folha de pagamento, que vai definir o número de contratações. Valorizo o trabalho de qualidade prestado pela Transa e Progresso e não resta dúvidas de que o maior beneficiado é o cidadão trirriense, com este pacote de bons serviços e preços justos. - declara o Prefeito Vinicius Farah.

No dia 19 de fevereiro de 2009, o governo municipal decretou a redução da passagem de ônibus para R$ 1,50. Na ocasião, foi solicitado aumento do valor para R$ 2,15, no entanto, após análise feita pelo Mestre em Engenharia e Projetos da UFRJ, Gilmar Silva de Oliveira, não era justificável o aumento do custo e sim uma redução.

Em 2012 foi concedido reajuste de R$0,10 e em 2015 a passagem passou para R$ 1,75 permanecendo até este momento como uma das tarifas mais baixas do Estado.

Os mesmos critérios se aplicam ao valor da tarifa de Bemposta, cuja população foi historicamente discriminada pelas empresas, já que o custo de transporte de funcionários moradores no Distrito, incidia negativamente nas folhas de pagamento.

Governo sempre atento às demandas do setor

Mototaxistas são legalizados em 2010

O Governo Municipal iniciou o processo de legalização da profissão mototaxista em 2010, com o credenciamento dos profissionais que foram rigorosamente vistoriados pelo Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) órgão diretamente ligado à secretaria de Ordem Pública, criado no Governo Vinicius Farah. Em julho do mesmo ano, o prefeito entregou aos mototaxistas o alvará de funcionamento.

Os credenciados fizeram cursos de direção defensiva e primeiros socorros, exames psicotécnicos, além de todas as exigências legais. 

Para o prefeito Vinicius Farah todo este processo se fez necessário para que a categoria recebesse dignidade e o cidadão passasse a utilizar apenas o serviço legalizado.


Novo Terminal Rodoviário - O Governo trabalhando para maior conforto dos usuários

O transporte coletivo de Três Rios passou a contar desde maio de 2013 com um novo terminal rodoviário que atende a todas as linhas urbanas municipais.

Com instalações apropriadas para receber diariamente cerca de 18 mil usuários, o terminal na Avenida Condessa do Rio Novo, funciona com embarque e desembarque de passageiros no período de quatro horas da manhã até meia-noite, de segunda-feira a domingo. 

Vinte e três linhas atendem todos os bairros diariamente, com o primeiro horário oferecido às 04h30 e o último às 23h30.

Com arquitetura moderna e adequada aos padrões de acessibilidade, piso em porcelanato, assentos para 100 pessoas, painéis de televisores de 46 polegadas com programa de informações de horários de ônibus e serviços, fraldário, banheiros masculinos e femininos, guichês para compra de passagens, bebedouros e central de apoio, o novo Terminal é monitorado 24 horas com câmeras e viatura da Guarda Municipal baseada no local.

-Tudo isso vem ao encontro do atual momento de crescimento de Três Rios e a mobilidade urbana é um desafio no qual estamos focados desde o início do governo -, afirmou o prefeito Vinicius Farah, lembrando de outras ações já realizadas, como a implantação do Novo Plano Viário, a construção do viaduto sobre a linha férrea da Praça Salim Chimelli, a legalização do serviço de vans, a padronização da frota de taxis e treinamentos constantes da Guarda Municipal na aplicação das legislações de trânsito.
Leia mais...

Parte da imprensa local se cala diante de matérias sobre políticos petropolitanos em grandes jornais



Nos últimos dez dias, políticos de Petrópolis, RJ, vem ocupando espaço nos mais importantes veículos de comunicação do país. O primeiro a virar notícia foi o prefeito Rubens Bomtempo, que uma semana após declarar situação de emergência no município por conta de estragos causados pelas chuvas, teve divulgadas imagens de sua viagem para uma praia em Búzios.
Leia a matéria completa aqui.

A segunda figura do alto escalão do governo municipal a ocupar as páginas de grandes jornais foi à secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidania, Fernanda Ferreira, após uma polêmica publicação em sua página pessoal no facebook, segundo o jornal O Globo, sobre uma paciente vítima da síndrome de Guillain-Barré. Leia a matéria completa aqui.

Tamanha foi a repercussão das matérias através de páginas seguidas por milhões de pessoas que limitei minha participação ao compartilhamento através de nossa fanpage, potencializando os posts de grandes jornais e direcionando para nossos leitores, em sua esmagadora maioria, petropolitanos. Só através de nossa rede foram mais de 80 mil visualizações.

Mas, o que realmente preocupa, é o remanso nas terras de Pedro II. O silêncio da maior parte da imprensa local é “ensurdecedor”. 

Que fique claro, não estou cobrando a opinião de qualquer jornalista. Apenas a informação!

Omitir a notícia além de um ato injusto e presunçoso é antidemocrático. É o mesmo que vetar ao povo o direito de emitir juízo próprio. 

SOBRE O BLOG: Quem acompanhou através de minha página pessoal a publicação sobre meu novo emprego no Rio, pode ficar tranquilo; o blog continuará em atividade. 

Nos próximos dias, estarei divulgando os nomes de novos colaboradores e um número de WhatsApp para facilitar o envio de informações de nossos leitores. 

Leia mais...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Lixo e capim são protagonistas da ''novela'' entre Locar e Comdep em Petrópolis



Além da coleta de lixo irregular em diversas comunidades, o capim também tornou-se um dos protagonistas da “novela entre Locar e Comdep”. 

A gestão do companheiro de praia do prefeito Rubens Bomtempo, Anderson Cruzick (Caxuxa), atual presidente da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis, é lamentável. A empresa deveria fiscalizar a atuação da terceirizada. 

Se eu não estivesse contando os dias para o fim dessa gestão desastrosa, daria tempo para sentir saudade do ex-presidente, Helinho. O mais triste é lembrar que esse contrato custou R$78 milhões. 

Minha avó sabia das coisas: Sempre pode piorar, ela dizia. 

Leia mais...

PETRÓPOLIS TERÁ PROGRAMAÇÃO DE CARNAVAL POPULAR



O cancelamento da programação oficial de Carnaval da cidade, devido às chuvas que caíram no município há quase 20 dias, não desanimou os foliões petropolitanos. Para garantir que não falte animação, a Prefeitura confirmou: vai assegurar apoio ao carnaval popular, oferecendo infraestrutura básica e organização logística aos eventos. Estão confirmados o tradicional Banho à Fantasia, no Itamarati; música, na Praça da Liberdade, e blocos carnavalescos.

No Itamarati, além do Banho à Fantasia, que será realizado no domingo, haverá diversão para crianças e adultos, com recreação infantil e muita música entre domingo e terça-feira (7 a 9/02), sempre das 14h às 20h. 




Leia mais...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Petrópolis recebe do Estado veículos para combate à dengue, zica vírus e chikungynia



Petrópolis recebeu nesta quinta-feira (04.02) do governo do Estado mais dois carros para serem usados em ações de combate ao aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zica vírus e chikungunya. Sem registro de casos de zica vírus e chikungunya, Petrópolis, porém, já verifica crescimento de número pacientes da dengue. Em 2014 foram registrados 11 casos e, ano passado, o número elevou para  129 casos, com uma morte, aumento de 1.177%. Os veículos - 20 no total – foram entregues no Palácio Guanabara, encerrando a entrega dos 170 carros destinados ao reforço no trabalho de investigação das doenças causadas pelo mosquito em 91 municípios fluminenses.

Em Petrópolis o índice de infestação do mosquito é considerado baixo, apesar de aumento do número de casos. O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) de 2015, após visita de 4.935 domicílios, apontou  índice de infestação de 0,3%.

Além da dengue e chikungunya, a relação do zica vírus, transmitido pelo mosquito e que causa a microcefalia, aumentou a preocupação com a prevenção a proliferação do Aedes aegypti em todo o país.  Em Petrópolis, não foram registrados casos de zica vírus e o único bebê que nasceu em 2015 com microcefalia na cidade era de uma gestante que mora na capital. No Estado do Rio, no entanto, já foram registrados, em um ano, 166 casos de microcefalia.

“O trabalho de prevenção mostra que Petrópolis está no caminho certo, mas há necessidade de ser intensificado. Por isso, dos 20 veículos doados pelo estado e entre os seis direcionados à Região Serrana, Petrópolis está recebendo dois deles”, afirma o deputado estadual licenciado, Bernardo Rossi.
Leia mais...

Carnarock é opção para quem quer curtir o Carnaval em Petrópolis



Os amantes do bom e velho Rock and Roll têm destino certo neste sábado (6). A banda A Rebelião se apresenta no Shopping Estação Itaipava, a partir das 20h. O Carnarock, que é uma opção para aqueles que querem curtir o Carnaval de uma forma diferente, será realizado na varanda do Jack Bulldog Café.

A banda, composta por Douglas Richa (voz e violão), André Amon (bateria) e Marco Lima (guitarra), apresenta músicas autorais e clássicos de várias décadas do rock e pop-rock nacional e internacional. O couvert artístico custa R$ 10.

O Shopping Estação Itaipava fica na Estrada União e Indústria, 11000, em Itaipava, Petrópolis (RJ). Mais informações sobre as atividades do espaço podem ser consultadas pelo telefone (24) 2222-6266, pelo site: www.estacaoitaipava.com.br ou pelo Facebook: http://fb.com/estacaoitaipava
Leia mais...

Vereadora quer rampa de acessibilidade na ponte de Corrêas



Em Petrópolis, Região Serrana do Rio, muitas vias para pedestres reformadas há relativamente poucos anos, não possuem as rampas de acesso. Essa foi à constatação da vereadora Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso, da Câmara Municipal, depois de realizar mais uma “blitz de acessibilidade”, dessa vez em Corrêas.

“Corrêas possui um importante centro comercial, uma praça muito frequentada, escolas e hospitais... Mas na ponte, a calçada que dá acesso à comunidade e ao ponto de ônibus, reformada há pouco tempo, não possui rampa de acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. É importante destacar que no local há uma faixa de pedestres, e sem a rampa as pessoas ficam impossibilitadas de atravessar com segurança, ficando expostas a riscos de acidentes. Oficiei a Secretaria Municipal de Obras para que seja construída a rampa, e estarei acompanhando o caso”, comenta a vereadora.

A Cidade Imperial, mesmo com seus variados atrativos e locais fascinantes, desenvolveu-se acompanhada de alguns desencantos. A falta de acessibilidade em prédios públicos, privados e logradouros públicos existentes na cidade. Para quem tem algum tipo de deficiência ou dificuldade de locomoção, circular pelas ruas e calçadas do município é um verdadeiro martírio.

“Como vereadora tenho desenvolvido um mandato propositivo focado na defesa e na melhoria da qualidade de vida das pessoas com múltiplas deficiências. Mas apesar de importantes avanços nos últimos anos, ainda temos um longo caminho pela frente. Desde os primeiros meses de mandato realizamos blitzes de acessibilidade em diversos pontos da cidade, buscando sempre melhorar as condições de deslocamento das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, através da colocação de rampas de acesso e sinalização própria. Vale lembrar que a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI - Lei 13.146/15) entrou em vigor garantindo mais direitos às pessoas com deficiência. Entre as mudanças trazidas pela nova legislação para atender a essa parcela da população, está à transferência da responsabilidade de adequação e manutenção das calçadas ao poder público”, completa.

Pela LBI, as Prefeituras devem liderar o processo de melhoria das calçadas sob risco de incorrer em improbidade administrativa, caso não o faça. 
Leia mais...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Ramon Mello é pré-candidato a prefeito de Petrópolis pelo PSDB



Ramon Mello é pré-candidato a prefeito de Petrópolis pelo PSDB. Pela lei eleitoral, o nome definitivo só sai em junho. Mas, a legenda pretende lançar candidatura própria no município.  "O PSDB terá candidatura própria na maioria das cidades fluminenses, especialmente naquelas acima de 100 mil habitantes. Essa decisão faz parte de uma estratégia nacional. Em Petrópolis, o legado do 45 é muito forte. Ramon Mello é uma opção na qual confiamos. Sua pré-candidatura mercê de seu conteúdo e de sua juventude", declarou o presidente da Executiva Estadual do PSDB, o deputado federal Otavio Leite. 

Ramon Pedro de Mello é advogado, formado pela Universidade Católica de Petrópolis, pós-graduando em direito eleitoral e professor do ensino básico. Atualmente, ele é o terceiro vice-presidente da Executiva Estadual da sigla e é assessor do deputado estadual Luiz Paulo, líder do PSDB na Assembleia Legislativa, nas comissões de tributação, orçamento e constituição e justiça. 

Ramon foi candidato a vereador em 2012, quando conquistou 650 votos, e a deputado federal nas eleições de 2014, quando obteve 2.924 votos, pelo PSDB.  Agora, como pré-candidato em Petrópolis, ele diz querer encontrar novos caminhos para a cidade, como uma gestão transparente, eficiente e criativa. 

"Vou me reunir nos próximos dias com as lideranças do PSDB no Rio e em São Paulo para buscar ideias para o nosso projeto de gestão. Queremos uma prefeitura que governe para o povo”, afirma ele. 

Na avaliação do líder do PSDB na Alerj, deputado Luiz Paulo, o partido acerta ao fazer as recomendações do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, em lançar  candidaturas majoritárias  próprias, principalmente, nos municípios de maior expressão, como Petrópolis.   

"O nome do jovem líder tucano Ramon Mello, já com experiência político-partidária-eleitoral, é o que apresenta as melhores condições de enfrentar essas eleições. Essa é a hora de buscar viabilizar a candidatura", registra o deputado.
Leia mais...

Pessoas com deficiências irreversíveis não precisam mais apresentar laudo para renovação do cartão de Estacionamento



Em Petrópolis, Região Serrana do Rio, passou a valer no dia 05, uma importante alteração na Lei nº7.039/12, que dispõe sobre o direito a vagas reservadas em estacionamento rotativo público aos idosos e pessoas com deficiência . De acordo com o artigo 2º, de autoria da vereadora Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso, da Câmara Municipal, pessoas cujas deficiências sejam consideradas irreversíveis, atestadas por laudo médico, ficarão dispensadas da apresentação do laudo por ocasião da renovação do Cartão Especial de Estacionamento.

“Está alteração teve dois objetivos específicos: O primeiro é de garantir as pessoas com deficiências irreversíveis, atestadas por laudo médico, que ao procederem a renovação do cartão especial de estacionamento, não necessitem apresentar novo laudo médico. Atualmente, com a crise no setor da saúde, a marcação de uma consulta, apesar de necessidade rotineira, tornou-se uma dificuldade, haja vista a escassez de médicos e postos de atendimento enfrentada por milhares de brasileiros. E, em se tratando a pessoas com deficiência, todas as dificuldades somam-se às diversas barreiras que se impõe na vida desses cidadãos. Eliminar a apresentação do laudo, em se tratando de deficiência irreversível, é desburocratizar o sistema de saúde e humanizar o tratamento de pessoas com deficiência. O segundo objetivo, desta Lei, diz respeito a adequação dos termos da Lei 7.039/12, nos artigos 1º, 2º e 3º, “deficiente físico”, referindo-se na verdade, a pessoas com deficiência. De acordo com o que se depreende de diversas leituras dessa área podemos afirmar que atualmente e a partir da Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência (CDPD da ONU), emerge o conceito: “Pessoas com Deficiência”, são aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, metal, intelectual ou sensorial, as quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdades de condições com as demais pessoas”, explica a vereadora.

Os interessados em utilizar as vagas reservadas aos idosos e pessoas com deficiência no estacionamento rotativo público do município devem realizar o recadastramento junto a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPtrans), mediante a apresentação de documentação exigida pelo órgão a fim de ser fixado no veículo no ato do estacionamento.
Leia mais...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

A justiça decretou: Lei de isenção IPTU dos idosos está valendo em Petrópolis



Amigos, compartilho com vocês a publicação da vereadora Gilda Beatriz em sua página oficial em mais uma grande vitória da população contra o governo Bomtempo. 

“Como presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso, é com muita felicidade, que venho a público informar que  os desembargadores emitiram a decisão final sobre o processo impetrado pelo poder Executivo municipal, que pediu à Justiça a inconstitucionalidade da Lei 6930/12, conhecida como “Lei de Isenção de IPTU”. Agora, pessoas com mais de 60 anos que possuam apenas o imóvel em que residem e têm renda de até dois salários mínimos são livres do pagamento do imposto. A legislação entrou em vigor em janeiro de 2012 e vinha sendo questionada pelo Executivo desde janeiro de 2014.  Assim que tomei conhecimento das cobranças indevidas por parte da Prefeitura aos idosos que tinham direito à isenção de IPTU de acordo com a Lei 6.930/2012, procurei o Secretário de Fazenda para saber o porquê da não concessão dos benefícios. Não convencida dos argumentos, denunciei no Ministério Público que instaurou inquérito civil nº 01/2014. Também  encaminhei, pessoalmente,  idosos à Defensoria Pública para que os seus direitos fossem respeitados. Diante de todas as ações em defesa dos direitos do idosos, a  Prefeitura entrou com a Ação contra a Lei acreditando que o Poder Judiciário poderia amparar esse desmando, essa covardia.  MAS PERDEU!!! VITÓRIA NOSSA, DE TODOS OS QUE LUTARAM POR ISSO!!! AGRADEÇO A CADA IDOSO E IDOSA QUE VEIO AO MEU GABINETE E CONFIOU NO NOSSO  TRABALHO!!! Tomaremos todas as medidas cabíveis para a orientação das pessoas que receberam cobranças indevidas, quem tiver dúvidas, pode entrar em contato.  (24) 2291-9214  -  2291-9215 e-mail: gildabeatriz@cmp.rj.gov.br”.

Leia mais...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

DER inicia recuperação da RJ 117 em trecho comprometido pelas chuvas



Com 11 operários, o Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ) iniciou nesta quinta-feira (28.01), recuperação de trecho da RJ 117 destruído pelas chuvas de 15 de janeiro e que comprometeu o tráfego para Araras.

Uma nova galeria de águas pluviais com bueiros celulares vai ser executada. A estrutura antiga foi rompida pela força das águas. Com a tubulação destruída, a parte debaixo do asfalto foi corrida pela enxurrada. O tráfego chegou a ser interrompido no local e hoje já pode ser retomado, porém a obra é necessária para que o trecho tenha segurança absoluta evitando novas perfurações.

De caráter emergencial, a obra está sendo executada pela Ipê Engenharia. A previsão é de que parte do trabalho já esteja concluído até o Carnaval. O tráfego, hoje ainda em meia pista, voltará ao normal.
 “O manilhamento não suportou um volume de água fora do normal para a região.  Nossa preocupação é recompor, em nova estrutura, para passagem livre das águas”, afirma o engenheiro residente do DER em Petrópolis, Nelson Marques.

            “A recuperação do trecho nesta época é fundamental pela grande quantidade de veranistas que estarão em Araras”, aponta o deputado estadual licenciado, Bernardo Rossi (PMDB).  Acompanhado dos vereadores Paulo Igor (PMDB) e Maurinho Branco (SDD) ele esteve no local verificando o início do trabalho. 
Leia mais...

Prefeitura de Petrópolis realiza operação tapa-buracos



Para minimizar os efeitos das fortes chuvas dos últimos 15 dias, a Prefeitura de Petrópolis iniciou nesta semana, por meio da Secretaria de Obras, uma operação tapa-buracos. Com os temporais, diversas ruas ficaram com o piso irregular, causando transtornos aos motoristas. O serviço começou a ser realizado em 30 vias do Centro Histórico e de ligação com os bairros, por apresentarem maior volume de tráfego. A previsão é que, a partir dos próximos dias, essas obras sejam realizadas também nos bairros.

Até o momento, foram recuperadas ruas como Imperador, Koeler, Monsenhor Bacelar, Souza Franco e Rua Teresa. Importantes ligações do Centro para os bairros, como Saldanha Marinho, Washington Luiz, Dr. Sá Earp, Fonseca Ramos e Silva Jardim também já começaram a receber os serviços. 

Segundo o secretário de Obras, Robson Cardinelli, o Centro foi priorizado por ter o trânsito mais pesado, mas todas as regiões em que verificamos problemas irão receber os serviços. Esperamos que o tempo se estabilize e não chova, para que os consertos possam ser realizados com a rapidez necessária”.

“Costumamos dizer que a chuva é a maior inimiga do asfalto. Esta época é propensa para o calçamento ceder. Como o tempo ficou mais estável nos últimos dias, conseguimos levar as equipes para efetuar os reparos. Nossa atuação sempre é no sentido de garantir a segurança de todos no trânsito”, afirmou o secretário, esclarecendo que, para o novo asfalto aderir à pista, é preciso que ele seja colocado com o tempo seco.
Leia mais...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Petrópolis pode ganhar exibição de filmes só para crianças com autismo



Para crianças autistas, frequentar lugares cheios, como um shopping, pode ser tornar uma situação angustiante. Assistir a uma sessão de cinema, por exemplo, pode parecer impossível, já que as crianças têm dificuldade de concentração e algumas são muito agitadas.

Pensando no número escasso de possibilidades de lazer que os pais de crianças autistas possuem, a vereadora Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso, da Câmara Municipal, na primeira semana de janeiro, entrou em contato com o Cinemaxx Petrópolis e também com o grupo “Sessão Azul” (Grupo responsável por implantar a sessão de cinema para autistas) para ver a possibilidade de colocar essa ideia em prática no Município.

“Esse projeto é promovido pela “Sessão Azul" que tem como objetivo incentivar pais e familiares de crianças com distúrbios sensoriais a irem ao cinema assistir seus filmes favoritos em um ambiente seguro e totalmente adaptado. Então, após contato com os grupos, recebemos um e-mail do Cinemaxx no dia 21 de janeiro, informando que eles já estão em contato com o grupo Sessão Azul e que estão analisando e verificando a viabilidade também com o cinema que criou essa campanha. Assim que a resposta sair vão nos encaminhar. Também recebemos no dia 12 de janeiro a resposta do “Sessão Azul” informando que seria muito interessante trazer o projeto para o Município de Petrópolis e que então, estão em contato com o Cinemaxx”, explica a vereadora.

A ideia da campanha é promover sessões de cinema e ajudar as famílias de crianças autistas a encontrarem seu espaço na sociedade.

“Durante toda a exibição do filme, a sala de cinema ficará com as luzes acesas, o som ficará mais baixo e a plateia poderá andar, dançar, gritar ou cantar à vontade, este é o caminho para a verdadeira inclusão”, completa.

No mundo todo, são mais de 70 milhões de pessoas com autismo, segundo a ONU. No Brasil, calcula-se que há pelo menos 2 milhões.

Com informações: http://www.sessaoazul.com

Leia mais...

Frente Emergencial de Trabalho realiza limpeza em Pedro do Rio



A Frente Emergencial de Trabalho da Prefeitura, contratada pela Comdep no sábado para atuar nas áreas atingidas pelas últimas chuvas, segue atuando na limpeza das ruas de Pedro do Rio. São 100 pessoas trabalhando diariamente no Paiolinho, na Rua Laurinda Lopes de Medeiros, no Retiro das Pedras e em Secretário, entre outras vias afetadas pela chuva. O grupo vem realizando a retirada de barro e pedras das ruas, a desobstrução de canaletas, a limpeza dos rios e o auxílio a moradores em algumas casas.

A contratação de 100 pessoas para a Frente Emergencial de Trabalho foi uma medida do prefeito Rubens Bomtempo para devolver a normalidade ao município com rapidez. Durante dez dias, choveu diariamente no município, gerando cerca de mil ocorrências na Defesa Civil de deslizamentos, inundações, alagamentos e pedidos de vistoria preventiva. Foram mais de 500 barreiras em vias públicas – a maioria nos distritos de Pedro do Rio e Posse.

“Esses trabalhadores da Frente Emergencial de Trabalho estão atuando sob a supervisão técnica da Comdep. Eles vieram para somar à atuação das equipes Comdep e da Secretaria de Obras. O trabalho da Frente começou já no sábado, e os moradores dessas ruas já podem ver o resultado. É todo um esforço da Prefeitura e dos servidores do município para atender a população”, disse o diretor-presidente da Comdep, Anderson Cruzick “Kaxuxa”.

Operação tapa-buraco – A Secretaria de Obras deu início nesta semana aos reparos de ruas no 1º distrito atingidos pelas chuvas dos últimos dez dias. O trabalho só pôde ser iniciado quando as chuvas pararam, já que foram necessários reparos nas redes de águas pluviais e operações tapa-buraco. Nesta semana, o trabalho está sendo realizando em cerca de 50 pontos.
Leia mais...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Além do Centro, mais cinco bairros terão táxis adaptados em Petrópolis, RJ



Petrópolis, na Região Serrana do Rio, vai contar com mais cinco táxis adaptados. Além do Centro, Quitandinha, Bingen, Itamaraty, Corrêas e Itaipava terão o serviço em breve para atender às pessoas com deficiência. É o que explica a vereadora Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso, da Câmara Municipal.

“Dentre os projetos de inclusão que venho defendendo desde o início do mandato, o serviço de táxis adaptados em Petrópolis está sendo implementado em sua totalidade. Realizou na Câmara Municipal, duas audiências públicas em 2013 para que juntamente com a CPTrans, motoristas de táxis e pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida, houvesse uma ampla discussão sobre a efetivação desse serviço em Petrópolis. A partir daí, primeiro o serviço foi legalizado através de Decreto. Em seguida uma Portaria deu prioridade para a implantação desse serviço aos já permissionários. Como não houve interesse dos taxistas ( já permissionários) foi publicado o Edital de Licitação para que novos interessados pudessem trabalhar com táxi adaptado, distribuídos em 6 regiões do município. Essa licitação deu também oportunidade de concorrência à pessoas com deficiência. É que tais pessoas puderam participar da licitação, desde que comprovada aptidão para tal, de acordo com a legislação. Hoje, já contamos com esse serviço no Centro e mais 5 táxis estão fazendo as adaptações para atender às pessoas com deficiência dentro em breve. O serviço estará disponível nos bairros: Quitandinha, Bingen, Itamaraty, Corrêas e Itaipava. Petrópolis está caminho certo da inclusão”, afirma. 
Leia mais...

Modesta, iluminação de Natal em Petrópolis custou mais de R$ 1,4 milhão



Modesta, parte decorada com garrafas PET, a iluminação natalina do município teve seu preço de instalação, manutenção e desinstalação divulgado no Diário Oficial nº4869, da última terça (19), R$ 1.431.2016.66 – conforme você pode conferir nessa pequena colagem do próprio D.O feita para ilustrar o post. 

Quem quiser conferir este e outros valores que estaremos divulgando durante a semana, basta acessar o site da PMP.  http://www.petropolis.rj.gov.br/pmp



Leia mais...

Administrado por um interventor, Abrigo São Bento Cottoleno precisa de doações



O Abrigo São Bento Cottoleno, no bairro Siméria, em Petrópolis, Região Serrana do Rio, precisa de doações. O pedido foi publicado pela vereadora Gilda Beatriz em sua página oficial no facebook. 

“Como de costume, venho informando a vocês o andamento das ações que tenho participado, seja por denúncias que chegam ao meu gabinete, seja por situações por  conhecimento próprio. Por isso, quero participar a vocês que o Abrigo São Bento Cottoleno, sofreu interdição, determinada pelo Juiz Alexandre Teixeira de Souza da Vara da Infância, Juventude e Idoso. De acordo com a decisão  uma assistente social foi nomeada para estar a frente da instituição, por 3 meses. Essa luta foi grande. Como presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência e do Idoso, e como uma das denunciantes da situação do abrigo, participei da vistoria em conjunto com o Ministério Público e Polícia Civil, em 14 de agosto de 2015. Essa vistoria  foi determinante para o ingresso de Ação Civil Pública, impetrada por este órgão. Naquela manhã, a realidade  encontrada deixou a todos muito indignados e sensibilizados com a situação dos idosos.  Mas hoje, o que precisamos é da sua ajuda! Nesse período de 3 meses vamos ajudar o Abrigo, que sendo administrado por interventor nomeado pela Justiça, conhecerá dias melhores. Estão precisando de materiais de higiene pessoal, materiais de limpeza e roupas. Contamos com vocês.”  

As doações podem ser entregues na Rua Presidente Sodré, 348  Bairro Siméria  (casa amarela, portão de madeira).

Leia mais...